skip to Main Content
11 de maio de 2021 | 08:14 am

APÓS BRIGA NA JUSTIÇA, PETISTA ASSUME A CÂMARA DE ITORORÓ

Tempo de leitura: < 1 minuto

Assim como em Itabuna, a eleição da mesa diretora da Câmara de Vereadores de Itororó também teve que ser resolvida na justiça. Na cidade do sudoeste baiano, o juiz Rébio Tiba Xavier determinou que dessem posse à petista Marli Santos, que substitui Cristina Resende (PMDB). A cerimônia aconteceu na manhã desta segunda-feira, 03, com a presença do prefeito Adroaldo Almeida (PT).

Marli Santos foi eleita no dia 14 de dezembro, em uma sessão tumultuada. Opositores queriam “melar” o processo e a então presidente Cristina Rezende (PMDB) não aguentou a pressão. Ou melhor, ela abandonou a sessão.

Foi a própria Marli que deu prosseguimento aos trabalhos, na condição de primeira-secretária da Câmara. Sua vitória foi questionada pela oposição, numa briga que terminou com a decisão judicial. O juiz estabeleceu multa diária de R$ 10 mil em caso de descumprimento de sua sentença.

Conciliadora, a petista afirmou em sua posse que, na presidência, fará “valer a vontade da maioria”, mas sem “deixar de ouvir a opinião da minoria”.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top