skip to Main Content
7 de julho de 2020 | 09:28 pm

SOMENTE LENÇÓIS BRANCOS

Tempo de leitura: 3 minutos

Antônio Nunes de Souza | ansouza_ba@hotmail.com

Meu amigo vai ter que apelar muito a Chico Xavier para analisar os salários psicografados.

Com mais um engodo e paliativo de disfarce, o prefeito Capitão Azevedo mudou o secretário da saúde e, imediatamente, o presidente do HBLEM – Hospital de Base, como se com essas atitudes fosse fazer o povo acreditar que agora as coisas vão funcionar a contento e teremos uma assistência médica digna na região.

Mas, felizmente, nesses dois anos de administração já temos uma convicção de que houve um grande erro do eleitorado em confiar num vice-prefeito que concordou e foi parceiro em uma das administrações mais terríveis que tivemos nos cem anos do município. E o interessante é que, vergonhosamente, ele, pela inoperância e desmandos, parece que almeja esse título de “o pior da história” para anexar ao seu currículo.

De forma alguma contestamos a capacidade de ambos os novos membros da saúde. Mas, ao mesmo tempo, temos que ficar desconfiados de que não teremos bons resultados, já que um vem de uma secretaria que o próprio prefeito declarou que ele deixou um buraco de mais de R$ 8 milhões e o outro tem compromissos com uma vertente nada confiável e, seguramente, não tem forças para fazer o que realmente precisa ser feito. Será um novo Costa que vai acatar tudo, tranquilamente, de frente!

O problema existente na saúde do município é de infecção generalizada de cargos de aspones, gepones, direpones, afilhados, parentes, amantes e aderentes, terceirizações descabidas, licitações aviltantes, superfaturamento nas compras e outros comportamentos nada elogiáveis, por incompetência ou maucaratismo. Não consigo entender a razão do Ministério Público não ter requerido uma auditoria severa para comprovar essas claras denúncias que a mídia, sindicatos, Conselho de Saúde, a sociedade etc., fazem cotidianamente. Basta se fazer uma visita ao Hblem para, sem nenhum trabalho, comprovar-se os fatos citados.

Quero esclarecer que essa minha repugnância não se trata de politicagem ou rancores de linhas partidárias. O que estou declarando é lastreado em conhecimento de causa e experiência vivida, já que fui diretor-presidente o Hblem na última gestão do prefeito Geraldo Simões e tive a satisfação de entregar o hospital em condições normais de funcionamento (óbvio que com deficiências em alguns setores), atendendo 1.200 pacientes/dia, 112 municípios, faturamento do SUS variável de R$ 720.000,00 a R$1.200.000,00, e pagávamos todas as nossas contas rigorosamente em dia. Deixamos apenas um débito flutuante de R$ 2 milhões (que é normal em qualquer instituição desse porte).

Com relação ao corpo funcional, todo esse atendimento era feito com 367 funcionários. E hoje, que nada funciona, o hospital conta com quase 600 funcionários (?). Certamente são os “fantasmas” que meu amigo Leopoldo, sem alternativa, espera cobrir com novos lençóis para que eles fiquem mais bonitos e felizes. Meu amigo vai ter que apelar muito a Chico Xavier para analisar os salários psicografados.
Um detalhe de grande importância: nunca recebi um único centavo do governo estadual e nem sequer um comprimido de Melhoral, devido à retaliação partidária. Portando, o caso não é de lençóis. O que acontece é que tem um grupo bem “enfronhado” faz questão de “acobertar” as barbaridades que estão fazendo com o dinheiro público debaixo dos “colchões”.

Em última instância, se você é daqueles que acreditam em Saci e Caipora, compre uns lençóis e mande de presente. Mas… têm que ser brancos!!!

Antônio Nunes de Souza é escritor, autor de “Vida Louca”.

Esta publicação possui 0 comentários
  1. Esse Sujeito esquece é que minha pedinha beneficicava a santa casa em detrimento do hospital de base, o hospital de base sobrevivia pq o atendimento do sus e dos municípios pactuados era feito pela santa casa.
    Com isso o hospital de base foi endo ssucateado desde da época de Edson Dantas, quando na verdade o hospital funcionava como um mero pronto socorro, pq o prefeito beneficiava a clínicas e hospitais particures da cidade, essa é a verdade.
    E o que vc tinha nas mãos eram recursos e pessoal demais para a sua demanda.
    Amigo infelizmente vivemos no Brasil, e em Itabuna nos Ultimos vinte anos só assistimos prefeitos e vereadores ficarem milionários. cometerem crimes até contra a humanidade crime de mando, crime ambietal econômico e social (vassoura de bruxa)que deveria ser punico com pena de morte caso existisse na legislaçõa brasileira.

