skip to Main Content
28 de setembro de 2020 | 01:35 am

POLÍCIA PRENDE 11 ENVOLVIDOS COM TRÁFICO DE DROGAS EM CANAVIEIRAS

Tempo de leitura: < 1 minuto

"Liu", Nivaldo, Marcelo e Valter foram autuados por tráfico de drogas.

As polícias Civil e Militar prenderam 11 envolvidos com o tráfico de drogas no município de Canavieiras, no sul da Bahia. A operação começou na madrugada desta sexta (2) e levou para trás das grades os traficantes Nivaldo Oliveira Silva,Valter Oliveira Silva,Marcelo Encarnação Santos,Eliomar Porto Silva e Mariad’Ajuda Silva Levi.
Além deles, também foram presos Valdeir Seixas Santana, Vando Seixas Santana, Sandro dos Santos da Silva, Maria da Lapa Cotia Santos, Anaildes Aquino Seixas e Suzana Silva Mendes, autuados por associação ao tráfico de drogas. As prisões foram efetuadas por policiais civis e homens da Cipe Cacaueira e Polícia Militar.
A operação policial cumpriu 16 mandados de busca e apreensão e prisão. Foram apreendidos armamento, 100 pedras de crack, maconha, cocaína e R$ 7,5 mil em espécie. A droga ainda passará por perícia. Os presos estão na carceragem da delegacia pública de Canavieiras.

Os 11 presos na operação contra o tráfico em Canavieiras.

PARA KASSAB, SERRA PODE APOIAR DILMA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Do Uol
O prefeito Gilberto Kassab (PSD) confirmou nesta sexta-feira (2) a conversa com o presidente do PT, Rui Falcão, em que disse que José Serra (PSDB) preferiria a reeleição de Dilma Rousseff a apoiar uma eventual candidatura do também tucano Aécio Neves à Presidência em 2014.
“Eu falei em meu nome. Eu disse, em algum momento do ano passado, que eu achava que existia um risco se o Serra fosse prefeito, diante da tensão que existia, de até não apoiar [Aécio Neves]. Isso eu falei mesmo, é verdade”, afirmou o prefeito.

FARMÁCIA POPULAR: FRAUDES GERAM PREJUÍZO DE R$ 4 MILHÕES

Tempo de leitura: < 1 minuto

O Ministério da Saúde abriu cerca de 500 auditorias para investigar farmácias credenciadas no programa Farmácia Popular que estavam forjando venda de medicamentos do programa com receitas médicas em nome de aproximadamente 17 mil pessoas mortas no país. Os prejuízos com a fraude são superiores a R$ 4 milhões.
Após a suposta venda com receitas forjadas ou CPF de terceiros, os medicamentos eram revendidos pelas farmácias com preços normais de mercado. No Farmácia Popular, o medicamento – principalmente de uso contínuo – sai até 90% mais barato. Cerca de 300 estabelecimentos farmacêuticos foram descredenciados do programa pelo Ministério da Saúde.
Quando eram fiscalizados, os donos das farmácias diziam que os comprovantes de venda haviam sido furtados, mas os boletins de ocorrência não apontavam furto nem de equipamentos ou cosméticos. Com informações da CBN.

SECRETÁRIO DA SAÚDE DEVE CAIR

Tempo de leitura: < 1 minuto

Alexandre Simões não deve durar muito na Saúde

Depois da entrega da Secretaria de Governo de Ilhéus por Alisson Mendonça, o plano de grupo petista do qual ele faz parte já havia articulado a saída de mais dois secretários: Fernando Hughes, da Administração; e Alexandre Simões, da Saúde. Estes dois, porém, desistiram de renunciar, após a intervenção do deputado estadual Rosemberg Pinto (veja aqui).
Ocorre que, enquanto Hughes tem uma atuação elogiada no governo, Simões é um secretário-problema. O prefeito Newton Lima tem em sua mesa um documento assinado por 16 representantes de associações, pedindo a exoneração do titular da Saúde.
Quando soube que Simões entregaria o cargo, Newton Lima chegou a dar um suspiro de alívio, pois o ato evitaria que ele precisasse usar o poder da caneta. Abortado o desembarque, Newton terá que usá-lo, pois não esconde de ninguém sua irritação com a postura do secretário.
Alexandre Simões, jovem biomédico, é visto até como um gestor razoável. O maior problema dele teria a ver com a dificuldade de relacionamento. Por exemplo, os representantes das associações de moradores que solicitaram sua exoneração alegam que tentaram insistentemente falar com o secretário, mas ele não aceitou recebê-los.

NA DIFUSORA, GERALDO ATACA AZEVEDO E DIZ QUE ROMBO NAS CONTAS DA PREFEITURA É DE R$ 100 MILHÕES

Tempo de leitura: 2 minutos

Geraldo acusa Azevedo.

O deputado federal Geraldo Simões concedeu quase uma hora de entrevista a Cacá Ferreira, na Rádio Difusora de Itabuna AM, e não economizou críticas ao prefeito Capitão Azevedo (DEM). Segundo o parlamentar, Azevedo deixou rombo de R$ 100 milhões em dívidas a pagar entre 2011 e 2012.
Geraldo disse que o prefeito gerou essa dívida sem, ao menos, ter feito obras com recursos próprios e que as executadas no município são oriundas de verbas federais e estaduais. “O mais difícil (para o próximo gestor) vai ser consertar, tapar o buraco que está lá na prefeitura”, aponta.
O parlamentar também citou o descontrole com folha de pagamento ao lembrar que 75% das receitas vêm sendo gastos com pessoal, quando o máximo permitido por lei é 54%. “O pior [da gestão] não é o buraco nas ruas, não é o posto de saúde que não funciona, não é o hospital de Base. O pior são as coisas internas [da prefeitura]”.
Geraldo apresentou dados que, para ele, confirmariam a tese de que tudo que está sendo feito em Itabuna é por causa dos governos federal e estadual. “São R$ 163.039.973,33, dinheiro que está na mão do prefeito. Uma parte ele já gastou e outra parte tá vindo. Não tem obra que o prefeito termine. Isso com dinheiro das [gestões] de Lula, Dilma e Wagner. É tudo mal aplicado”.
A entrevista marcou a “estreia” do deputado na rádio Difusora. Nos 22 anos de mandatos eletivos, Geraldo nunca pisou no estúdio da emissora, que pertencia ao seu maior (ex-) adversário político, Fernando Gomes. A rádio foi adquirida em fevereiro pelo empresário João Lourenço Botti, ligado ao deputado.

