skip to Main Content
13 de agosto de 2020 | 09:10 am

GREVE DA PM: ITABUNA REGISTRA 46 ASSALTOS E ROUBO DE 21 VEÍCULOS

Tempo de leitura: < 1 minuto

Itabuna registrou 46 assaltos e 21 veículos roubados desde a deflagração da greve da Polícia Militar em Itabuna, na última quinta (2), até ontem à tarde. De acordo com o delegado Clodovil Soares, titular da Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos, foram roubados seis carros e 15 motos.
A polícia recuperou duas motos e um carro. Hoje, por volta de 1h da manhã, um taxista foi baleado por assaltantes. O veículo foi recuperado no final desta manhã (leia aqui).

Esta publicação possui 0 comentários
  1. ITABUNA CONHEÇE O EX POLICIAL MARCO PRISCO
    Dossiê do ‘arruaceiro profissional’ Marcos Prisco
    sex, 25/11/11 por Décio Sá | categoria Cidades | Tags greve da polícia, Ivaldo Barbosa, Marcos Prisco, PM da Bahia
    O blog publicou ontem (reveja) que o PM baiano Marcos Prisco está no Maranhão insuflando os grevistas maranhenses para a prática de ações terroristas. Prisco foi acusado de falsidade ideológica pelo presidente do PTC de Rondônia, Jair Montes, que propôs à Executiva Nacional da legenda sua expulsão. A PM da Bahia informou nesta sexta-feira que ele não faz parte da corporação.
    Segundo dossiê sobre o ex-policial publicado no blog Fato Real, Prisco é um verdadeiro “arruaceiro profissional” que participa de greves em vários estados “com o único propósito de fomentar a balbúrdia, a desordem e a indisciplina entre os milicianos, deixando claro ainda que seus interesses são de cunho inteiramente pessoais e que o modus operandi é exatamente igual àquele que empregou quando de sua participação na greve promovida na Polícia Militar da Bahia”.
    Leia a íntegra:
    A Polícia Militar da Bahia enviou hoje pela manha á Polícia Militar de Roraima, um dossiê completo sobre a vida pregressa de uns dos principais cabeças dos amotinados que estão ocupando o prédio do Comando de Policiamento da Capital.
    Apesar de está incentivando ao crime os policiais com promessas de uma possível “anistia”, é notório que esse fato não foi conseguido nem pelo próprio amotinado, se não vejamos:
    1. “MARCOS PRISCO CALDAS MACHADO, demitido das fileiras da Corporação em 09 de janeiro de 2002 por participar de um levante grevista no ano de 2001 e tentativa de aquartelamento na sede do 8º BPM/São Joaquim. A época era soldado da PM;
    2. Registra-se que durante o movimento ocorrido em 2001, PRISCO, na ocasião lotado no Corpo de Bombeiro Militar, liberou uma interdição do portão de acesso ao quartel, limitando a entrada apenas à praças;
    3. Após sua exclusão, o supracitado vem mantendo contato com lideranças sindicais e participando de manifestações nas corporações dos Estados da Federação;
    4. Sempre apontado como única voz atuante da debilitada Associação dos Policiais Bombeiros Militares da Bahia – ASPOL, entidade criada por policiais militares excluídos por participação da referida manifestação;
    5. Há uma dissidência dentro da ASPOL, destacando que PRISCO não se relaciona mais com o também ex-policial militar JOSÉ LOURENÇO DE SOUZA DIAS, presidente da referida associação, uma das lideranças na ocasião do levante de 2001. A ASPOL conta com 40 membros e não tem articulação no seio da tropa, vivendo de matérias que promove na mídia que insiste no caos;
    6. Hoje, PRISCO se apresenta como membro da Associação Nacional de Entidades de Praças Militares – ANASPRA, entidade criada no Estado de Minas Gerais após a greve ocorrida em 1997 naquele estado. Atualmente a ANASPRA não apresenta representatividade nacional;
    7. PRISCO está articulando em Salvador a criação de uma filial da ANASPRA, por enquanto sem repercussão;
    8. Ele ainda foi candidato a vereador na cidade de Salvador pelo P-SOL, não alcançando o êxito, tendo sua campanha financiada por um grupo ligado a ex-Senadora HELOÍSA HELENA e a coordenação de campanha por conta do Sindicato dos Trabalhadores Federais da Saúde, Trabalho e Previdência do Estado do Rio de Janeiro (Sindisprev/RJ), vindo a demonstrar interesse em se lançar candidato a deputado estadual, nas eleições de 2010, sem prospecção de lograr êxito”.
    Nota-se, portanto, que se trata de alguém que já possui vasta experiência em praticar tal tipo de conduta e que se aproveitando da situação de momento, deslocou-se, financiado por interesses espúrios ao Estado de Roraima, com o único propósito de fomentar a balbúrdia, a desordem e a indisciplina entre os milicianos, deixando claro ainda que seus interesses são de cunho inteiramente pessoais e que o modus operandi é exatamente igual àquele que empregou quando de sua participação na greve promovida na Polícia Militar da Bahia; movimento aquele que culminou com sua exclusão das fileiras daquela Corporação juntamente com outros policiais militares que se aquartelaram naquela ocasião. Sendo assim MARCOS PRISCO constitui um péssimo exemplo a ser seguido por aqueles que sustentam o lema Proteger e Servir a Sociedade.
    Eliabe de Souza Campos – Maj QOPM – Assessor de Imprensa da PMRR
    (campos3estrelas@hotmail.com)
    Resposta da Polícia Militar da Bahia sobre Marcos Prisco Caldas Machado.
    1- No dia 31/01/2011 foi publicado pelo Tribunal de Justiça da Bahia o acórdão que julgou o mandado de segurnaça nº 0005628-09.2010.805.0000-0 em favor de Marcos Prisco;
    2- O processo atulamente encontra-se no gabinete do desembargador Paulo Fortunato para a tomada de decisão;
    3- A Polícia Militar da Bahia (PMBA), até então, não foi notificada pelo Tribunal de Justiça do Estado a respeito de qualquer de decisão a respeito do ex-policial militar in lide;
    4- Desde que foi demitido da PMBA no dia 09/01/2002, em nenhum momento foi reintegrado às fileiras da corporação.

