skip to Main Content
27 de fevereiro de 2021 | 10:00 am

E AGORA, MAGELA?

Tempo de leitura: 2 minutos

Magela: favorável à perda da plena.

A presidenta do Conselho de Saúde de Itabuna, Maria das Graças Santos, lembra um fato curioso sobre a polêmica perda da gestão plena por parte do município, em 2008. Àquela época, um senhor teve peso preponderante para que o município ficasse sem a plena. Chama-se Geraldo Magela. A decisão foi importante e, diga-se, correta.

Quando o secretário de Saúde de Itabuna em 2008, Jesuíno Oliveira, argumentou que a quebra da gestão ocorria por questão política e não devido às irregularidades, Magela levantou-se e disse que não fazia parte do grupo político do governo estadual e mesmo assim era favorável à perda da plena.

Pois é. Hoje, o quadro da saúde em Itabuna em pouco difere daquele apresentado em 2008. O que mudou? Jesuíno foi defenestrado do cargo, dando lugar a Antônio Vieira. E este último abriu espaço para… Geraldo Magela.

Antes, Magela era secretário de Saúde de Teixeira de Freitas, cargo que o levou a integrar a Comissão Intergestores Bipartite (CIB). Hoje, Magela percorre gabinetes em Brasília e Salvador para que a cidade retorne à plena. Antes, percorreu os corredores do Hospital de Base de Itabuna e ficou sensibilizado a tal ponto de defender a quebra da gestão em mãos do município.

Fala a presidenta do Conselho de Saúde, Maria das Graças:

– De lá para cá, não houve mudanças no quadro da saúde de Itabuna. O atual secretário apresentou um plano de recuperação, mas o governo municipal já fez isso outras vezes. Assinou planos, compromissos, e nada cumpriu.

Esta publicação possui 0 comentários
  1. Foi um erro político muito grande de Itabuna não se juntar para defender a GESTÃO PLENA DE SAÚDE. Desacreditou nos seus valores e prevaleceu uma vontade politiqueira que prejudicou a todos. Por mais erros e desacertos que houvessem, a situação tinha que ser resolvida em casa e nunca ter sido entregue aos inimigos de nossa região. A realidade de hoje, é a prova maior. Fica agora Itabuna, uma cidade importante, que teve forças para sobreviver na TSUMAMI que foi a crise do Cacau, se humilhamndo e se arrastando, para ter de volta o que nunca deveria ter perdido.
    Perguntar não ofende: Quem saiu ganhando com isso?

  2. Zelão diz: – Enquanto isso, lá em Teixeira?

    Teixeira de Freitas não fica assim tão longe, para que se tenha informações sobre a “verdadeira atuação” de Geraldo Magela, à frente da Secretária de saúde daquele município.

    Qual teria sido a verdadeira “ligação” entre o deputado Augusto Castro e o “QI” que levou Magela a assumir a secretária de saúde em Itabuna?

    pelas declarações da presidenta do Conselho Municipal de Saúde de Itabuna, Maria das Graças Santos, as opiniões de Magela, parecem ser “oportunistas,” o que; se verdadeiras, podem revelar “fraqueza de carater” que se apresenta conforme a dança do seu interesse pessoal. E, para tal comportamento não existe remédio.

  3. A presidente esquece que ela , pensando que o PT ganharia as eleições municipais foi a maior articuladora para a retirada da plena, só agora conhecemos o seu real interesse, e quanto a pergunta, O Magela cumpriu o seu papel ja que na época o seu município ia muitos bem na saúde.Em nenhuma momento falou que foi errado a perda da plena, e se esta tendo a oportunidade de ajudar o municipio,é bem vindo e temos a certeza que conseguirá, apesar do conselho ja demonstrar mais uma vez que não esta do lado de Itabuna,quer estadualizar o Base, o não retorno da Plena e o próximo Passo com certeza é a se possível ESTADUALIZAÇÃO DO CONSELHO DE SAÚDE,Ô SAUDADE DE DR. jAIME CÉSAR.

  4. Esse ewerton almeida é sem noção o municipio não está respondendo com responsabilidade a basica, imagine se tivesse com o dinheiro da plena na mão. e os inimigos de Itabuna que ele fala é que esta colocando dinheiro na saude de Itabuna, como pode ser isso? isso que é inversão de valores: Itabuna não coloca o dinheiro devido na saude e é amigo, o estado esta colocando 100% a mais é inimigo. e depois fala em politicagem…

  5. Capitão Azevedo, abra as contas da secretária de “saúde” via portal WEB, com todas as receitas, despesas e quantidade de funcionários e valor pago a cada um deles de médico a zelador. O dinheiro é um bem publico, se o senhor tem realmente compromisso com o povo de Itabuna realize esse feito.

  6. Eu queria perguntar ao “Sr.Pimenta” quem é o conselho municipal de saúde, quem é a Sra. Graça, presidente ou presidenta como quera de um conselho que se quer tem a dignidade de permitir que os deficientes possam participar desse tal conselho.
    Quem representa os deficientes nesse conselho comandado poela Sra. Graça?
    Cade a AGP que ainda não fez um manifesto na porta desse conselho que exclui os deficietes, chamou a televisão pra mostrar sd maselas desse conselho, da Sra. Graça. AGP abra olho…

  7. É MUITO TRISTE ESSA SITUAÇÃO QUE JÁ SE PASSARAM DOIS ANOS,E A POPULAÇÃO CARENTE SOFRENDO BASTANTE.O DISCURSO É O MESMO PARECE UM CD FURADO E NADA DE SOLUÇÃO.O MAGELA TEM QUE SABER QUE O GOVERNO NÃO PODE MANDAR MAS DINHEIRO SEM SABER PRA ONDE ESTAR INDO. TEM MUITA GENTE QUE NÃO FAZ NADA E GANHA MUITO NESTE HOSPITAL.TEM QUE ESTADUALIZAR SIM PARA QUE MELHORE O ATENDIMENTO PRA TODOS..