  2. Parabéns novamente Nunes, por mais informações esclarecedoras e ao mesmo tempo estarrecedoras. Diante da fatos incontestes vamos ver se a sociedade itabunense se indigne e exija seriedade no trato com a saúde pública. Que o Ministério Público se pronuncie e haja imediatamente. Que o Rotary, a Maçonaria e o GAC se manifestem e saiam dessa letargia criminosa, de cumplicidade e complacência com esses sete anos de desmando no governo do DEM.

  3. NA EDICAO DO JORNAL DA MANHA MOSTROU A IMAGENS DE UM HOSPITAL MAS PARECIA COM AS RUINAS DO VELHO MARIA GORETE QUANDO SERA QUE A SOCIEDADE CIVEL ORGANIZADA VAI AS RUA PARA SI TORMAR UM PROVIDENCIA COMO ESTA NAO FICAR

  4. OU VIUVA DO PT SAI DAI VC ESTA EM TODOS OS SITE DE ITABUNA CHORANDO A DERROTA DO PLEITO PASSADO, VC E UM ABOMINAVEL EM ITABUNA A ULTIMA PESQUISA DEU AZEVEDO VAO TOMAR PAU DE NOVO QUANDO VCADMINISTR4AVA O HOPSITAL ERA PIOR AIAND A O POVO MORRIATODO DIA POOR ISSO QUI VC S PEDERAM PRA FRNANDO TOMOU 12 DE AZEVDEO E VAI TOMAR DE NOVO A ALEIÇÃO NÃO COMEÇOU AIAND N PULAFORA DESSAE PROCURA O QUI FAZER

  5. Na resposta desse tal “petista” está mais para DEMoniáco. Afinal sabemso que na gestão do então Prefeito Geraldo Simões, o atendimento no HBLEM, não era os Cem por cento desejados. Porém somente os cegos, ou aqueles que não querem enchegar que, o que está em questão, não é LEPENDIAMENTO DO HOSPITAL, mas, sim, a desonestidade daqueles que estão administrando. Porque na ganância de se locumpletarem, deixam que vidas sejam ceifadas, até mesmo na portaria do Hopital de BASE, como tem acontecido nos últimos tempos.
    Mas acreditem vocês gestores…que, aquí se faz, aqui se paga. E saibam também que provocar a morte de seres humanos, é CRIME CULPOSO.

  6. Leopoldo atual Supeintendente do IASI,está sob fogo cruzado:de um lado os Geraldistas, e do do outro lado os Fernandistas ( e o eterno vice de Fernando o protótipo de prefeito, Sr Azevedo)Bem…Concordamos com o Sr Antonio em parte. Pois o número de atendimentos na sua época era bem menor. Nas por outro lado,nao havia na sua gestao tantos apadrinhados dos vereadores e nunca na história de Itabuna teve uma Cámara de vereadores tao despreparada e (Infelizmente) tao corrúpita e a companhada de um prefeito incompetente, autista e que até hoje nao sabe se foi eleito, se é um sonho, pesadelo , esperando, que um dia ele vai acordar nos braços de Mofeu ou no xilindró”Sangue de Cristo tem mais poder! Socorro! Itabuna precisa do Sr Governador! Wagner Socorro! e ….! URGENTE!!!URGENTE!!!!!!O measmo falo e peço para o RIO CACHOEIRA QUE ESTÁ SE ULTIMANDO!”Adeus luares de março.. adeus tranças de Maria…Deram uma caneta a um irresponssável’!

  7. Petistas sofrem de um mal de dificil cura , diria que sao incuraveis, so conseguem ver defeito nos governos de outros partidos, se forem seus aliados ai estao salvos de critica, exemplo a governadora roseana que no passado era considerada filha do maior coronel do nordeste hoje estao apinhados na vice governadoria, petista sao de forma geral desonestos, mas existem os ingenuos que se iludem com a conversa mole de partido do povo ,do trabalhador. Este negocio de criticar o prefeito e perfeito , se nao anda bem critica nele, mas isto de dizer que o Hospital na sua epoca foi entregue sem problemas e a mais pura mentira deslavada.
    Caia na real , voce nao engana ninguem.

