skip to Main Content
29 de setembro de 2020 | 11:56 pm

PEDRÃO TEM CONTAS REPROVADAS

Tempo de leitura: < 1 minuto

.

O ex-prefeito de Itapé Pedro Jackson Brandão, o Pedrão, teve rejeitadas as suas contas relativas ao exercício de 20o8 pela Câmara de Vereadores. A sessão que julgou parecer do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) ocorreu nesta noite de segunda-feira (8).
Pedrão mobilizou uma grande quantidade de pessoas para ocupar a Câmara, mas não conseguiu reverter a derrota anunciada, por 5 a 4. Com a decisão da maioria dos vereadores, o peemedebista fica praticamente proibido de concorrer ao cargo em 2012 devido à Lei Ficha Limpa.
O resultado foi influenciado pelo atual prefeito, Jackson Rezende (PP), cria política de Pedrão. Os dois não se bicam há um bom tempo. Ao final, os cinco vereadores que votaram pela reprovação das contas tiveram de sair escoltados, tal era o ânimo da claque.

VEREADOR ADMITE TER RECEBIDO "CASTIGO" DO PREFEITO DE ITABUNA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Azevedo colocou vereador na "cadeira da disciplina" (foto Fábio Roberto/Pimenta)

O vereador Raimundo Pólvora (PPS), numa entrevista concedida na tarde desta segunda-feira, 08, ao Pimenta, externou de maneira muito clara como o Poder Executivo sustenta sua bancada na Câmara: na base do mais puro e escancarado fisiologismo.
Em determinado trecho da entrevista, Pólvora lembra que o prefeito lhe tirou 11 cargos, quando o vereador deixou de votar no líder do governo na Câmara, Milton Gramacho (PRTB), para a presidência da Comissão Especial de Inquérito que apura irregularidades no legislativo.
“Ele (Azevedo) disse que estava me dando um castigo, pra mim aprender (sic)”, confessou o vereador do PPS, que aparentemente considera normal a relação de subserviência e se julga merecedor da reprimenta do prefeito.
“Meus cargos não retornou ainda, vai retornar só em janeiro (sic), como o de Ricardo Bacelar não retornou até agora”, continua o vereador, mencionando seu colega de legislativo. E acrescenta ter ouvido de Azevedo o seguinte: “eu já lhe dei um castigo muito bom e você pode ficar tranquilo que seus cargos vai retornar (sic)”.
Não acredita? Então clique no player logo abaixo e escute:

BOLSA DE APOSTAS

Tempo de leitura: < 1 minuto

Prosseguem em ritmo intenso as discussões sobre a reforma (ou minirreforma) administrativa do prefeito de Itabuna, José Nilton Azevedo. E nesta segunda-feira, 08, gente próxima do poder dava como certos pelo menos dois remanejamentos no governo.
Uma informação que não chega a ser nova é a de que o atual secretário da Fazenda, Carlos Burgos, é mesmo cotado para a presidência da Emasa, empresa à qual ele deve R$ 144 mil em contas de água atrasadas. Sabe-se que a missão de Burgos é preparar a empresa para ser privatizada.
A novidade do momento é que o secretário da Administração, Gilson Nascimento, poderá trocar sua pasta pela direção do Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães. Talvez Nascimento queria, ao assumir um “abacaxi”, finalmente revelar seus dotes de administrador.

