skip to Main Content
4 de abril de 2020 | 06:02 pm

ALELUIA, O GUIA TURÍSTICO

Tempo de leitura: < 1 minuto

José Carlos Aleluia, ex-deputado federal, ex-dirigente da Chesf e ex-candidato ao Senado da Bahia, não gostou nadinha de saber que o ex-presidente Lula limitou o roteiro da sua (a do petista, claro) visita à Bahia ao Hospital da Criança, em Feira, e à casa de Dona Canô, em Santo Amaro da Purificação.
Também concordamos com o novo guia turístico da praça.
Que tal um pulinho em Itabuna, Lula? Você (ops, ele não é mais presidente) poderia revisitar o ABC da Noite de Cabôco Alencar, o Bar de Valtinho no bairro Conceição e Zeca do Katikero, no Pontalzinho. Com estes roteiros, o ex-presidente da República ajudaria a expandir o turismo gastronômico na Costa do Cacau. De quebra, poderia dar um pulinho no restaurante de Valmir Neres, em Itajuípe, assessorado pelo prefeito de Itabuna, Capitão Azevedo (DEM), este um assíduo frequentador do estabelecimento à beira do lago…

Esta publicação possui 0 comentários
  1. Faltou recomendar ao Lula uma visita a uma fazenda de cacau infestada de vassoura-de-bruxa, cultura que foi destruída pelo mais vil e covarde crime que se cometeu nesta região…
    E que nunca recebeu uma única ação de apoio do governo do macunaímico Lula(fora as mentiras, é claro!)

  2. E Lula decesse no Aeroporto Tertuliano Guedes de Pinho. Após a ida ao Cabôclo, e KT Quero, precisasse de um soro e fosse ao Hospital de Base…Depois de curado, da indigestão, poderia aproveitar para fazer uma visita às crianças no CEMEPI e pudesse visitar os alunos do Divina Providência.
    Que bom se ele pudesse viver a Itabuna de Azevedo….!!!!

  3. Antonio Carlos Magalhães, mensalão, FHC, movimentos sociais .
    João Ubaldo Ribeiro e sua análise sobre ACM e FHC.
    Nos anos iniciais do governo Lula, ACM foi o entrevistado de Mário Kérstsz sobre o escândalo inicial daquilo que viria a ser, dias depois, o mensalão do PT. Chama atenção as declarações dele na ocasião, citando FHC. Segundo ele, FHC é um homem muito inteligente e que, nos bastidores, estava sempre arrumando armadilhas para Lula e que, a CPI ainda não havia saído porque ele e Sarney estavam segurando, mas o que o Congresso queria mesmo era pegar Lula e José Dirceu. Nas palavras de ACM, ficam claras as intenções de FHC em ferrar o governo Lula.
    Agora consigo entender porque Lula não é simpático a FHC e tem lá suas razões. Não se enganem, FH é tão esgoto quanto Serra, pelo que podemos analisar nas declarações de ACM pelo que vimos na eleição passada, no que respeita o modus Serra de agir. Chama atenção, também, as análises erráticas do governo Lula feita por este político que, durante quarenta anos teve o comando da Bahia e deixou uma herança maldita na questão social que, oito anos não serão suficientes para corrigir tamanhas distorções. Mas, por outro lado, sabe-se o quanto ele e sua família acumularam de riquezas que já foram anunciadas pela mídia, quando no episódio da briga entre o espólio pelos seus bens.
    Em outro vídeo, ACM pede a presença do exército para combater as ações do MST, quando da invasão ao Congresso e acusa Lula de tê-lo apoiado e o chama de corrupto. Seria cômica se não fosse trágica, tal declaração de ACM. Mas o que bem chama a atenção no que respeita a análise, passados alguns anos, é que o discurso de ACM, não saiu da mídia, ele continua. Continua o denuncismo sem prova, o jornalismo que não informa, mas maquina o mal.
    Não dá para entender a vocação da mídia e dos políticos brasileiros para maquinarem o mal. Não é que pretenda-se falar de maniqueísmo, não é isto. Mas trata-se da condenação, da insinuação, da repetição da mentira para que ela torne-se verdade, da aliança da mídia entre aqueles que nunca deixaram de pensar que o Brasil e povo brasileiro devem-lhes obediência.
    Outro aspecto interessante foi o fato de Sarney ter-se mantido até o fim ao lado de Lula e o quanto ele pagou por ter escolhido um lado. Não estou afirmando que a oligarquia dirigida por ele no MA seja correta, mas estou falando que, ele sempre foi benquisto pela mídia, mas quando decidiu ficar do lado de Lula, pagou caro, pois coisas sobre si e sua família vieram a público e até hoje ele paga caro por ter mudado de lado e ter sustentado Lula ao lado de Calheiros, outro que teve seus podres mostrados por conta da aliança.
    Passados estes anos, dá para percebermos de maneira muito mais intensa a cabeça da elite brasileira que atua na política e na mídia. Não tem jeito, sentem-se os donos do poder e não abrem mão disso. O bombardeio, o ataque ao governo de esquerda que, com todas as suas falhas mudou o paradigma de sociedade neste país e precisa avançar para continuar mudando cada vez, é impressionante o preço que se paga por ter feito tal coisa.
    No último link, é uma entrevista de João Ubaldo no Roda Viva. Para João Ubaldo, ACM não é alguém que se deva confiar e nem tão pouco um político atual. Segundo ele, o cara tem uma boa memória e guarda tudo. Em relação a FHC, ele o classifica de medíocre e sente-se no direito de afirmar tal afirmação em relação ao seu trabalho, pois além de ser mestre em Ciência Política por uma universidade americana, foi professor da referida Cadeira na UFBA. É interessante a análise sobre a mediocridade acadêmica de FHC à qual ele levou para o governo.
    Vale a pena assistirmos, pois vemos anos depois, o quanto ACM errou em suas análises sobre o governo Lula e o quanto a mídia utiliza até hoje deste discurso. E desta vez, com uma intensidade udenista muito mais profunda do que o próprio período da UDN.
    Entrevista de ACM a Mário Kértsz
    http://www.youtube.com/watch?v=aQZmvqB1Oqw
    Crítica de ACM ao MST
    http://www.youtube.com/watch?v=aQZmvqB1Oqw
    João Ubaldo no Roda Viva – A entrevista está por escrito, visto não ser toda disponibilizada em vídeo pelo site.
    http://www.tvcultura.com.br/rodaviva/programa/pgm0738

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Back To Top