  2. Reflitam com atenção, especialmente após a declaração do deputado federal na reportagem anterior:
    Os absurdos do Brasil:
    “Com raríssimas excessões”
    PROFISSÃO SALÁRIO ATRIBUIÇÃO
    BOPE R$ 2.260,00 ARRISCAR A VIDA
    BOMBEIRO R$ 960,00 SALVAR VIDAS
    PROFESSOR R$ 800,00 PREPARAR VIDAS
    MÉDICO R$ 1.260,00 MANTER VIDAS
    DEPUTADO FEDERAL R$ 26.000,00 FUDER SUA VIDA
    Obrigado deputados pela contribuição dos senhores nos momentos em que a sociedade mais precisa. Qual deles contribuiu com a causa dos PM’s baianos?

  3. PRISCO é mandante de crimes com o Estado e a sociedade, tudo comprovado em conversas gravadas por determinação judicial. Além do mais a policia esta na ilegalidade.
    O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Marco Aurélio Mello afirmou nesta quarta-feira (8) que é ilegal a greve de policiais militares, como os da Bahia, que fazem paralisação desde o dia 31 de janeiro.
    “A greve é um tema social. Mas, neste caso, ela é inconstitucional, é ilegal. Se viesse uma lei legitimando o direito de greve de militares, ela fatalmente cairia no STF, seria julgada inconstitucional”, disse Mello. O artigo 142 da Constituição estabelece que ao militar são proibidas a sindicalização e a greve.

  4. O que eu sei, é que ele conseguiu fazer um estrago na BAHIA…rapaz danado!!!
    O pessoal tende a denegrir a imagem dele(normal).
    Mas, o importante é que a CAP vai sair, e talvez vamos ter melhores condições de segurança pública na BAHIA, quisá até no BRASIL, porque os mandas chuvas, vão ficar com os culhões de molho, depois dessa.
    Eu, particulamente admiro o Sr.Prisco…no futuro, vamos ouvir falar dele…se não detonarem!

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top