skip to Main Content
16 de junho de 2021 | 11:29 am

GLOBO NÃO TRANSMITIRÁ BRASILEIRÃO A PARTIR DE 2012. CLUBE DOS 13 LAMENTA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Do Globo Esporte:

O Clube dos 13 manifestou-se oficialmente depois do anúncio de que a Rede Globo não participará do processo de licitação de cessão dos direitos de imagem do Campeonato Brasileiro para o triênio 2012-2014. O presidente da entidade, Fábio Koff, lamentou a saída da emissora, afirmando que “a Globo é uma parceira que ajudou a criar e a fortalecer o produto (Campeonato Brasileiro)”.

Na nota oficial, o Clube dos 13 se diz surpreendido pela decisão da Globo de procurar diretamente os clubes em busca de um novo formato para a disputa pelos direitos. A carta-convite com o edital de licitação foi enviada na quinta-feira pelo Clube dos 13 a cinco emissoras: Rede Globo, RedeTV, Bandeirantes, Record e SBT.

Esta publicação possui 0 comentários
  1. Não posso dizer o que realmente acontecerá, pois não tenho bola de cristal, mas de uma coisa eu sei: Que a Globo não irá sair perdendo, todos podem ter certeza, …!!!

    Eles sempre arrumam um jeito de dar o bote no final, …!!!

    Quem viver, verá, …!!!

    O fato é que eles detém os melhores e maiores patrocinadores, têm a maior audiência, e por aí vai, …!!!

    Além disso tudo, ainda englobam a BAND, a Globo Internacional, o SPORT-TV e o Pay-Per-View, onde as pessoas, bares, e demais setores da sociedade pagam para assistir aos eventos esportivos.

    É muito “poder de fogo” para os times desprezarem de uma hora para outra, …!!!

    No final será servida uma grande pizza, como sempre, …!!!

    Quem viver, verá, …!!!

  2. Lembrando que essa licitaçao é apenas para TV Aberta!

    Eu venho acompanhando essa notícia desde o início e posso dizer que dos 20 clubes que fazem parte do C13, 12 já decidiram negociar diretamente seus direitos com a GLOBO.

    Ou seja, com isso o C13 perde a força e nenhum outra emissora vai pagar 500, 600, 700 ou 800 milhões com apenas 8 clubes!

    Mesmo que isso aconteça, a GLOBO que negociará com 12 clubes poderá fazer um campeonato brasileiro com o apoio da CBF.

    Pode acontecer o mesmo que 1987. Mas naquele momento eram os clubes que se uniam contra a CBF.

    Como a GLOBO e CBF são parceiras, fica muito difícil para o C13 e os remanescentes.

    Pelo que eu sei, Flamengo, Vasco, Fluminense, Botafogo, Grêmio, Corinthians já estão negociando com a GLOBO.

    Do lago do C13 até o momento estão: São Paulo, Atlético-MG

  3. O CADE deveria exigir que todas as emissoras pudessem transmitir os jogos mediante preço definido pelo clube dos 13. Monopólio, seja da Globo ou da Record, na TV aberta, é sempre ruim para o telespectador. E na TV fechada seria bom que o SportTV, a ESPN a BandSport e outras pudessem transmitir. Cada um escolheria o canal que mais gostasse. Eu ficaria com a Globo e a ESPN.

  4. O comentário do Kruschewsky acima realmente explica o que vem ocorrendo.

    E a velha briguinha da Globo X Record, essas não tem jeito. Uma quer manipular tudo, a outra todos sabemos de onde arruma bala pra agulha, IURD.

    E vale citar que Clube dos 13 já era.

    Para entender mais um pouco, segue outra notícia:

    O desmantelamento do Clube dos 13 revelou um desgaste na relação entre a entidade e a Rede Globo. A debandada dos times que apoiam a emissora como transmissora do Campeonato Brasileiro deu fôlego suficiente para que ela desistisse da disputa pelo triênio 2012-2014, gerando falatório por parte do C13, que considera que o canal “não quer fazer a concorrência com a lisura e a transparência” esperadas.

    A fala é do diretor-executivo do Clube dos 13, Ataíde Gil Guerreiro, segundo o qual, “a emissora saiu de sua zona de conforto ao perder a cláusula de preferência”. Com 13 dos 20 clubes que incorporavam o C13 tendo deixado a entidade (só sobraram Atlético Mineiro, Atlético Paranaense, Bahia, Guarani, Internacional, São Paulo e Sport), mais outros quatro indecisos, pode ser criada uma nova liga, com um novo campeonato e, consequentemente, um novo modelo de transmissão – com a Globo à frente.

    O caso

    O problema todo começou em 20 de outubro de 2010, quando o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) acabou com as cláusulas contratuais que garantiam exclusividade à Globo na negociação dos direitos de transmissão. A decisão abriu portas para as emissoras concorrentes – a Record na ponta – entrarem na briga para exibir os torneios de 2012 a 2014, que seriam negociados este ano.

    O Clube dos 13 percebeu no alto interesse uma oportunidade para mexer ainda mais no campeonato. Decidiu, primeiro, que os direitos seriam vendidos separadamente para TV aberta, fechada, pay-pre-view, internet e celular – além das placas publicitárias. Depois, estipulou valores iniciais para as conversas; e começou a confusão.