Figuras centrais do poder itabunense, Gilson Nascimento e Carlos Burgos sempre foram sombras do prefeito Azevedo, como mostrou essa charge de Dragon, publicada aqui no Pimenta em fevereiro deste ano

ESTATAL INCENTIVA O USO DO GNV

Tempo de leitura: < 1 minuto

A Bahiagás lançou neste domingo, 07, campanha que tem o objetivo de ampliar a utilização do Gás Natural Veicular (GNV) na frota do Estado. Até mesmo um bônus de R$ 450,00 é oferecido para a conversão dos primeiros mil veículos cujos proprietários se cadastrarem no site www.bahiagas.com.br/pignv.
Outros argumentos para convencer os motoristas são o preço do gás natural, hoje em torno de R$ 1,77 o metro cúbico (contra uma média de R$ 1,99 do etanol e R$ 2,75 da gasolina), maior economia por quilômetro rodado, mais conservação do motor e menor emissão de poluentes.
Segundo a Bahiagás, os postos de combustíveis também terão desconto no preço do GNV e a intenção é de que o valor mais em conta alcance ao consumidor final.

BAMIN RECEBE LICENÇA DA MINA EM CAETITÉ

Tempo de leitura: < 1 minuto

O Instituto do Meio Ambiente da Bahia (IMA) expediu a licença de instalação da mina da Bahia Mineração no município de Caetité, sudoeste do Estado. A notícia foi comemorada pela empresa, que pretende iniciar a implantação do Projeto Pedra de Ferro no primeiro quadrimestre de 2011. O empreendimento, que inclui um terminal marítimo na zona norte de Ilhéus, terá investimentos estimados em US$ 5 bilhões.
Segundo o vice presidente da Bamin, Clovis Torres, a expectativa agora é para a licença de instalação do terminal marítimo em Ilhéus, que já obteve anuência prévia da Secretaria do Meio Ambiente do Estado.
A previsão é de que a fase de produção seja iniciada em 2013 e a Bamin deverá exportar 19,5 milhões de toneladas de minério de ferro por ano.

OPERÁRIOS DA EMASA RECLAMAM SEGURANÇA NO TRABALHO

Tempo de leitura: 2 minutos

“Descuido” causou morte de operário em 2009
Mais de um ano e meio após a morte do operário Rosivaldo de Jesus Santana (“Gordurinha”), 38 anos, a Empresa Municipal de Água e Saneamento (Emasa) ainda descuida da segurança dos trabalhadores e faltam profissionais para a supervisão dos serviços de manutenção de rede.
Os operários reclamam que apenas uma equipe com um engenheiro e dois técnicos em Segurança do Trabalho acompanha o serviço de campo, mas…
– A gente tem um engenheiro que nem vai pra rua. Fica lá na sede -, denuncia operário que, tendo razões óbvias, prefere não ser identificado neste post.
São estes profissionais especializados em Segurança do Trabalho que avaliam os riscos em operações mais complexas de reparos em redes de abastecimento de água ou de esgotamento sanitário e ajudam a evitar acidentes nas operações.
Outra queixa é que o técnico em Segurança do Trabalho disponível também não vai a campo. “Ele fica na estação de tratamento [no São Roque], distribuindo os equipamentos de segurança, não vem pra rua”, emenda outro operário. “A gente corre risco, moço”, completa. A outra funcionária da área de segurança está em licença maternidade.

MORTE

Rosivaldo de Jesus Santana morreu soterrado, em 23 de abril do ano passado, ao fazer reparo na tubulação da rede d´água que abastece parte da região do São Caetano, na avenida Manoel Chaves.  Ele estava dentro de um buraco no exato momento em que uma das encostas cedeu. Um outro funcionário saiu bastante ferido e outros três conseguiram escapar ilesos.
Foi também por falta de segurança no trabalho que dois operários da estadual Embasa morreram enquanto faziam reparos na rede de abastecimento, no muncipio de Eunápolis, no extremo-sul baiano. O acidente ocorreu na semana passada. A obra não era supervisionada pelo engenheiro responsável, segundo denunciado.

