skip to Main Content
23 de fevereiro de 2020 | 11:51 pm

SALÁRIO SERÁ PAGO ATÉ AMANHÃ, DIZ SECRETÁRIO

Tempo de leitura: < 1 minuto

O salário dos servidores da Saúde em Itabuna será pago até amanha, segundo o secretário Geraldo Magela. De acordo com ele, a prefeitura de Itabuna sofreu bloqueio de recursos da ordem de R$ 1,5 milhão do INSS e não teve como pagar o salário a todo os servidores dentro do prazo. Para honrar o pagamento, afirmou, o município vai tirar R$ 400 mil dos cofres. Segundo ele, parte do funcionalismo foi paga ainda na sexta, 7, faltando apenas um grupo e os trabalhadores do Hospital de Base.

Esta publicação possui 0 comentários
  1. se teve algum grupo que recebeu salário de dezembro, deve ter sido o grupo de SECRETARIOS E AFINS…..a ratataia(assim somos considerados pelo gestor) não recebeu NADA!!

  2. O salario dos funcionarios da administração também ñ foram pagos. Azevedo meu filho onre com seus compromissos, e pague nossos salarios para que nós possamos onrar com os nossos

  3. QUARTA-FEIRA DIA 12 DE JANEIRO DE 2011….E NADA DE SALÁRIO DOS FUNCIONÁRIOS DA PREFEITURA DE ITABUNA….E NENHUMA COMUNICAÇÃO OFICIAL A RESPEITO….E NENHUMA NOTA NOS JORNAIS….E NENHUMA MANIFESTAÇÃO DO SINDICATO….

  4. O caos estabelecido na Saude é tão grande que não tem secretário que resolva. o PROBLEMA NÃO SERÁ RESOLVIDO COM TROCA DE SECRETÁRIOS. É para além disso: as coisas, ao menos no Hospital de Base, só será resolvido com a DESRATIZAÇÃO daquele serviço público. Não justifica termos no Pronto Socorro do Hospital de Base funções que para nada servem, a exemplo de uma tal coordenação administrativa e uma coordenação de enfermagem. É muito cargo desnecessário e muita gente “mamando” nos cofres públicos. É encarregado disso e daquilo, um “massagista” na folha de paga]mento, um auditor chamado PEZAO (que prefiro chamar “MAOZONA”). A coordenação do pronto socorro do H BASE deveria ser uma só – com atribuições administrativas e específicas ao cargo. As mínimas atividades que aqueles “coordenadores administrativos” que ali se instalaram desempenham, na verdade, são atividades relacionadas ao Serviço de Recepção e SErviço do RH (então seria mais eficaz se esses tais cordenadores fossem lotados em outros setores com carência de serviços). Mesma coisa acontece com a coordenação de enfermagem do PS, cujas atividades deveriam ser direcionadas à Coordenação Geral de Enfermagem (afinal é preciso dar alguma coisa para uma tal enfermeira Raquel fazer. Não é justo essa senhora ganhar o que ganha pra ficar, como diz certo adágio poipular, com o “traseiro pregado na poltrona”). Isso não existe! E mais: temos uma soma de fatores que impedem o pagamento dos funcionários da administração indireta (incluindo-se aí o HBLEM). Entre eles podemos citar um $indicato comprometido muito mais em agradar os alcaides do executivo que os proprios servidores; um Mini$terio Público do Trabalho complacente e estranhamente silente diante dos desmandos e das infrações trabalhistas da Administração Pública Municipal; um secretário com antecedentes administrativos nada abonador (desvio de verbas em Teixeira de Freitas, conforme é público e notório); um capitão fantoche, que vive às ordens do prefeito Burgos.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Back To Top