    O mínimo que a entidade pede só pelos direitos da TV aberta é R$ 500 milhões por ano – o valor é muito superior aos R$ 400 milhões que a Globo costumava pagar pelo pacote completo. Outros R$ 800 milhões seriam arrecadados com a venda para TV paga, pay-per-view, internet, celular e placas de publicidade. Tudo sairia, portanto, por R$ 1,3 bilhão a temporada.

    Times com a Globo

    Desde o começo, a Globo afirmou que não pagaria os R$ 500 milhões, mas a Record estava disposta a colocar a mão no bolso para levar os direitos, o que permitiria, entre outas coisas, uma alteração no horário das partidas noturnas.

    A provável derrota da emissora que possui maior audiência deixou os clubes preocupados, então eles resolveram agir por conta própria. O primeiro foi o Corinthians, que decidiu se desfiliar do Clube dos 13 e negociar sozinho os direitos de transmissão. O C13, então, disse que o time não poderia fazer o que desejava, mas não contava com a saída de outros.

    Os times deixaram claro o descontentamento com a postura adotada pelo C13, mas também expressaram medo com as consequências de uma possível queda na audiência. Com menos pessoas ligadas ao futebol, os clubes poderiam perder com patrocínio de camisa, por exemplo.

    A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) deve ajudar os times que deixaram o Clube dos 13 a fundarem a nova liga, invertendo a situação da criação do próprio C13, em 1987, quando os principais clubes estavam descontentes com a CBF e lançaram seu próprio torneio.

    Com informações da Folha de S.Paulo

    Redação Adnews

  5. Enquanto existem os Oliveiras da vida, a achar as coisas tão estáticas sem princípio de mudanças. E bom para e pensar. Não é que a toda poderosa sempre ganhará, há concorrentes com cash, a exemplo da Record. O maior império da terra um dia sucumbiu!

  6. O fato é muito simples: a globo está usando de todo seu poderio para afastar os grande times do club dos treze ,que tudo indica fechará com a Record , mas, a maioria dos grande patrocinios do times temem perder visibilidade com a menor expressividade da Record. em resumo: continuaremos monopolizados pelos Marinho e Pela ditadura da CBF, e os times falidos do nosso futbol temen perder a sua boquinha .e o prejudicado com certeza será o torcedor.

  7. ISTO E COVERSA FIADA DA GLOBO. FALAM ISTO PARA QUE A RECORD, ACREDITANDO NESTA BALELA, E, SUPOSTAMENTE NAO HAVENDO CONCORRENTES FORTES, OFERECA UMA PROPOSTA BAIXA. ASSIM, NA ULTIMA HORA, A GLOBO OFERECERIA UMA PROPOSTA “MENSO BAIXA”, E GANHARIA MAIS UMA VEZ A CONCORRENCIA, SEM PRECISAR GASTAR MUITO DINHEIRO.

    BALELA. PURA BALELA.

  8. quem fortaleceu o Brasileirão foi a Globo,então é
    mais que justo darem a preferencia para a Globo.
    e tambem tem os melhores reporte para informações
    há nós tocedores.

  9. Pode ser dito o que for…mas sem a rede globo transmitindo os jogos, podem ter certeza, cai a audiência do futebol…com isso os patrocínios, com isso a grana para de entrar nos clubes e eles não querem isso podem esperar, com ou sem C13 a globo certamente transmitirá o campeonato brasileiro por pelo menos mais uns 20 anos. Sem falar que a globo possuí o melhor time de narradores, comentaristas, repórteres esportivos…Galvão Bueno, Cléber Machado, Luis Roberto de Múcio – Arnaldo Cesar Coelho, Caio Ribeiro, Falcão – Thiago Laiferth, Régis Resing, Tino Marcos, Mauro Naves…então por favor parem de falar bobagem…que Record transmitindo jogo que nada..não se iludam..isso não vai acontecer de jeito nenhum! Mesmo que tivesse uma remota chance de acontecer, a CBF não deixaria, pois isso acarretaria em problemas inclusive para a Seleção Brasileira! Sem falar que nossos jogadores exportação deixariam de aparecer na maior, mais popular e de maior audiência do Brasil…e isso acarretaria o que? Pensem um pouquinho! Vale lembrar nos direitos de imagem…vamos lá acordem!

    OBS: Não tenho nada contra as outras emissoras, somente penso que elas não estão preparadas para isso. Nem RECORD, nem BAND e nem REDE TV ou SBT.

  10. o corinthians assinou um contrato record com a globo valores jamais pagos para um time da america do sul… sendo que em paises como japão, uruguai, argentina e muitos outros serão transmitidos os jogos do timão

  11. Na verdade, essas coisas acontecem somente porque esse país mediocre é tão burrO, ingenuo e ignorante que só sabe enxergar em linha reta. Tudo o que se passa aqui é o reflexo de um povo fracassado, qual é o time de maior torcida? Qual a emissora de maior audiencia? O que eles tem em comum? Ambos são uma vergonha para qualquer nação, vivem somente de enganação e mentiras, porém mesmo assim estão no topo da lista dos populares aqui. Resumindo, um país como esse merece ter essa cultura de merda, vivam e morram sendo manipulados e acreditando no que dizem porque vocês merecem.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top