skip to Main Content
6 de maio de 2021 | 02:57 am

NEGROMONTE, O GULO$O

Tempo de leitura: < 1 minuto

Do Congresso em Foco
Contrariando lei, o ministro das Cidades, Mário Negromonte (PP), acumulou cargo remunerado além da função no ministério, onde recebe R$ 26,7 mil. De janeiro a outubro de 2011, ele foi membro do Conselho de Administração da Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU), empresa ligada à pasta, embora haja orientação para que ministros não ocupem tais cargos. O jeton chega a R$ 2,1 mil por mês. Até sexta-feira (27), seu nome ainda constava no site da CBTU. Negromonte infringiu os artigos 54, 55 e 56 da Constituição Federal, que proíbem um parlamentar de acumular cargos e rendimentos.
Apesar de deputado licenciado, os impedimentos permanecem para o caso, lembram consultores legislativos procurados pela coluna.
Leia mais

Esta publicação possui 0 comentários
  1. Novidade!
    Este é um costume entre parlamentares.Se pesquisar direitinho há vários exemplos na Bahia.Mas este sr. é burro esta se desgastando atoa ele não percebeu ainda que Dilma não quer ele no cargo?

  2. É com respeito a história política de luta sindical na educação que reverencio a Prof Miralva Moitinho. Destemida e com um disernimento político apurado adquirido com seu amadurecimento , cresceu na esquerda regional em especial itabunense, sendo hoje a Presidente do Partido dos trabalhadores – PT.Vitória brilhante naquele momento apoiadapelo Deputado Geraldo Simões, onde todas as tendências sustentaram o pleito eleitoral.A frente da Direc-7, deixou sua marca, numa estrutura caótica, desorganizada, conduziu com mão segura, tentando acertar e atender as necessidades do Governo. Crises como a dos salários do PST tornou-se ponto de desgaste de sua gestão, valendo ressaltar que as necessidades das unidades escolares foram multiplas, pois se encontravam sucateadas. O que ficou triste nessa saída, é que o Deputado e a Pré candidata a prefeita durante as pancadas nos blogs regionais, não se manisfestavam – Miralva tonou-se uma espuma , alvo aberto, levando a culpa dos execessos de contratações e até de atrasos de pagamentos . Esperamos que os gestores estaduais eleitos por suas comunidades, não se rebelem ou dividam mais o grupo da educação, que também pode ser tornar um repeteco quando Geraldo era Prefeito , Sauer não conteve a crise interna, e isso enfraqueceu o grupo, que na minha humilde analise ao lado do movimento sindical levaram o PT e campanhas nos ombros, pois sempre foram a maioria nas ruas. Misão cumprida Prof Miralva, siga em frente e cabeça erguida para as eleições municipais, juntos , sem divisão…

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top