skip to Main Content
9 de abril de 2020 | 04:29 pm

PÂNICO NA CÂMARA

Tempo de leitura: < 1 minuto

O ex-chefe do setor de Recursos Humanos da Câmara de Itabuna, Kleber Ferreira, entrou em pânico há poucos instantes na sede do legislativo. É que, num descuido de Ferreira em um ambiente onde qualquer vacilo pode ser fatal, surrupiaram o telefone celular do infeliz.
A vítima do furto é acusada de envolvimento em contratos viciados e outros esquemas que desviaram mais de R$ 1 milhão dos cofres públicos. Por essa razão, a subtração do celular pode significar muito mais do que o simples prejuízo decorrente da perda do aparelho. Teme-se, na verdade, o que talvez possa ser definido como uma quebra de sigilo telefônico extrajudicial.
Não é por acaso é o ex-chefe do RH da Câmara ficou em estado de desespero.

Esta publicação possui 4 comentários
  1. Antes se dizia que a respeito de uma cidade
    “se botar lona vira circo, se botar cerca vira penitenciária”
    em Itabuna, botem logo o cadeado: virou penitenciária

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top