skip to Main Content
25 de maio de 2020 | 03:04 pm

VEREADORES DO "LOIOLAGATE" SE DEFENDEM

Tempo de leitura: 2 minutos

Os vereadores Roberto de Souza (PR), Ricardo Bacelar (PSB) e Clovis Loiola (PPS) mostraram-se surpresos com o pedido de liminar do Ministério Público estadual contra os três membros da Mesa Diretora da Câmara.
O presidente da Câmara, Clovis Loiola (PPS), disse desconhecer o pedido formulado pelo MP, mas que recebeu hoje à tarde uma notificação da promotoria informando-o da ação cautelar.
“Eu acredito que esse é o primeiro passo para o depoimento. Nós ainda vamos ter conhecimento da ação”, afirmou. Questionado sobre o pedido da promotoria, Loiola acredita que se deva ao fato de ocupar a “linha de frente” da Mesa Diretora.
O presidente da Casa é apontado como principal beneficiário do esquema que desviou – ele confessa – até R$ 5 milhões dos cofres municipais. Quando o presidente fez a denúncia pela primeira vez, o rombo anunciado era de R$ 1 milhão.
O primeiro secretário da Câmara, Roberto de Souza, afirmou que não tem nada a temer, mas achou precipitado o pedido de indisponibilidade dos bens e afastamento. “Mas confio no Ministério Público e na Justiça”, disse, ressaltando que nada ainda havia sido investigado.
Roberto ressalva que, apesar de ter sido apontado como omisso, tem apenas responsabilidade administrativo-funcional. “Não é o primeiro secretário quem delibera sobre a área financeira”. Ele rechaça a acusação de que as empresas contratadas sejam fantasmas. “A licitação pode ter sido irregular, mas as empresas existem”.
Ricardo Bacelar, segundo secretário da Mesa, rebate acusação de participação nos esquemas de desvios. “Quero acreditar que [o pedido] seja pelo fato de ser membro da Mesa Diretora”. E considera o pedido obscuro em um ponto: “ele não deixa claro se o afastamento do agente político, no caso do vereador, é da Mesa ou do mandato”.
Bacelar considerou “estranho” o fato de ter sido notificado para ser ouvido em 14 de janeiro e, antes disso, já sofrer um pedido de afastamento e indisponibilidade dos bens. “Não existe nada investigado pelo MP”.
O parlamentar acrescenta que a promotoria fala numa queixa prestada à polícia e na denúncia de subtração de documentos. “Fui eu quem dei a queixa. Como eu iria à polícia para prestar queixa contra a minha pessoa?”. O vereador prometeu abrir sigilo bancário, caso necessite, para facilitar a investigação da promotoria.
O PIMENTA tentou falar com a promotora pública por quatro vezes desde o início da tarde, mas a informação é de que ela estava em atividade de rua e o contato por celular não seria possível. Quanto à dúvida de Bacelar, o pedido da promotora é pelo “afastamento dos agentes públicos”.

Esta publicação possui 12 comentários
  1. Para alguns céticos do sistema justiciário aí está a promotora pública Thiara Rusciolelli mostrando competência. O trâmite da justiça é assim mesmo: lento.
    Mas desta vez com certeza estes elementos serão presos, porque todas as evidências são muito fortes além das confissões do estelionatário Eduardo Freire e do corrupto Loiola (réus confessos).
    Por enquanto é o Ministério Público, mas em breve a Polícia Federal e Receita Federal entrarão no páreo. São muitos os crimes que irão responder: PECULATO, ESTELIONATO, FORMAÇÃO DE QUADRILHA, CONCUSSÃO, CORRUPÇÃO, IMPROBIDADE, TRÁFICO DE INFLUÊNCIA e outros que me falham a memória no momento.
    Eduardo que reside no Zildolândia reformou sua mansão e comprou um carro zerinho dentro de um ano de trabalho e Loiola que mora no Santa Inês comprou uma fazenda, quitou todas as prestações de sua casa, comprou uma casa de praia e um carro zero. Os dois são de alta periculosidade, só não vê quem não quer enxergar.
    O Ministério Público deveria além de tornar indisponíveis os bens destes meliantes, também exigir o ressarcimento do dinheiro público que eles nos roubaram.
    Estes criminosos já deveriam estar presos há muito tempo. A Penitenciária daqui não basta, teria que ser a Lemos de Brito em Salvador (bem longe da gente) ou daquelas de segurança máxima!
    A sociedade deve ajudar ficando de olho para que Eduardo Freire e Loiola não fujam!
    LUGAR DE BANDIDO É NA CADEIA!
    CADEIA PARA TODOS OS ENVOLVIDOS!!

  2. Só falta agora é a justiça agir e punir todos os culpados pelas farras e orgias que esses vereadores empreenderam em nossa cidade. Com o nosso dinheiro, eles patrocinaram compra de carros, imóveis, viagens, festas e todo tipo de luxuria que o dinheiro do contribuinte pode comprar. Não podemos nos acostumar e aceitar esses escândalos e denuncias de corrupção que a câmara vem promovendo nos últimos anos. Chega de impunidade e desrespeito com o povo, dinheiro e impostos arrecadados do suor dos trabalhadores Itabunenses.

  3. O CAG e a OAB deveriam cobrar mais do ministério público e da justiça local no sentido de apurar as irregularidades de corrupção cometidas por todos os vereadores envolvidos. Loiola, Roberto, Ricardo Barcelar, Sólon, Gerson Nascimento…, todos têm culpa no cartório. Crucificar uns três e deixar de punir os demais é canalhice e uma grande sacanagem com o povo. Estaremos de olhos bem abertossss!!!

  4. SE ELES TEM COMO SE DEFENDER
    É DIREITO DELES
    QUE O JUIZES TENHA UMA AÇAO
    DEFENÇORA DO BEM COMUM.
    QUE A JUSTIÇA SEJA FEITA
    NESTE MANGUE TEM CARAGUEJOS
    GRAUDOS, ESPERO QUE ISSO NAO ITIMIDE A AÇAO DO JUIZ.

  5. Esses caras têm muita cara de pau. Agem com desfarçatez, usurpam o Herário Público e depois dizem de nada saber, fingem ser paladinos da moralidade. Se investigarem a fundo perceberão que as empresas citadas estavam sobre o controle dos três (imprensa, portaria e limpeza)e que mensalmente estes e mais alguns recebiam a contrapartida pela acordo da eleição antecipada de Roberto de Sousa. Todos por aqui diziam que passado as férias tudo cairia no equecimento. Acredito que eles não esperavam que o MP acordasse do sono profundo após as saídas de Dr Fhael e Clodoaldo, só que agora constatam que “a casa começou a cair”.

  6. A comunidade de Itabuna, espera que a promotora Thiara Rusciolelli, continue trabalhando em nossa cidade, pelo menos, até as eleições de 2012. Assim, ficaremos mais seguros sabendo que esses elementos não saiam impunes desse vergonhoso processo de corrupção em nossa câmara de vereadores!

  7. num é atoa que itabuna sempre é destaque nacional no noticiario mais sempre com coisas ruins é dengue ,violencia acredito que na camara se tiver um que não seja ladrão é muito

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top