skip to Main Content
26 de fevereiro de 2020 | 07:43 am

A OI PERDE ESPAÇO

Tempo de leitura: < 1 minuto

Do Valor Econômico
A Oi tornou-se a maior operadora de telecomunicações do Brasil em receita líquida ao cultivar uma imagem jovem, com ações inovadoras como a venda de chips avulsos de celular e a criação de uma cadeia de rádios com sua marca.
Essas iniciativas, no entanto, não foram eficazes para deter a perda recente de mercado em número de linhas fixas e móveis, além de conexões de banda larga. A estrutura complexa da companhia também não agradou os investidores.
Entre janeiro e setembro de 2011, o faturamento líquido somou R$ 20,9 bilhões, deixando a Telefônica em segundo lugar, com R$ 20,4 bilhões. Apesar disso, a Telefônica registrava, ontem, um valor de mercado de R$ 55,2 bilhões, enquanto o da Oi era de R$ 8,8 bilhões.

Esta publicação possui 0 comentários
  1. A Oi É CAMPEÃ NACIONAL:
    1- CAMPEÃ DE RECLAMAÇÕES;
    2- CAMPEÃ DE TARIFAS ALTAS;
    3- CAMPEÃ DE PLANOS MIRABOLANTES (AS FAMOSAS PEGADINHAS);
    4- CAMPEÃ DE INCOMPETÊNCIA.
    PRA FAZER JUSTIÇA,A TELEFONIA MÓVEL BRASILEIRA CRESCEU DEMAIS, O PROBLEMA É QUE CRESCEU COM UMA DESORGANIZAÇÃO INCRÍVEL E SEM REGRAS CLARAS POR PARTE DA ANATEL.AÍ QUEM SOFRE SOMOS NÓS CLIENTES.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Back To Top