GERALDO: “JUÇARA É A CANDIDATA"

Tempo de leitura: < 1 minuto

Geraldo Simões  aproveitou o início da entrevista a Cacá Ferreira, para fazer afago no PCdoB. Lembrou que o partido o atrapalhou em 1996, quando manteve a candidatura de Davidson Magalhães e impediu a vitória de Renato Costa, mas ajudou em 2000, quando foi eleito para o segundo mandato como prefeito, e nas campanhas de 2004 e 2008, indicando os vices Conceição Benigno e Luís Sena, respectivamente.
O parlamentar não acredita, por enquanto, que o PCdoB vá abrir mão da candidatura a prefeito. “Devemos procurar novos caminhos. Se lá na frente, em junho, melhorar a relação, nós nos juntaremos”, afirmou, mas sem dizer se o PT abriria mão da cabeça de chapa. O PCdoB começa a definir, hoje, às 16h, na Câmara de Vereadores, quem será o pré-candidato a prefeito do partido, se Wenceslau Júnior ou Davidson Magalhães.
O deputado disse não ter dúvidas de que sua esposa, Juçara Feitosa, será o nome do PT na sucessão itabunense. “A candidata é Juçara”, afirmou ao radialista Cacá Ferreira, que estreou nesta semana na Rádio Difusora após quatro convites da direção da emissora. Geraldo disse que era essa a dúvida em 2008, mas a esposa foi a candidata, que, segundo ele, “não ganhou por conta das circunstâncias”.

CAIXA OFERECE 3 MIL VAGAS PARA ADOLESCENTE APRENDIZ

Tempo de leitura: < 1 minuto

A Caixa Econômica Federal abriu inscrição para preencher 3 mil vagas no programa Adolescente Aprendiz. Os contratados vão atuar em serviços de office-boy, auxiliar de escritório e escriturário.
O concorrente  deve estar cursando, pelo menos, o 9º ano do Ensino Fundamental, ter entre 14 e 16 anos e meio e apresentar renda familiar por pessoa de até meio salário mínimo (R$ 311,00).
A inscrição em Itabuna pode ser feita no Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE). O telefone é o (73) 3613-8469.
Os inscritos serão chamados de acordo com as necessidades da instituição financeira. O contrato do programa tem duração de dois anos (24 meses). Confira no “leia mais” os institutos onde o candidato pode fazer inscrição. Alterado às 17h50min de 3/06/2015

Leia Mais

WENCESLAU QUER QUE A CÂMARA VOTE LOGO CONTAS DE AZEVEDO

Tempo de leitura: < 1 minuto

Wenceslau: votação das contas de Azevedo (Foto Pimenta).

O vereador Wenceslau Júnior (PCdoB) protocolou hoje requerimento para que sejam votadas as contas do exercício de 2009 do prefeito Capitão Azevedo (DEM), rejeitadas pelo Tribunal de Contas dos Municípios (TCM). O requerimento também solicita que as contas de 2009 da Mesa Diretora sejam disponibilizadas à população.
O vereador diz que tomou esta decisão porque o prefeito está trabalhando para que a votação não ocorra antes da eleição de outubro, pelo menos. “Ele sabe que vai ter dificuldades se as contas forem analisadas agora”.
Segundo Wenceslau, o governo enfrenta resistências para obter os nove votos necessários para derrubar o parecer do TCM. “Como o voto é secreto, ele terá que conversar com toda a bancada de sustentação”, diz.
Hoje o prefeito conta com o apoio virtual de 11 dos 13 vereadores. Como a bancada anda insatisfeita, Azevedo terá de “rebolar” já que ficará impedido de disputar a reeleição caso tenha as contas rejeitadas pelo legislativo em ritual com ampla defesa.
Além dos naturais oposicionistas, Azevedo tem contra si os trabalhos de bastidores do deputado estadual Gilberto Santana (PTN), aliado de momento e que não esconde desejo de disputar a prefeitura ainda em 2012.

MÉDICA SEQUESTRADA EM FEIRA JÁ ESTÁ COM A FAMÍLIA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Três dias após ter sido sequestrada quando saía da Unidade Básica de Saúde do Parque Getúlio Vargas, onde trabalha em Feira de Santana, a médica ginecologista Renata Soraia Alves Costa apareceu ontem em uma estrada na zona rural do mesmo município. Ela foi encontrada por moradores do bairro João do Cazumbá quando andava pela via.
A médica foi inicialmente levada para uma fazenda. Segundo testemunhas, ela  estava debilitada, chorava muito e  agradecia a Deus e às pessoas que a ajudaram. Renata também perguntava o tempo inteiro pelos filhos.
No cativeiro, a vítima do sequestro contou ter ficado em um quarto com banheiro e disse não ter sido maltratada, apesar de ter sido obrigada a ficar o tempo todo encapuzada. A polícia está investigando o caso e informou que não foi pago resgate pela libertação da médica.

Back To Top