skip to Main Content
11 de julho de 2020 | 09:23 pm

EXAME DE PRÓSTATA

Tempo de leitura: 2 minutos

Marival Guedes | marivalguedes@yahoo.com.br

Tempos depois, retornou para pedir desculpas por que seu melhor amigo havia morrido de câncer na próstata. Abraçou o médico e chorou. Júlio Brito também não se conteve.

Um cartunista escreveu que se fosse obrigado a ser politicamente correto na profissão, entraria na clandestinidade. É assim. Grande parte das piadas são discriminatórias com relação à raça, etnia, gênero e opção sexual. Neste último item, incluem-se as piadas sobre o exame de próstata.

Lembro-me que a revista Bundas elegeu “O Macho do Ano” o médico que teve a coragem de fazer o exame no então senador Antônio Carlos Magalhães. Ao lado do texto, uma charge com ACM posicionado corretamente para ser examinado.

O jornalista Ramiro Aquino assistia a um show de Renato Piaba e em determinado momento foi questionado sobre o exame. Ramiro respondeu que há anos consecutivos vai ao urologista com este objetivo. Piaba exclamou que Ramiro havia gostado da experiência e passou a fazer outras brincadeiras similares. Ramiro, que estava ao lado da esposa, Nadja Aquino, nada respondeu. Nem sorriu.

Dias depois na Feijoada do Tarik, César Mazzoni e Rogério Santos, respectivamente, à época, diretor e chefe de jornalismo da TV Santa Cruz, chamaram Piaba e Ramiro para as apresentações. Ramiro, pessoa sempre gentil, surpreendeu ao falar com firmeza: “não tenho prazer algum em lhe conhecer”.

Foi um constrangimento geral. O jornalista explicou que a fala do humorista tem grande repercussão e que ele, ao invés de contar aquele tipo de piada, deveria contribuir para a campanha do exame de próstata.

O urologista Júlio Brito conta que um senhor da área rural que foi ao consultório, fez o maior escândalo quando soube como é realizado o exame, se recusou e foi embora . Tempos depois, retornou para pedir desculpas por que seu melhor amigo havia morrido de câncer na próstata. Abraçou o médico e chorou. Júlio Brito também não se conteve.

Lembro-me também que, há poucos dias, Emilio Gusmão fez uma brincadeira sobre o assunto com o secretário Carlos Freitas. Foi censurado por um juiz. Se a brincadeira foi politicamente incorreta, pior é a censura. Precedente perigoso.

Encerro falando sobre o repórter JB quando trabalhava na TV Cabrália. Ele foi se submeter ao exame e quando retornou ao trabalho vários colegas aguardavam-lhe no estúdio para as piadas de sempre. JB entrou com seriedade e reclamou: “Foi muito rápido, pedi ao médico que fizesse de novo para evitar dúvidas, mas ele se recusou. Estou decepcionado.”

Marival Guedes é jornalista e escreve no PIMENTA às sextas.

Esta publicação possui 0 comentários
  1. Meus parabéns a Ramiro Aquino. Como profissional de saúde que trabalha em Oncologia, infelizmente vejo muitos homens sofrendo com câncer de próstata. E o pior, depois que a doença é descoberta, todos os exames deixados de fazer serão feitos num curto intervalo de tempo e com maior sofrimento ainda. Não fazer o exame preventivo é participar de roleta russa.

  2. Parabéns.É sempre oportuno tratar deste assunto, porque ainda são muito poucos os esclarecimentos aos inveterados “machões” que vemos serem consumidos pelo câncer, mas aproveito o espaço para reclamar da ausência dos profissionais especializados em urologia na rede publica de saúde.
    Fui examinado ha dois anos, fiz os exames de PSA e ultassonografia e não mais consegui retornar ao tão escasso Urologista.

  3. Despropositada a reação de Ramiro. Acho que o que motivou a reação grosseira foi mais um sentimento de quebra da aura de homem sério que ele quer manter, que a piada do humorista.

    Coisas da terra de ex-coronéis. Campanhas preventivas devem ser feitas por governos.

  4. O exame de próstata deve ser feito todos os anos a partir dos 40 anos de idade, especialmente quando há história familiar desse tipo de câncer.Alguns profissionais de comunicação deveriam contribuir para que o exame de próstata fosse tratado como um exame simples e ñ motivo de chacota. Meus parabéns a Ramiro Aquino essa doença tem que ser tratada com seriedade.

  5. Esses tais humoristas que se enveredam pelo caminho de ridicularizar a platéia para parecerem divertidos estarão sujeitos a reações bem piores de outras pessoas. Humoristas de qualidade estão por aí pelo Brasil a mostrar como se faz humor de verdade. Penso que Ramiro Aquino foi até cortês e nada mais fez do que agir com sinceridade e consequentemente ficar de alma lavada e em paz consigo mesmo. Bem melhor do que entrar no esquema de falsidade da nossa querida sociedade e cumprimentar o indivíduo com sorriso amarelo e palavras amáveis mas não se sentir bem. O mundo precisa de mais pessoas assim, que digam as coisas na cara.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top