skip to Main Content
22 de fevereiro de 2020 | 03:05 am

A QUEDA DE JÔ SOARES

Tempo de leitura: < 1 minuto

Eis o vídeo pescado no Youtube com a queda do apresentador Jô Soares. Ele entrevistava Antonio Tabet, do site Kibeloco, quando começou a fazer piadinha sobre a cadeira que usava…. Desabou!

TRAPALHADA NO COMBATE À DENGUE

Tempo de leitura: < 1 minuto

Sandovaldo Menezes, coordenador de combate a endemias (dengue) em Itabuna, chegou à conclusão de que o larvicida usado no município não está tendo o efeito esperado no combate ao Aedes aegypti. Nesta semana, Sandovaldo foi à Sétima Dires solicitar a substituição do Diflubenzuron pelo Temephos.

Ironias à parte, Sandovaldo dizia que o antigo larvicida – Temephos – não possuía ação eficaz no combate à dengue e pediu a substituição pelo Diflubenzuron. Chegou até a afirmar que resolveria os casos de dengue em Itabuna num prazo de oito semanas (mágico?) com o novo larvicida. Não foi o que aconteceu e a cidade voltou a registrar índices altíssimos de infestação predial de larvas do mosquito transmissor da doença, alcançando inaceitáveis 14,72%.

Sandovaldo, então, foi pedir socorro.

UMA GRANDE PERDA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Paulo Celso Souza Brito, 65, ex-ceplaqueano e funcionário da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) se foi no último sábado, 19, vítima de infarto.

Deixou tristes familiares, amigos e uma legião de fãs na própria universidade e na Ceplac, por onde atuou também na área de comunicação.

Desde 1997, Paulinho trabalhava na área de audiovisual do auditório do centro de arte e cultura da Uesc.

“MAGELA QUER DESQUALIFICAR O CONSELHO DE SAÚDE”

Tempo de leitura: 2 minutos

Maria das Graças defende bom senso.

A presidenta do Conselho Municipal de Saúde, Maria das Graças Souza, voltou a repetir que o órgão de fiscalização está sofrendo grande pressão para que atropele procedimentos e aprove – na tora – o retorno da gestão de R$ 90 milhões da alta e média complexidade para as mãos da prefeitura. A pressão parte, essencialmente, do novato secretário de Saúde de Itabuna, Geraldo Magela.

Ela rebate o argumento do secretário e de membros do governo de que o conselho de saúde está boicotando o município. “Não há boicote, o que há é bom senso. Querem a gestão dos recursos da alta e média complexidade sem nem antes resolver a rede básica, o atendimento nos postos de saúde”, diz ela.

Graça, que no início de sua atuação era paparicada pelo prefeito Capitão Azevedo, diz não entender o que está por trás dessa atuação do secretário, “que está em Itabuna há dois meses” e quer fazer as coisas de qualquer jeito. Segundo a presidenta, quem tentou convocar a reunião para amanhã, às 8h30min, foi o secretário Magela. “Ele está errado, pois quem convoca – e aprova – reunião é a plenária do conselho”.

O que ficou decidido na reunião de ontem do Conselho, reforça Graça, foi uma visita aos postos de saúde e outros equipamentos da rede básica de Saúde. A ideia, observa a presidenta, é ver as deficiências e sugerir as correções. “A partir do momento que organizarmos a rede básica, que é responsabilidade do município, podemos discutir o retorno do comando único do SUS para as mãos da prefeitura”.

Graça cobra bom senso do governo e lembra que o Conselho de Saúde é o espelho da sociedade e está representado por diversos segmentos. Ela diz não entender o que está por trás de toda a manobra engendrada no gabinete do secretário de Saúde. Para ela, o governo quer desqualificar o trabalho de controle social exercido pelo Conselho.

Bom senso, repete, é o que deverá permear as discussões para que Itabuna não sofra com decisões atropeladas, sem planejamento, apenas para ter a gestão de recursos milionários.

VINDO DE LÁ DO EXTREMO-SUL…

Tempo de leitura: < 1 minuto

De uma hora para outra, empresas da área de remédios e equipamentos médico-odontológicos passaram a enxergar Itabuna como uma chance promissora de ótimos negócio$.

Quem será que está estimulando (e ganhando com) estes negócios?

Perguntar não ofende.

OBRAS DO DPT DE ILHÉUS PARALISADAS HÁ QUASE UM ANO

Tempo de leitura: 2 minutos

Obras do DPT: há uma grande cabeça de jegue enterrada ali...

Nem parece que Ilhéus possui prefeito, vereadores ou deputada. Do contrário, talvez as obras de construção do Departamento de Polícia Técnica (DPT) já tivessem saído do papel – de fato – e aliviado a situação de famílias que perdem entes tanto no município como na região atendida pela 7ª Coordenadora de Polícia do Interior (Corpin), sediada em Ilhéus.

O DPT da Terra de Gabriela começou a ser construído por uma empreiteira que faliu e o Estado não deu conta dos procedimentos burocráticos para que a obra não sofresse paralisação por tanto tempo. À leniência do governo Jaques Wagner, o leitor pode somar a falta de iniciativa dos políticos ilheenses. A toda e qualquer morte violenta que ocorra em Ilhéus o corpo da vítima precisa ser levado para o DPT de Itabuna, para passar por necropsia.