O conselheiro Jorge Hélio Chaves pedirá ao CNJ a abertura uma investigação contra juízes federais que participarem, de quarta a sábado, do XVII encontro da associação de classe cujas despesas serão bancadas, em parte, por bancos estatais e empresas privadas.
Sua decisão tem o respaldo de pelo menos três conselheiros, com os quais almoçou hoje.
Chaves vai pedir à administração dos cinco Tribunais Regionais Federais do país a relação dos magistrados que vão ao evento em Comandatuba, na Bahia.
Ele quer saber quais justificativas estão sendo dadas pelos juízes para serem dispensados do trabalho, uma vez que, segundo a programação, a parte do tempo será dedicada a atividades recreativas, como aulas de golfe.
Preocupado, Chaves vai propor também ao CNJ que crie um grupo de trabalho para limitar ou, pelo menos, deixar mais clara as regras para a concessão de patrocínios a juízes. Isso viria por meio de uma resolução. Diz Chaves:
– Enxergo como, no mínimo, esquisita esta relação. A idéia (da resolução) seria evitar que isso ocorra no futuro. Quebrar esse círculo vicioso.

FALHA DO PROVEDOR

Tempo de leitura: < 1 minuto

Lamentavelmente, o Pimenta esteve fora do ar por alguns instantes nesta tarde. A explicação do Uol Host, provedor que hospeda o blog, foi de que o nosso servidor estaria passando por uma “manutenção preventiva”. Desculpa sem sentido, já que a prevenção, se houvesse, serviria para evitar que a página saísse do ar e não para tirá-la.
Engraçado que nunca se viu o site do Uol sair do ar por conta de uma “manutenção preventiva”. Mas os clientes de seu provedor de internet, como sofrem!

CNJ JOGARÁ DURO CONTRA JUÍZES "GOLFISTAS"

Tempo de leitura: < 1 minuto

Do Radar Online
O conselheiro Jorge Hélio Chaves pedirá ao CNJ a abertura uma investigação contra juízes federais que participarem, de quarta a sábado, do XVII encontro da associação de classe cujas despesas serão bancadas, em parte, por bancos estatais e empresas privadas.
Sua decisão tem o respaldo de pelo menos três conselheiros, com os quais almoçou hoje.
Chaves vai pedir à administração dos cinco Tribunais Regionais Federais do país a relação dos magistrados que vão ao evento em Comandatuba, na Bahia.
Ele quer saber quais justificativas estão sendo dadas pelos juízes para serem dispensados do trabalho, uma vez que, segundo a programação, a parte do tempo será dedicada a atividades recreativas, como aulas de golfe.
Preocupado, Chaves vai propor também ao CNJ que crie um grupo de trabalho para limitar ou, pelo menos, deixar mais clara as regras para a concessão de patrocínios a juízes. Isso viria por meio de uma resolução. Diz Chaves:
– Enxergo como, no mínimo, esquisita esta relação. A idéia (da resolução) seria evitar que isso ocorra no futuro. Quebrar esse círculo vicioso.

PSDB APOIARÁ MARCELO NILO

Tempo de leitura: < 1 minuto

Augusto Castro vai com Marcelo Nilo. Jutahy agradece

Um café da manhã nesta segunda-feira, 08, no Hotel Fiesta, em Salvador, selou o apoio dos dois deputados estaduais eleitos pelo PSDB – Augusto Castro e Adolfo Viana – a um terceiro mandato do pedestista Marcelo Nilo na presidência da Assembleia.  Esse apoio conta com a simpatia do deputado federal Jutahy Magalhães Jr.
Nas últimas eleições, apesar de ter apoiado o governador Jaques Wagner (PT), Marcelo Nilo fez dobradinha em vários municípios com o velho amigo Jutahy. Calcula-se que 54 mil votos obtidos pelo tucano resultaram dessa aliança e não foram poucos os prefeitos que votaram em Nilo, Jutahy e Wagner, ignorando Paulo Souto (DEM), o candidato que teve o apoio do PSDB para o governo.
O presidente do diretório estadual do PSDB, Antônio Imbasahy, ainda não se manifestou sobre a adesão dos futuros deputados do partido à candidatura de Marcelo Nilo.

Back To Top