skip to Main Content
28 de outubro de 2020 | 11:40 pm

FECHADO SÓ PARA O ALMOÇO

Tempo de leitura: < 1 minuto

O diretor do Departamento de Média e Alta Complexidade da Secretaria da Saúde de Itabuna, Tiago Domingos, entrou em contato com o PIMENTA para esclarecer a situação do Centro de Reabilitação e Desenvolvimento Humano.

Mais cedo, o blog publicou nota informando que o Creadh havia fechado devido à falta de segurança. Porém, de acordo com o diretor, a instituição funcionou normalmente nesta sexta-feira, das 6h30min às 17 horas, interrompendo as atividades somente do meio-dia às 13h para que os funcionários fossem almoçar.

Domingos também esclareceu que o assalto ocorrido no Creadh foi há cerca de 15 dias, quando roubaram um botijão. “Normalmente os funcionários almoçam no próprio centro, mas a falta do botijão impediu o preparo das refeições”, explicou. A situação, de acordo com o responsável pelo departamento, será resolvida nos próximos dias.

O diretor também disse que  dois guardas municipais se revezam na segurança do Creadh e que, a partir da próxima semana, o centro passará por uma reforma, que vai incluir a instalação de grades para melhorar a segurança.

Esta publicação possui 0 comentários
  1. Nao entendí nada!! Vcs em sân consciência , ja viram alguma coisa d governo do Capitao prestar??? Eu estou impressionado com tanta cara de pau!Tudo isso é muito triste! mas.. na verdade, nos estamos orfaos a mercê desses vendedores do templo que se dizem slvadores da pátria mas que na realidade querem nesmo é poder , prestígio, e dinheiro! Nao se vê nenhum projeto para a cidade e muito menos para a regiao Sul da Bahia!com exesao do Portoto intermodal e seus complementos. A saúde de Itabuna que ja foi referência , continua um verdadeiro càos atá o momento swem nenhuma saída.Segurança, educaçao que tristeza….sem penssar no nosso Rio Cachoeira , que cada dia Agoniza mais . Cade o Ministério Público?q público?

  2. Por que eles não falam a verdade? O centro está abandonado pimenta. Já tenho quase 8 anos lá, e nunca vi o centro passar por uma situação como esta, total descaso e abandono com as pessoas com necessidades especias. Não tem mais material físico nenhum. Nunca foi reformado vimos ali muita coisa errada.A aréa externa está cheia de carrapatos.
    Vimos os profissionais dismotivados, por falta de material para trabalhar, eles são até guerreiros. Hoje te digo que fico sem vontade nenhuma de ir até lá, mas meu filho infelismente precisa. Pedimos as autoridades que olhem por aquilo ali, são pessoas como outra qualquer. ELES SÃO DIFERENTES MAS NÃO SÃO DESIGUAIS A NINGUÉM.
    Abraços pimenta parabéns pela matéria, pelo menos vcs tiveram a coragem de falar do centro, pq ninguém mais falam.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top