skip to Main Content
26 de fevereiro de 2020 | 06:11 am

ALHOS COM BUGALHOS

Tempo de leitura: < 1 minuto

A Secretaria de Saúde de Itabuna fez vazar documento que atestaria a “produtividade” do Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães (Hblem). Este blog espera documento que ateste o grau de resolubilidade (resolutividade) do hospital.

Os números (veja aqui no Políticos) indicam que a unidade é a segunda no sul e sudoeste baianos em internações (AIHs), perdendo apenas para um hospital público de Vitória da Conquista. O Hblem, no entanto, é o maior hospital público do sul e sudoeste do estado.

Agora, ao que interessa: não é segredo que o Hblem, por deficiências de gestão nos últimos anos, teve um acelerado processo de sucateamento de equipamentos e estrutura que resulta, semanalmente, em 15 a 20 mortes que poderiam ser evitadas, segundo médicos que atendem no Hospital de Base.

Então, não basta ter apenas produtividade em AIHs – e como sai o paciente, vivo ou morto? Tem que se ter alto poder de resolutividade – que, em outras palavras, significa vida ou morte para uma unidade referência em urgência e emergência. Ou seja, os números evidenciam cada vez mais o que está na cara de todos: o problema do Hblem não é de recurso, mas de gestão. Há um esforço agora para melhorá-lo. Basta saber se este ocorre na intensidade necessária.

Esta publicação possui 0 comentários
  1. De facto tem uns médicos lá que falam muito mal, do HBELEM!Acredito que hoje tenha Direçao tanto médica como administrativa que estao comprometido com o nosocômio!mas….. o que se fala mesmo ´e sobre coisas do passado ( recente) que ainda persistem vários fantasmas assustando os atuais diretores. XÔ !ladinos!

  2. GENTE!!!!!!!!!!!!!!!!

    ESSE MENINO, MAURICIO ATAYDE QUE OUTRO DIA ERA APENAS OFF BOY DA EMPREITERA DE ACLES(HARABELO CONSTRUTORA)…..É AGORA DECLARADO INIMIGO DO SERVIDOR PUBLICO.

    NÓS ERAMOS FELIZES COM O SARGENTÃO GILSOM E NÃO SABIAMOS.RSRSRS

    FICAMOS ENTRE O DEMO E O SATANÁS……VAI DE RETO.

  3. O mesmo problema da Santa Casa de Itabuna, problema de Gestão
    no de base, teve Gestor/Provedor dono de Hotel que fez uma compra de lençol para o Hospital que colocando todos os lençois
    que apareceu na nota fiscal e estendendo um do lado do outro daria pra dar umas 3 voltas ao mundo rsrs, é brincadeira??, e ninguém disse nada, dizem que ele responde por improbidade administrativa, apropiação indébita, dará em nada,
    gostaria de ver o MP fazendo o mesmo com o “Provedor” da santa casa de Itabuna.

  4. Olha Pimenta, sabemos que saúde é coisa séria pois está ligada diretamente com o bem-estar das pessoas, mas em Itabuna a realidade não é essa.Esse Hospital, com sua excelente estrutura física e seu excelente corpo clínico tem que ser administrado pelo Estado, pois o Governador Jaques wagner e seu secretário de saúde Jorge Solla tratam do assunto com o maior carinho do mundo.Veja quantos hospitais novos, quantas UPAS implantadas, contratação de profissionais concursados etc.Temos como exemplo o Hospital Geral Luiz Viana Filho que tem prestado um importante atendimento à popuação.

  5. Já se nota uma leve melhora nas condições de trabalho depois da mudança na presidencia do HBLEM. Alem do clima da instituição ser outro. Agora o presidente investe a energia em problemas reais do hospital e não como FOFOCA como o seu antecessor.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Back To Top