skip to Main Content
11 de maio de 2021 | 12:31 am

COPA E OLIMPÍADA EM SEGUNDO PLANO

Tempo de leitura: < 1 minuto

Agência Estado:
Basta um passeio virtual pelo Portal da Transparência, site que expõe a contabilidade do governo, para constatar que os repasses de verbas do Ministério do Turismo não dão prioridade aos eventos que a presidente Dilma Rousseff apontou como os “grandes desafios” da pasta – a Copa de 2014 e a Olimpíada de 2016. A relação das verbas transferidas para “infraestrutura turística” neste ano mostra diversas prefeituras do interior com repasses maiores que os do Rio de Janeiro e de sedes do campeonato mundial de futebol de 2014.
São Paulo, Belo Horizonte, Recife, Salvador e Brasília não receberam nada para infraestrutura em 2011. Neste quesito, o Rio, que tem 6,3 milhões de habitantes e em 2016 será sede da 31ª Olimpíada da era moderna, foi beneficiado com apenas R$ 475 mil – meros 0,25% dos recursos já destinados a projetos de infraestrutura turística desde o início do ano.

Esta publicação possui 0 comentários
  1. Na minha humilde opinião a Presidente Dilma, não mostrou ainda para que veio. Começando pela cobrança da CPMF, para aplicar na saúde, imposto esse, que deveria ser tirado dos cigarros,bebidas,loterias,etc… Eu não tenho uma bola de cristal, para saber se o Serra, seria a melhor opção. Um abraço.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top