  8. ATÉ HOJE AS PESSOAS QUE ASSUMIRAM ESSA PASTA DA SAÚDE EM ITABUNA, SÓ TIVERAM INTERESSES POLÍTICO-FINANCEIROS. A SITUAÇÃO DA SAÚDE DE ITABUNA PODE SER VISTA EM QUALQUER HOSPITAL, SEM MUITA CONVERSA, A POPULAÇÃO MAIS CARENTE, COMO SEMPRE, PAGA A CONTA E NÃO LEVA O PRODUTO. ESSE CONSELHO DE SAÚDE ESTÁ MUITO POLÍTICO, TEM QUE VER O QUE É MELHOR PARA CIDADE NO MOMENTO, SEM POLITICAGEM. TEM QUE TER TRANSPARÊNCIA, SE A SECRETARIA RECOMEÇAR COM OS DESVIOS TEMOS O CONSELHO MUNICIPAL DE SAÚDE PARA VERIFICAR E ACIONAR O MP. SE NÃO FOR ASSIM PRA QUE NECESSITAMOS DE UM CMS. DE PALPITES POLÍTICOS ESTAMOS CHEIOS, SENHORA PRESIDENTE, QUEREMOS SOLUÇÕES. ENQUANTO VCS FICAM DEBATENDO A QUESTÃO POLÍTICA, O POBRE QUE DEVERIA SER O MAIOR BENEFICIADO, CONTINUA MORRENDO À MÌNGUA NOS CORREDORES DO HBLEM E SÃO LUCAS. COMO É QUE TEMOS UMA SANTA CASA EM ITABUNA QUE ATENDE POBRE SEPARADO DE RICOS. O CMS DEVERIA TOMAR AS SUAS PRÓPRIAS RÉDEAS E CUMRPIR COM O FUNDAMENTO DA SUA CRIAÇÃO. DE FISCALIZADORES QUE NÃO FISCALIZAM JÁ TEMOS A CÂMARA MUNICIPAL, ENVOLVIDA EM ESCÂNDALOS E ESCÂNDALOS.

  9. Infelizmente a população de Itabuna pouco conhece sobre o Controle Social. As pessoas que não sabem o que é este meio de participação popular. Não tenho procuração para defender ningúem, porem na época de Dr. Jaime ninguém nem sabia que o Conselho existia e os representantes da comunidade eram indicados pelo Prefeito e depois deste novo Conselho a eleição foi realizada nos bairros. Eu não suporto o PT, acho oportunista, só que eu participo sempre das reuniões e nunca vi tratar de coisas políticas nas reuniões. Quem faz estes comentários deveria participar e ver o que está acontecendo para depois falar.

  10. A saúde de Itabuna tem que ter nomes decentes e comprometidos com a população. Por que não trazer de volta o Dr. Paulo Bicalho, Dr. Jaime Cesar, Dr. Afonso Malta e outros que alavancaram e mostraram um bom trabalho. O HBLEM tem que ser estadualizado o mais urgente possível. Um recadinho para a turma do Conselho Municipal de Saúde: Procurem trabalhar um pouco mais pensando na COLETIVIDADE e deixem de ser INDIVIDUALISTAS e PARTIDÁRIOS, e verão como tudo vai melhorar para todos. Obrigado

  11. O CONSELHO DE SAUDE É E FOI O PRINCIPAL RESPONSAVEL PELA PERDA DA GESTÃO PLENA DE ITABUNA,PORQUE AGIRAM POLITICAMENTE EM FAVOR DO PT E AÍ FIZERAM DE TUDO PRA DESGRAÇAR A GESTÃO DO SECRETARIO JESUINO QUE FOI MACULADO DE TUDO QUE ERA RUIM, SE A PESSOA ERA RUIM E TUDO MUDOU COM AZEVEDO, PORQUE OS DOIS SECRETÁRIOS QUE SUCEDERAM JESUINO NADA RESOLVERAM, A SAUDE SÓ PIOROU, A VERDADE PRECISA SER DITA, SÃO DOIS ANOS E DOIS MESES DE SAUDE RUIM E MUITO MAIS SUCATEEADA DO QUE NO TEMPO DO FERNANDO GOMES, NAO TOU AQUI PRA DEFENDER NINGUEM E MUITO ORGÃO DE CLASSE,MAS O QUE FOI QUE O CONSELHO DE SAUDE FEZ, NADA PRA AJUDAR ITABUNA, AGIRAM PARTIDARIAMENTE E FAZEM ATE HOJE, PORQUE ELES TEM INTERESSE EM CARGOS NO HOSPITAL DE BASE, O MEGELA VOTOU CONTRA COM O APOIO DO CONSELHO DE SAUDE DE ITABUNA, ELES QUERIAM A PERDA DA GESTÃO PARA OBTER FRUTOS POLITICOS E NAO VÃO PARAR ENQUANTO NAO CONSEGUIREM.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top