skip to Main Content
20 de fevereiro de 2020 | 04:38 am

TIROTEIOS E MORTE EM OLIVENÇA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Moradores de Olivença pedem providências para que se melhore o sistema de segurança pública no balneário ilheense. O último final de semana registrou tiroteios, um deles ontem à noite, e ainda hoje um homem foi assassinado em plena praça pública.
Os nativos veem as autoridades fechando olhos e ouvidos para o balneário, onde vivem milhares de pessoas e é conhecido pelas belezas naturais que atraem milhares de turistas na alta estação.

DEFICIENTE RELATA CENAS DE CONSTRANGIMENTO

Tempo de leitura: 2 minutos

Aos amigos desse blog, quero aqui relatar o ocorrido nessa manhã de segunda-feira (11). Ao sairmos  de nossa casa para trabalhar, eu e meu esposo, Pimentel, fomos para o ponto de ônibus para pegar um transporte alternativo que faz linha Itabuna-Buerarema.
Como não apareceu nenhum desses transportes que fazem lotação, e nós temos horário para trabalhar, nos dirigimos até o coletivo da Rota. Ao chegarmos à porta do ônibus, fomos abordados pelo motorista que falou que a empresa o orientou a nos cobrar passagem. Pimentel respondeu ao motorista que ele ficasse tranquilo.
Quando eu fui subir no coletivo, o motorista me segurou pelo braço pra que eu não entrasse. Perguntei se ele iria me impedir de entrar no carro. Ele me soltou e nós entramos, sentamos e ficamos esperando que todos os passageiros passassem, pois nós sempre viajamos na frente. Então, deixamos para pagar as nossas passagens quando o cobrador se desocupasse.
Nesse tempo, o motorista já acionava a garagem e a Polícia Militar. Quero aqui deixar claro que, em nenhum momento, nós dissemos que não iríamos pagar passagem, pois entendemos que enquanto não sair o resultado da ação na Justiça, iremos pagar a tarifa. E até estamos tentando evitar viajar nesses transportes da empresa para não haver nenhum tipo de desentendimento com motoristas e cobradores que  sempre fazem comentários e perguntas referentes ao processo judicial.
Continuando, fomos levados pra delegacia enquanto os outros passageiros seguiram em outro ônibus. Ao chegarmos lá, acompanhados pela PM, que cumpriu seu papel de forma muito respeitosa, inclusive nos auxiliando no deslocamento até o Complexo, fomos levados até o escrivão que anotou algumas informações e logo após anotou também as informações dadas pelo motorista da Rota. Ficamos algum tempo por lá, aguardando a delegada que, segundo o escrivão, não iria ouvir nenhuma das partes e acabou liberando todos os envolvidos.
Entendo aqui que há um certo despreparo por parte da polícia civil, pois entendo que a delegada deveria nos ouvir, até porque fomos levados e deixados lá num local que não nos é familiar. Ou seja, devido às nossas limitações, não são todos os locais que conseguimos nos locomover com facilidade.
Fica aqui minha indignação, pois nenhum passageiro é perguntado na entrada do ônibus se vai ou não pagar passagem, e pelo que entendo quem cobra passagem é o cobrador, e não motorista. Mas a Rota não perde por esperar. A empresa tem dinheiro e, nós, dignidade! Não estamos pedindo nada, simplesmente que seja cumprida a lei. Lei já regulamentada pela maioria dos estados brasileiros. Por fim quero lembrar que as linhas que estamos reivindicando são linhas de transportes semiurbanos.
Ana Lúcia da Hora é deficiente visual, pedagoga e cursa 8º semestre de psicologia.

ALVOROÇO NO PT DE CANAVIEIRAS

Tempo de leitura: < 1 minuto

Boa parte dos filiados ao PT de Canavieiras ficou sem entender a decisão tomada pelo deputado Geraldo Simões com relação ao processo sucessório local. Sem considerar a existência de um pré-candidato do partido, o parlamentar declarou apoio ao “Dr. Juarez”, político do PSB.
A manifestação ocorreu neste domingo, 10, com direito a almoço oferecido a GS pelo contemplado. Logicamente, os petistas de Canes não receberam convite.

PROJETO CRIA PLEBISCITO SOBRE UNIÃO CIVIL GAY

Tempo de leitura: < 1 minuto

Um projeto de decreto legislativo (PDC) de autoria do deputado federal paranaense André Zacharou (PMDB) prevê a convocação de plebiscito para votar a união civil entre pessoas do mesmo sexo.
Conforme a proposta, nas eleições seguintes à aprovação do PDC (em 2012 ou 2014), os eleitores deverão responder à seguinte pergunta: “Você é a favor ou contra a união civil de pessoas do mesmo sexo?”.
O resultado do plebiscito, conforme a proposta, servirá de base para a aprovação imediata de uma lei que vai liberar ou proibir esse tipo de união.
Em maio deste ano, a união entre pessoas do mesmo sexo foi reconhecida legalmente pelo Supremo Tribunal Federal (STF), em decisão unânime. Com isso, passaram a ser aplicadas a esse tipo de relação as mesmas regras da união estável heterossexual, previstas no Código Civil.
Zacharow argumenta que se trata de uma questão polêmica, que tem suscitado violência verbal e física. Para ele, a consulta popular é a única forma de acalmar os ânimos. “Todos deverão se curvar a vontade nacional a ser expressa no resultado do plebiscito”, disse. Informações da Agência Câmara.

