skip to Main Content
26 de fevereiro de 2020 | 08:37 pm

FUNCIONÁRIOS DO HOSPITAL DE BASE PARAM

Tempo de leitura: < 1 minuto

Hospital enfrenta segunda paralisação em menos de um mês.

O Sindicato dos Servidores Municipais de Itabuna (Sindserv) distribuiu comunicado informando que os funcionários do Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães (Hblem) só retornarão ao trabalho quando a prefeitura de Itabuna comprovar o pagamento do salário de dezembro do ano passado.

A direção do Hblem havia se comprometido a quitar o salário atrasado até o meio-dia desta terça (1º), mas os servidores alegaram que, devido ao histórico de atrasos da prefeitura, só retornariam ao batente quando o dindin estivesse na conta. É mais uma crise na gestão municipal da Saúde.

Esta publicação possui 0 comentários
  1. sou funcionária desta instituição,é uma falta de respeito que a gente passa la dentro.Não tem agua para beber,não temos locais digno para descançar,falta um monte de coisas.E ainda por cima atrasa o salário e a gente sofre com os juros do banco,cartão de crédito…e tem gente q ainda passa fome porque depende deste trabalho para sobreviver.O ministério público será q n Vê isso!!!!!

  2. o prefeito nao utiliza o servico do hblem. muito menos as pessoas que podem tomar a decisao sobre a melhora do servico.
    acho que so o Chapolin Colorado para nos defender.

  3. Não adianta tapiarem dizendo que sabem aonde buscar o dinheiro, porque isto todos sabemos de onde o dinheiro publico sai.Apenas queremos dignidade e respeito,só há, várias perseguições política, colocam gente incompetente para trabalhar, falta materiais necessários para um trabalho melhor.Se falta um copo descartável, imagine o resto…E a população apenas quer xingar os funcionários, gritar, mas vcs têm que procurar o MP para vcs terem o direito a ter direito.

  4. Compreendo e me solidarizo com os funcionários que sofrem com o caos desta administração. Acho também que a ida da instituição para o estado poderá representar uma saída para minimizar parte do sofrimento. Espero, porém, que os funcionários não se permitam ser massa de manobras destes siondicalistas oportunistas do PCdoB, pois, por trás desta manobra está uma articulação de Josivaldo (zebrinha) para trazer para o comando do processo a Dra. Conceição, esposa de Davidson (ela se acha a supra sumo da saúde do estado e por lá o filme dela tá queimado, portanto, nada melhor do que a ida do base para o estado e ela aparecer como antiga diretora e conhecedora dos problemas, logo, melhor opção para comandar o hospsital. Tudo casadinho!

  5. Não é possível essa situação continuar, onde esta o Sr. Capitão Azevedo, porque prefeito ele já deixou de ser a hum seculo. Não possível, só apelando a Deus. E, Deus não tem dinheiro para pagar conta nem funcionário. E o pior é que todos estão cegos, não enxwergam o que acontece no HBLEM nem na cidade. O PIOR CEGO NÃO É O QUE NÃO ENXERGA, É O VÊ E FAZ QUE NÃO VÊ. Palmas pro Capitão e pro Pezão.

  6. O POVO DE ITABUNA TEM QUE SE LASCAR,SE FOSSE UMA PASSEATA DE GERALDO OU FERNANDO GOMES TODOS ESTARIAM NA CINQUENTENÁRIO FAZENDO O MAIOR REBULIÇO NA CINQUENTENÁRIO,MAIS QUANDO É A SAUDE DELES MESMOS QUE ESTÁ EM JOGO NÃO ESTÃO NEM AÍ,ACORDA ALIENADOS.

  7. Não dar para acreditar que até os dias atuais, o Estado ainda não bateu o martelo para assumir definitivamente o HBLEM aqui em Itabuna, que é o maior suporte na saúde pública hospitalar para toda a região sul e extremo sul da Bahia. Fiquei sabendo que o Dr. Jorge Solla e o Governador Wagner levaram o Dr. Paulo Bicalho para a Direção do Hospital Roberto Santos, em Salvador e não foi por acaso, porque todos sabem da competência do Dr. Bicalho, esse sim, conhece o que é a Saúde Pública e mais ainda é um homem sensível e que sente as dores e o sofrimento dos usuários do SUS. Quem sabe, um dia, heim Dr. Solla, não teremos Dr. Paulo Bicalho, de volta para levantar a saúde na nossa cidade e ficar a frente do HBLEM. Obrigado ao Pimenta por permitir que a gente deixe o nosso comentário. Maria Doralice- Moradora do Bairro São Caetano

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Back To Top