skip to Main Content
6 de maio de 2021 | 04:49 am

DEPUTADA E JUIZ CENSURAM BLOG ILHEENSE

Tempo de leitura: < 1 minuto

A deputada estadual Ângela Sousa (PSC) conseguiu, por via judicial e em segunda tentativa, censurar o Blog do Gusmão. O site foi obrigado a retirar postagens que tratavam das suspeitas de gatunagem e desvios de dinheiro da Secretaria de Ação Social, quando era comandada por Augusto Macedo, ex-assessor de gabinete da parlamentar.
Ângela havia ingressado com ação no Juizado Especial Cível no ano passado, mas a juíza Raquel François negou o pedido, alegando atentado à liberdade de imprensa e livre manifestação de pensamento. A deputada estadual decidiu entrar com a mesma ação na 3ª Vara Cível. O juiz Jorge Luiz Dias Ferreira entendeu diferente da colega do Juizado Especial e obrigou o blog a retirar três postagens que relacionavam apontavam suspeitas dos desvios de dinheiro na Secretaria de Ação Social para a campanha da deputada.
Editor do blog, Emílio Gusmão disse que retirou as postagens, mas seus advogados já recorreram ao Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA). No primeiro semestre deste ano, o mesmo juiz Jorge Luiz Dias Ferreira já havia imposto censura ao Blog do Gusmão, em processo movido pelo secretário de Serviços Públicos de Ilhéus, Carlos Freitas. A decisão do juiz ilheense foi cassada pelo TJ-BA em decisão da desembargadora Ilza Maria da Anunciação (relembre aqui).

Esta publicação possui 0 comentários
  1. estamos vivendo o retrato da ditadura camuflada no brasil o magistrado brasileiro não-se deu conta de que o salario deles é pago com o dinheiro do povo por tanto eles são nossos empregados a falta de respeito que a elite brasileira tem com o povo e a liberdade de imprensa não é brincadeira a malandragem do magistrado brasileiro e dos políticos chega a ser gritante são uns verdadeiros bandidos consegue manobras escabrosas que pais é este? é a porra do brasil1!

  2. Seu Pimenta, o interessante é que houve muito desvio de recursos, inclusive foi aberta uma auditoria que foi abafada em troca do cargo de Controlador Geral do Municipio, que foi dado ao pau mandado de Marão o Sr. Pedro Sanches,responsavel pela auditoria na secretaria do vice prefeito Mario Alexandre, e não houve qualquer manifestação da justiça até o momento.Fazer o errado pode. Apontar o autor é ilegal?????

  3. ôxente, cadê o meu comentário, foi censurado? (…) censurar comentários que não agradam aos blogs…pode…ahahahahaha vcs não me enganmam………..
    Da Redação: Até publicaríamos o comentário anterior se o senhor, veemente nas palavras, usasse nome ou, pelo menos, email verdadeiro. Mas o senhor preferiu “observar” atrás da moita, à espreita…

  4. condordo com o observador: só vcs podem censurar. justiça e politicos não? quando não censuram dão a ultima palavra com um rodapé da redação. esses espaços não são democraticos? todos temos o mesmo direito de expressão. lembrando que a liberdade trás junto a responsabilidade pelo que falamos, isso para todos e inclui-se ai o Gusmão que persegue a deputada de Ilhéus. quando não tem o que falar colocar caricaturas ridicularizando a mulher e associando ela a qualquer indicio de corrupção em Ilhéus>

  5. Que nada, tenho mandado outros comentários e vcs publicam. Esse CENSURADO é pq não interessava pra vcs. É A HIPOCRISIA batendo forte, o que não é novidade no nosso universo tupiniquim.

  6. Esse é o tal “Direito”, que um juiz acha que é assim e outro acha que é assado, e que mantém decisões no mesmo sentido mesmo que já tenham decisões de tribunais superiores em matéria semelhante alegando contrário. Pelo visto este juiz quase sempre irá julgar procedente ações para censurar blogs. Quem se sentir ofendido por blogs em Ilhéus então, que consiga, pelo jeitinho brasileiro, “distribuir” o seu processo para cair da vara deste douto Juiz, que provavelmente seu pedido será julgado procedente. Não vai ser bem uma decisão definitiva, já que acaba caindo nas instâncias superiores, que ainda parecem mais sensatas. Mas serve para atazanar a vida do blogueiro.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top