skip to Main Content
4 de agosto de 2020 | 05:52 pm

MORRE SANFONEIRO PESCOÇO DE MOLA

Tempo de leitura: < 1 minuto

O sanfoneiro Pescoço de Mola faleceu nesta segunda, 30, vítima de complicações clínicas. O corpo do músico será sepultado às 14h no cemitério Campo Santo, em Itabuna. Na foto cedida gentilmente por Luiz Carlos Júnior, Pescoço de Mola se apresenta numa das edições do Forró dos Comerciários, em Itabuna. O corpo do músico está sendo velado no SAF, ao lado do Campo Santo.

Clériston, filho de Pescoço de Mola, afirmou que o pai passou cerca de cinco meses entre hospital e residência. Ele havia perdido um dos pulmões e era também cardíaco. Itabunense de nascimento, “Pescoço” tinha 62 anos e foi registrado como Manoel Messias Nunes de Souza.

Esta publicação possui 3 comentários
  1. Caros amigos do Pimenta
    Estranhei a informação de que Pescoço de Mola nasceu em Itabuna. Conheci a sua família, em Itororó, onde o vi pequeno (com menos idade que a minha; a diferença é de quatro anos), filho de pai relojoeiro (esqueci o nome, agora), mesma profissão que o filho também adotou, possuidor de uma motocicleta barulhenta que fazia questão de fazer circular próxima à farmácia de Manoel da Glória só para ver o velho Manoel estrilar.
    A única Itabuna que tenho relacionada a Pescoço de Mola é a rua onde nasceu e viveu: rua Itabuna, hoje Marcolino Nepomuceno.
    Um detalhe para os amigos, quando pudermos nos encontrar para aprofundar o papo: a razão do nome PESCOÇO DE MOLA, que lhe foi posto na terra da carne de sol. Está inteiramente vinculado a Itororó.
    Abraços
    Adylson Machado

    Da Redação: Grande Adylson, a informação do local de nascimento de Pescoço de Mola nos foi passada pelo filho dele, Clériston. Se não estiver exata, podemos atribuir ao momento de tristeza pela perda desta grande figura. Abraço,

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top