skip to Main Content
24 de setembro de 2020 | 06:25 pm

ONDA DE VIOLÊNCIA ASSUSTA MASCOTE

Tempo de leitura: < 1 minuto

Os moradores do distrito de São João do Paraíso, em Mascote, andam assustados com a onda de violência. Antes considerada pacata, a localidade registrou mais um assassinato ontem à noite, por volta das 19h. Jovem de prenome Fernando foi executado com tiro na testa. Ele possuía passagens pela polícia, segundo moradores. O corpo permaneceu no local por mais de três horas à espera da polícia técnica. Este é o quarto homicídio no distrito em três meses. Um recorde, conforme moradores.

Esta publicação possui 0 comentários
  1. Depois que os policiais presos na operaçao esfinge ,no fim de maio, retornaram para o municipio, a onda de violencia em Paraiso aumentou, culpa do comando da pmba q autorizou esta volta destes marginais fardados!Volta Dra Cleide Ramos!

  2. E a tendência é piorar caso algo não seja feito pelas autoridades no tocante ao controle dos pontos de droga em nosso distrito. Anteriormente a falta de segurança era creditada à falta de policiamento, hoje, mesmo com o policiamento presente, guarda municipal, viatura etc, os indices de criminalidade vêm crescendo assustadoramente. Roubos, arrombamentos, homicidios têm acontecido constatemente. Não basta só ter, é preciso atitude, comparo a situação de Mascote, à de municipios que seduziram policiais oferecendo ajudas de custo, alimentação, moradia, combustível, tudo por conta do municipio e em seguida cortaram. O resultado disso é uma debandada geral do policiamento, a elevação dos indices de violência e em alguns casos até a delegacia fechou. Já chegamos a ter numa localidade de praticamente 10 mil habitantes 4 ou 5 viaturas desfilando diariamente, tudo em virtude das ajudas de custo concedidas. Não se trata de um “leilão”, mas em si tratando de segurança pública hoje quem paga mais leva. Todo periodo pré-eleitoral é assim, candidatos à prefeito trazem policiamento para suas campanhas e logo após a população fica a deriva. Leva-se até alguns meses após as eleições depois tudo volta a sua normalidade.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top