  8. O eleitor de Itabuna sabia da imcopetencia e inoperancia de Azevedo quando o elegeu. portanto não pode reclamar. esse tal de petistaroxo é ingnorante dos fatos fala por não conseguiu uma boquinha na epoca de Geraldo.

  9. Itabuna tem Ministério Público?!!! As pedras estão clamando por justiça, ética, moralidade. Até qundo assitiremos a esse estado de calamidade e de impunidade? Enquanto isso acontece, o povo morre na porta desse Hospital/hospício

  10. Trabalho no hospital já faz muito tempo, já vi muitos gestores, presidentes que entram e que saem, mais nunca vi o hospital como esta hoje, dá pena mesmo. Quero acreditar que esse novo Secretário da Saúde ajude mesmo o nosso povo. Pra te falar a verdade nunca vi tanta gente com tantos padrinhos, o que mais me chocou foi o que aconteceu no Pronto Socorro, que o Diretor Médico do SAMU, colocou sua atual mulher pra trabalhar, questionamos porque ele não colocou no SAMU ou em suas várias clinicas e a resposta é sempre a mesma, deixa quieto, pra que falar, o homem é amigo do Presidente, trabalha lá na Mãe Rica, deixa isso amigo. E assim vai, então te pergunto só esta havendo isso agora ou sempre existiu? os vereadores chegam por lá com muita prepotência dizendo fulana eu coloquei pra resolver meus problemas aqui, e como esses tem muito mais. Espero que um dia possamos trabalhar sem nada disso, só com o povo do concurso e mais nada.

  11. Antônio Costa parabéns você saiu na hora certa, aquilo lá não serve pra quem é honesto e quer colocar ordem na casa. Com certeza você não perdeu nada, fique em casa assistindo tudo de camarote, creio que você vai ver muitas coisas que vão acontecer, e muitas que você nem se quer pensou em ver. Quero ver se esse novo secretário é retado mesmo, queremos mudanças já.

  12. Peculiar o Sr. Antônio Nunes, de forma absolutamente aproveitadora escrever aleivosias acerca da atual gestão, olvidando olhar para o próprio “rabo”, senão vejamos: 1. O Sr. Antonio Nunes quando esteve à frente do Hospital de Base teve suas contas rejeitadas pelo TCM ( vide: http://www.tcm.ba.gov.br); 2. dentre às inúmeras irregularidades destaca-se compras à revelia da lei de licitações, compras sem contratos, compras com empresas irregulares etc.
    Note-se que ele fala de atuais terceirizações indevidas, mas ele mesmo foi condenado pelo TCM pela contratação da famigerada COTRAH responsável por produzir uma dívida de mais de # milhões de reais de débitos trabalhistas, já que a contratação foi considerada fraudulenta pelo Ministério Público Federal do Trabalho, o que somado aos mais de 2 milhões confessados por ele no artigo em comento, constituiu-se na progênie de todo o mal sofrido pelo Hospital de Base. Saliente-se, ainda, que em sua época não haviam concursados, somente apadrinhados pela via da referida cooperativa. A começar por ele que, sem nenhuma experiencia ou capacidade para dirigir uma instituição médico-hospitalar, foi alçado ao cargo.

  13. Parabéns Claudio pelo correto e sábio comentário, pois na época gloriosa do Sr, Antonio a Santa Casa fazia todo o trabalho de atendimento do HBLEM, que ficava quase ocieoso e o numero de atendimento que o mesmo cita é mentiroso.quanto aos apadrinhados,foi a época que mais existiu…e a COTRAH rsrsrs sem comentários que o diga Geraldo simoões rsrsrsrs

  14. Em nome da dignidade da sáude e reconhecimento aos que realmente trabalharam para melhorar a saude do municipio, faço minhas as palavras de Antonio Nunes, pois sou testemunha e coadjuvante do sacrificio daqueles que enxergavam no HBLEM alternativa de atendimento à população. Hoje encontra-se num mar de lama, servindo a propositos excusos, sob manto da nomeação de homens de bem na vã tentativa de esconder da populaçao seus desmandos. Cabe ao Ministério Publico sair do seu mutismo e resolver pelo bem de todos a situação que está se transformando num caldeirão fervente prestes a explodir!

