skip to Main Content
28 de fevereiro de 2020 | 12:12 am

NEGROMONTE É O ALVO DA VEZ

Tempo de leitura: < 1 minuto

Coisa mais sinistra a briga interna do PP nacional e que ameaça tragar Mário Negromonte, ministro das Cidades. Enquanto na mídia pululam histórias de um suposto mensalinho em troca de apoio à manutenção do (e no) cargo, Negromonte sai da toca e afirma ser ele uma vítima da dor-de-corno do ex-titular da Pasta, Márcio Fortes.
Fortes, afirma o atual ministro, estaria alimentando a mídia com a história “fantasiosa” do suposto mensalinho de Marão em troca de sossego (R$ 30 mil/mês a cada deputado).
Pensando bem, nada há se sinistro nisso tudo. Faz parte dos velhos costumes dos políticos brasileiros. Sinistro mesmo – de verdade – foi o que disse o quase-demitido Negromonte numa entrevista à rádio Tudo FM:
– Fica um falando da vida do outro. Vai terminar em sangue, e isso é muito ruim.
Era só o que faltava. Além de faxina, funeral no governo Dilma.

Esta publicação possui 0 comentários
  1. Se gritar pega ladrão!!!!! Não fica um meu irmão!!!
    Se ele for esperto pede pra sair enquanto a coisa ta morna,porque a tendencia são as denuncias esquentarem!!!!!!!!!!!!
    Aí é morte politica na certa!!!
    Ele podia aproveitar o barco que vai levar o ministro do turismo e embarcar pra bem longe…
    Nunca na historia deste paiz se viu tanto ladrão!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  2. Márcio Fortes, pertence a uma familia tradicional do Rio de Janeior.Fundador da empresa João Fortes Engenharia, que nunca se candidatou às licitações do governo. Constroi sempre com recursos próprios, portanto a referência feita ao Márcio pelo Negromente, não tem cabimento.
    Aliás, não sei porque o que Marcio Fortes está misturado com esta gente.
    Fernando Florencio
    Ilheus/Ba

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Back To Top