skip to Main Content
21 de fevereiro de 2020 | 07:36 pm

A DIFÍCIL UNIÃO DAS OPOSIÇÕES NA BAHIA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Do blog de Paixão Barbosa
O fato de Geddel Vieira Lima ter admitido que poderá ser candidato à prefeitura de Salvador pelo PMDB, apenas coloca uma dificuldade a mais na já tão complicada possibilidade de união entre os três principais partidos políticos de oposição na Bahia visando as eleições deste ano e também de 2014. A unidade entre PMDB, PSDB e DEM é muito difícil de se concretizar num projeto amplo, embora vá acontecer de forma pontual em alguns municípios, porque as origens e os interesses das suas lideranças conflitam de modo muito forte.
Partidos que enfrentaram dificuldades, em termos de Bahia,nas últimas eleições, os três precisam lutar para se reinventar a partir de 2012, sob pena de sofrerem um minguamento ainda maior de suas forças. E, para isto, é fundamental a participação nas eleições municipais deste ano com o maior número possível de candidatos próprios, especialmente em Salvador, um pleito que serve como caixa de ressonãncia para todo o Estado. Isto vale principalmente para PMDB e DEM, uma vez que o PSDB baiano não tem conseguido crescer mesmo desde que aqui foi fundado e limita-se a um trabalho de manutenção da sua base parlamentar.
Leia texto completo.

ADOLESCENTE BALEADO MORRE NO HBLEM

Tempo de leitura: < 1 minuto

Patrick Santos Novais, de 14 anos, morreu na tarde de hoje (21) no Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães, em Itabuna, para onde foi levado após ser baleado no domingo, quando passava pelo prolongamento da Avenida Manoel Chaves, bairro São Caetano, na mesma cidade.
Patrick, que estava na garupa de uma moto pilotada por Raimundo Fonseca Correia Júnior, 27, levou tiros na região das nádegas e nas costas. O piloto também foi atingido por dois disparos, ambos no abdome, e morreu na manhã de ontem no Hblem. As informações são do blog Rede Brasil de Notícias.

POLÍCIA RECAPTURA FUGITIVOS DE CAMAMU

Tempo de leitura: < 1 minuto

A Delegacia Territorial de Jiquiriçá, região de Amargosa, divulgou nesta terça-feira, 21, que se encontram presos naquela cidade dois traficantes que fizeram parte de um grupo de sete fugitivos da cadeia pública de Camamu, há duas semanas.
Os bandidos presos foram identificados como Leandro Jesus dos Santos, o “Limão”, de 25 anos, e Genivaldo Jesus de Souza, conhecido como “Geni”, 30 anos. Eles foram flagrados por policiais militares na quinta-feira, 16, quando vendiam droga em frente à rodoviária de Jiquiriçá. Um terceiro traficante, Júnior Souza de Jesus, 19, também foi preso. Com o trio, a polícia encontrou 158 pedras de crack.
Segundo a polícia civil, a droga será analisada no Departamento de Polícia Técnica de Santo Antônio de Jesus. Limão e Geni serão recambiados para a cadeia de Camamu.

BOATARIA SUJA

Tempo de leitura: < 1 minuto

De constitucionalidade reconhecida pelo Supremo Tribunal Federal (STF), a Lei da Ficha Limpa ainda desperta muitas dúvidas quanto à sua aplicação e enseja um grandioso volume de boatos. O que mais se diz em praticamente todas as cidades brasileiras é que Fulano está inelegível e Sicrano também não poderá ser candidato porque responde a não sei quantos processos.
A lei pune com a inelegibilidade por oito anos o político que tiver condenação em órgão colegiado, bem como aqueles que renunciaram aos mandatos para escapar de processo de cassação. Uma questão ainda não suficientemente esclarecida é se os pareceres negativos dos tribunais de contas resultam em inelegibilidade, independentemente de como se pronunciarem os legislativos municipais (com a palavra, os juristas de plantão).
O eleitor deve ficar atento. A lei é sem dúvida um avanço e deve funcionar como instrumento de depuração política, mas é preciso abrir os olhos para os mal-intencionados, gente que investe na mentira para ludibriar o eleitor. Até porque muitos desses boateiros, se ainda não são fichas sujas, é mais por falta de oportunidade. Quando a tiverem, danou-se!

A CEPLAC PRECISA DE RENOVAÇÃO

Tempo de leitura: < 1 minuto

Em meio ao Carnaval, passou quase despercebido ontem (20) o aniversário da Ceplac, que teve seu decreto de fundação assinado no dia 20 de fevereiro de 1957 pelo então presidente Juscelino Kubitschek, portanto há 55 anos.
Com um histórico de avanços na pesquisa, extensão rural e assistência técnica aos cacauicultores, a Ceplac, ligada ao Ministério da Agricultura, enfrenta um momento decisivo. Ceplaqueanos lamentam a estagnação do órgão federal, que pode acabar morrendo por inanição se não forem renovados os seus quadros.
O último concurso público realizado pela Ceplac para contratar novos servidores data de 25 anos atrás. Desde então, muitos funcionários se aposentaram, deixando algumas áreas desguarnecidas, pois não há quem os substitua.
Num cenário em que as perspectivas para o mercado do cacau e do chocolate se tornam mais animadoras, com crescimento inclusive da demanda interna, a revitalização da Ceplac é uma questão estratégica. Para que ela ocorra, porém, é preciso a mobilização da bancada legislativa dos estados produtores, bem como da pressão dos governadores e prefeitos dessas regiões.
Ou isso, ou a Ceplac morre.

Back To Top