  15. Sr Cláudio,
    Lamento profundamente que o senhor, por estar muito mal informado, derramou uma série de inverdades acontecidas na minha gestão no HBLEM. Posso dizer-lhe que foi feita uma auditoria geral dos últimos 8 anos de funcionamentos e orgulho-me que na minha gestão nada foi encontrado que desabonasse a minha conduta. Ao contrário do que o senhor diz, fui foi tremendamente prejudicado, pois, para pagar o mês de dezembro e o décimo terceiro mês, já que deixaria a instituição e sabia que meus substitutos não pagariam para prejudicar os opositores políticos junto ao povo, deixei de recolher uns impostos no valor de 68 mil reais, supondo que a nova gestão honrasse o recolhimento, uma vez que 3 dias depois entraria 780 mil reais referentes ao recebimento do mês de dezembro (e entrou no dia 05/01/2005). Infelizmente não pagaram até hoje e eu foi notificado e tendo que pagar de conformidade com a Lei de Responsabilidade Civil.
    Fora isso, que o prejudicado foi somente a minha pessoa, suas fúteis e fracas acusações demonstra sua paixão política em defeder os erros, indo de encontro ao povo.Minhas declarações não têm, em nenhuma hipótese, cunho de defender A ou B, é apenas para que o povo tenha uma assistência digna e seja respeitado. Falaria a mesma coisa se fosse contra qualquer que fosse o partido (PT, PCdoB, PSDB, PP, PMDB, etc), o que desejamos é um respeito por aqueles que elegeram o administrador da cidade e os legisladores. Repito: é uma ação apolítica e sim de cidadania.
    As suas ordens,
    Antonio Nunes de Souza

  16. Esta cidade não tem jeito mesmo!!!
    Os fanáticos se esquecem que vidas estão desaparecendo num local destinado à manutenção delas e que está mais para matadouro. Esqueçam a política e lembrem que vocês podem sofrer um acidente qualquer e ir parar ali, correndo o risco de perderem a vida por desprezo do poder público. Exijam que empreguem a verba que o governo manda e não chega para a limpeza, para o pagamento de quem trabalha!!! Que vergonha…
    Cadê o MP, os Clubes de serviço, a Câmara de vereadores? Ficar se xingando eletrônicamente, puxando saco de quem enriquece às custas da miséria alheia é deprimente!!!

  17. Gente pare com essas bobagens de partido, pois o que está em questão agora são vidas seres humanos e é a classe menos favorecida que pena. Vão as ruas, ou melhor, nas periferias de Itabuna e perguntem ao povo o que estão achando do hospital de base pra vcs verem a resp. vcs vão ver e ouvir o que o povo tem a dizer e não tem nada haver com partido, pois os, mas pobres só querem ser atendidos com um pouco de dignidade afinal pagamos impostos. As pessoas vão ao hospital de base fazer pequenas cirurgias e saem de lá no caixão (qual motivo da morte infecção). Isso é muito triste pq só quem já teve um parente ou um amigo em uma situação assim é quem sabe só quem já perdeu um familiar assim é quem sabe, ou seja, quem tem sua dor é que geme. Então o que está em questão aqui não é se A ou B é melhor ou foi e sim que agora a situação do HBLEM hoje é a pior da época e falo isso como cidadã Itabunense sem melação de partido. Termino este desabafo com lagrimas nos olhos pelas vidas ceifadas naquele lugar e pelas famílias que sofrem pela perda dos seus entes queridos.

  18. Parabéns Nunes pela resposta direta ao desinformado Sr. Cláudio. Não tem conhecimento de nada e vem jogar sua verborréia com opiniões absurdas. É impressionante como as pessoas preferem não atentar para a veracidade dos fatos mas sim para uma análise simplista partidária. Em nenhum momento Nunes se referiu a partido político, mas sim forneceu informações incontestes de sua atuação frente ao HBLEM, o que pode facilmente ser comprovado como o é o desmando e a corrupção hoje existente naquela instituição. Ficou clara sua intenção de apenas fornecer fatos e dados para que quem ler julgue. Parece que estes preferiam que você, Nunes, como membro do Rotary se mantivesse calado e portanto conivente com essa situação. Você cumpriu exemplarmente seu papel como cidadão. Não podia e nem devia ficar calado diante de tais situações absurdas e criminosas.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top