Trata-se de uma via-crúcis em que a maioria das famílias não tem direito nem a velar o corpo do pai, irmão, filho ou parente. Primeiro, o corpo leva até um dia para ser encaminhado a Itabuna, onde se aguarda mais outro período para o trabalho dos legistas e, depois, liberação para sepultamento.

Quem cobre plantões policiais ou acompanha um drama desses profissionalmente não tem como não se comover com o drama dessas famílias. E ficar indignado com esse descaso absurdo dos políticos locais e do governo baiano. Para completar, 42% das necropsias feitas no sucateado, esquecido DPT de Itabuna são encaminhadas pela regional de Ilhéus.

E um lembrete: se os mortos não dão voto, pensem nos vivos que ficam – e votam.

CASO DE HOMOFOBIA NO “INFERNINHO DA UESC” GERA PROTESTO DE UNIVERSITÁRIOS

Tempo de leitura: < 1 minuto

A discriminação de um espaço de eventos a dois universitários homossexuais acabou mobilizando a comunidade acadêmica, que realiza manifestação contra a homofobia, amanhã, às 17h, na Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc).

Dois alunos do curso de Ciências Sociais, de 26 e 19 anos de idade, estavam no “Inferninho da Uesc”, na última sexta-feira (18), e foram obrigados a deixar o estabelecimento quando começaram a se beijar.

O dono do “Inferninho” teria dito que ali não era ambiente para casais gays. O espaço de eventos está situado em frente à instituição de ensino superior e virou point de universitários. O comerciante não foi encontrado para comentar a acusação.

O casal interpretou a atitude como homofóbica, embora, por opção, não tenha recorrido à polícia nem à Justiça para denunciar o caso. “Nosso grito será sempre pela criminalização da homofobia, pela liberdade de expressão homoafetiva”, afirma Janrryer Mota, colega do casal alvo da atitude discriminatória.

Janrryer disse não entender o porquê da discriminação do dono do estabelecimento se, no mesmo instante, vários casais heteros também se abraçavam e beijavam. “Por que esse amor não é aceito?”, questiona. O ato de protesto será no campus da Uesc, em frente ao “Inferninho”, com concentração no CEU.

CENÁRIO ELEITORAL EM ILHÉUS

Tempo de leitura: < 1 minuto

Pesquisa feita há menos de dez dias em Ilhéus, pela empresa Compasso, deixa o cenário totalmente aberto quando os eleitores são questionados sobre em quem pretendem votar para prefeito em 2012. Quando não lhe é apresentada uma lista, o ilheense fica simplesmente perdido.

Nada menos que 77,2% não sabem em quem votar, não responderam ou estão indecisos.

CARRO ROUBADO POR BANDIDOS PERTENCE A SECRETÁRIO DE SAÚDE DE ILHÉUS

Tempo de leitura: < 1 minuto

Jorge Arouca sofre assalto após plantão médico.

Arouca foi assaltado quando retornava de Santa Luzia para Ilhéus

EXCLUSIVO

O Pálio Weekend que capotou há pouco na BR-101 (confira abaixo) pertence ao secretário de Saúde de Ilhéus, Jorge Arouca. Ele foi assaltado por volta do meio-dia, quando retornava para Ilhéus após dar plantão médico em Santa Luzia.

Os bandidos abordaram o médico numa estrada de chão que liga Ilhéus a Arataca. Além do carro de Arouca, os assaltantes também levaram celular, documentos e dinheiro.

Os ladrões deixaram o secretário de Saúde na estrada de chão e pegaram a BR-101, mas não contavam com um protesto que interditou a BR-101 em São José da Vitória.

A polícia rodoviária federal foi informada do roubo do carro e ao avistar o veículo iniciou a perseguição. O carro acabou capotando nas proximidades da Curva do Casemiro, entre São José da Vitória e Buerarema, e os ladrões fugiram pela mata. Até há pouco, nenhum dos bandidos havia sido capturado pela polícia.

Um caminhão-guincho foi acionado para resgatar o Pálio Weekend. A polícia rodoviária federal já confirmou que o veículo pertence ao secretário ilheense. O PIMENTA conseguiu falar há pouco com assessores de Jorge Arouca. O secretário não sofreu agressão durante o assalto e passa bem.

BANDIDOS ROUBAM CARRO E CAPOTAM EM FUGA NA BR-101

Tempo de leitura: < 1 minuto

Um trecho da BR-101 entre os municípios de Buerarema e São José da Vitória ficou parcialmente interditado neste início de tarde com o capotamento de uma perua Fiat Pálio Weekend. O carro foi tomado em assalto e agentes da Polícia Rodoviária Federal iniciaram a perseguição aos bandidos.

De acordo com as primeiras informações, o Pálio Weekend acabou capotando próximo à Curva do Casemiro. Até há pouco, havia três viaturas da polícia rodoviária no local. Os bandidos conseguiram fugir pelo matagal. A informação foi confirmada pela PRF, que ainda espera concluir a operação para fornecer mais detalhes.

Back To Top