skip to Main Content
31 de outubro de 2020 | 10:13 am

JAC MOTORS PRESSIONA GOVERNOS

Tempo de leitura: < 1 minuto

Final de semana de notícias nada alvissareiras para a Bahia e, especialmente, o governador Jaques Wagner. O Correio da Bahia e o Instituto Futura fiz pesquisa com 399 eleitores de Salvador. O levantamento constatou que a popularidade de Wagner desabou na capital baiana, obtendo desaprovação de 69,1% dos eleitores ouvidos. A pesquisa foi divulgada no mesmo dia em que o presidente da JAC Motors Brasil, Sérgio Habib, anunciou a suspensão dos projetos de R$ 900 milhões na Bahia.

Ele culpa a alta carga tributária brasileira e a elevação do dólar de R$ 1,70 para a casa dos R$ 2,00. O imposto pago pela JAC é de 36,5% e a pedida é de redução para 6,5%, compromisso firmado quando a empresa anunciou a construção da fábrica em Camaçari. O governo estadual concedeu todos os incentivos possíveis, mas a redução do IPI para importados – que cabe ao governo federal – está programada para agosto. A decisão da JAC Motors é vista como forma de pressionar o Governo Dilma.

Esta publicação possui 3 comentários
  1. rsrsrs…Por um jornal de ACM Neto sei…Rapaz acorda Wagner é o novo ACM…Ditador,perseguidor,arrogante e agora depois de sindicalista morando nos lugares mais caros de Salvador!!!O pior é que ele tem dois defeitos que o cabeça branca número um não tinha….É incompetente e não respeita o povo.

  2. Anotem aí: Mais uma vez esse governadorzinho-que-só-sabe-punir-professor vai perder essa fábrica para outro estado, de preferência para o seu querido rio de janeiro, dos contumazes traficantes, inclusive de influência!
    Sujeito fraco!!!

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top