WAGNER E A SUCESSÃO

Tempo de leitura: < 1 minuto

Marco Wense
O governador Jaques Wagner não vai deixar o processo sucessório correr de acordo com a vontade e o interesse das lideranças políticas locais.
Em Itabuna, por exemplo, o mandatário-mor da Bahia pretende ter uma conversa definitiva com o deputado Geraldo Simões, que insiste na candidatura de Juçara Feitosa.

Wagner quer Geraldo Simões como o candidato do PT na sucessão do prefeito Azevedo. O otimismo de Geraldo com o nome da ex-primeira dama é impressionante.

Geraldo é um dos poucos petistas que acreditam na vitória de Juçara Feitosa.
PDT
O Partido Democrático Trabalhista, do inesquecível Leonel de Moura Brizola, continua na mesma: sem sede, sem telefone, sem reunião, sem comando, sem nada.
O deputado federal Félix Mendonça Júnior, eleito pela legenda com uma razoável votação em Itabuna, precisa tomar alguma atitude, sob pena do PDT virar um partidozinho sem nenhuma importância na sucessão municipal.
E por falar no PDT, vou colocar o meu nome como mais uma opção do partido para a disputa do Centro Administrativo Firmino Alves.
Marco Wense é articulista da Contudo.

CAMPEÃO INVICTO

Tempo de leitura: < 1 minuto

A pose para a posteridade: campeão invicto.

O Diário Bahia sagrou-se campeão invicto da competição que reuniu representantes das principais gráficas do sul da Bahia. O título foi decidido neste final de semana contra a Gráfica Mesquita. O DB venceu a partida por 2 a 0, gols de Robson e Dinho.
O time treinado por Benildo Melo e o auxiliar Matheus Vital, além do campeonato, também terminou a competição tendo o artilheiro (Robson) e goleiro menos vazado (Galego). O torneio envolveu ainda as gráficas Mais, JJ e Diário de Ilhéus.

LESSA AFIRMA QUE SUCESSO DO FESTIVAL DO CHOCOLATE FOI "ACIMA DO ESPERADO"

Tempo de leitura: 2 minutos

Lessa, da M21: resultados acima do esperado (Foto Milena Palladino).

Idealizador do Festival do Chocolate da Bahia, o publicitário Marcos Lessa apresentou os números do evento que caminha para consolidar-se nacionalmente.
O festival deste ano reuniu 48 expositores e dez marcas de chocolates finos, além de atrair público de mais de 20 mil pessoas em cinco dias de evento no centro de convenções Luís Eduardo Magalhães, em Ilhéus.
Como comparativo, na primeira edição do evento, em 2009, foram 26 expositores e três marcas de chocolates. O formato de 2011 atraiu interessados de vários regiões do país, alem de expandir a marca do chocolate sulbaiano para festivais e concursos de outras regiões brasileiras, a exemplo de Gramado (RS).

Profissional da Harald ministra curso sobre chocolate.

O publicitário define como “acima do esperado” os resultados obtidos na terceira edição do evento que reuniu marcas famosas no mundo e conseguiu projeção nacional com a cobertura de alguns dos principais veículos da imprensa brasileira e especializada.
O festival selecionou os melhores chocolates e amêndoas de cacau. Edmond Ganem, da região de Una (BA), sagrou-se vencedor no concurso Cacau Fino e Aromático. A categoria chocolate foi faturado pela Harald com chocolate produzido a partir de amêndoas da fazenda do produtor João Tavares, do sul da Bahia.
O festival organizado pela M21 teve apoio do PIMENTA e ofereceu, além de shows musicais com atrações do sul da Bahia e Nana Caymmi, também trouxe cursos, oficinas e palestras sobre a cadeia chocolateira.

ATRÁS DAS GRADES MESMO APÓS CUMPRIMENTO DA PENA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Segundo o presidente da subseção da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de Itabuna, Andirlei Nascimento, o presídio local mantém encarcerada muita gente que já encerrou o cumprimento da pena. Há casos,  de acordo com o presidente, de detentos que já deveriam estar soltos há pelo menos cinco meses.
Esse é um dos problemas que contribuem com a superlotação da penitenciária, projetada para abrigar 460 presos, mas que já tem o dobro dessa quantidade.
Para definir o presídio, Nascimento usa uma analogia conhecida: barril de pólvora. Já a vice-presidente local da OAB, Jurema Cintra, critica a ineficiência do sistema penal para recuperar os detentos. “Existem muitos presos com bom comportamento e que ainda não tiveram a progressão da pena”, afirma.

A PROLE CÍTRICA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Da coluna De rodapés e achados, assinada por Adylson Machado
O singular desenvolvimento patrimonial de um filho de político escancara uma nova forma de “laranja”: o família. Quando o povo observar o avanço de certos “herdeiros” que nunca trabalharam na vida e não tiveram herança, descobrirá que apenas se tratava desta nova classe social: o filho de político que está no poder.
De empreiteiras a restaurantes passando por consultorias. Apenas varia – o que difere uns dos outros – a dimensão da variação patrimonial, que em alguns casos chega a 86.000%, como no caso do filho de Alfredo Nascimento [ex-ministro dos Transportes].
No momento não recomendaríamos, para evitar decepções com alguns políticos locais, que lhes fosse olhada a evolução patrimonial da prole.
Leia mais

Back To Top