skip to Main Content
4 de março de 2021 | 06:51 am

SEGUNDO COMERCIÁRIOS, MOVIMENTO ESTUDANTIL NÃO SE OPÔS AO REAJUSTE DAS PASSAGENS

Tempo de leitura: < 1 minuto

Em nota enviada ao PIMENTA, o Sindicato dos Comerciários de Itabuna, comandado pelo PCdoB, afirma que a entidade fez parte de um acordo firmado dentro do Conselho Municipal de Transportes em 2009, pelo qual não seria concedido reajuste da tarifa do transporte coletivo no ano seguinte, postergando-se o aumento para 2011.

“Foi o acordo possível naquele momento para conter a ganância por lucro dos empresários de transportes coletivos de Itabuna num intervalo de dois anos e tranquilizar a população”, esclarece a nota. O acordo foi aprovado pela unanimidade dos membros do conselho, inclusive pela representação estudantil.

A nota informa que “o DCE da Uesc e o movimento estudantil secundarista têm assento no Conselho Municipal de Transportes e não se opuseram ao referido acordo, à época” (confirmado o diagnóstico da bipoloridade).

Ainda segundo o esclarecimento encaminhado ao blog, “o Sindicato dos Comerciários defende com intransigência a melhoria do transporte coletivo em Itabuna e, dentro do Conselho, tem cobrado a realização de uma nova licitação para que outras empresas possam oferecer melhores serviços, além de renovação da frota, o que não acontece há muito tempo”.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top