skip to Main Content
25 de fevereiro de 2020 | 09:02 am

PAULO LUNA E VALDIR RIBEIRO SÃO BARRADOS PELA JUSTIÇA ELEITORAL

Tempo de leitura: < 1 minuto

Valdir e Luna: barrados.

O ex-vereador Paulo Roberto de Jesus Luna, o Paulo Luna (PSDB), teve indeferido o registro de sua candidatura a um novo mandato de vereador de Itabuna. Outro candidato também impugnado pela Justiça Eleitora, ao acatar pedido do Ministério Público, é o ex-presidente da Federação das Associações de Pequenas e Microempresas da Bahia (Fapeme), Valdir Ribeiro de Souza (PP).

O ex-vereador Paulo Luna foi impugnado por ter cassado o registro de corretor de imóveis pelo Conselho Regional de Corretores de Imóveis (Creci), em 2007, acusado de infração ético-profissional. Seu nome também consta na lista de inelegíveis do Conselho Federal (Cofeci).

Já o ex-presidente da Fapeme, Valdir Ribeiro, teve o pedido de registro negado por constar da lista de inelegíveis do Tribunal de Contas do Estado (TCE-BA). Os dois candidatos ainda podem recorrer da decisão no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-BA).

PRESO ACUSADO DE TENTATIVA DE HOMICÍDIO

Tempo de leitura: < 1 minuto

Adailton foi preso momentos depois da tentativa de homicídio.

Uma guarnição comandada da PM prendeu em flagrante Adailton da Conceição Santos, vulgo “Dadá” ou “D2”, acusado da tentativa de homicídio contra Adilson Santos, 27. A prisão ocorreu nesta sexta-feira, 3, por volta das 9h30min,  na via de acesso de Camacan a rodovia BR-101.

Segundo relato do major PM Rodrigues Castro, comandante da companhia, “Dadá” portava um revólver calibre 38, Taurus nº 831972, com quatro cápsulas deflagradas e duas picotadas. A arma pode ter sido a utilizada na tentativa de homicídio. A vítima foi atingida à altura do pescoço e socorrida ao Hospital Fundação de Camacan, a 526 km de Salvador.

Após a tentativa do crime, Adailton Santos tentou fugir pegando serviço mototáxi. O veículo era conduzido por João Nunes Xavier Filho. Os dois acabaram sendo interceptados pelo serviço de radiopatrulhamento da polícia. Adailton foi conduzido à delegacia de Camacan e autuado em flagrante. O mototaxista foi liberado, já que não tinha envolvimento com o crime.

IBOPE: ACM NETO LIDERA DISPUTA EM SALVADOR

Tempo de leitura: < 1 minuto

Pesquisa Ibope divulgada hoje à noite pela TV Bahia coloca o deputado federal ACM Neto (DEM) na liderança da disputa pela Prefeitura de Salvador e com ampla margem sobre o segundo colocado, Nelson Pelegrino (PT).

Neto aparece com 40% das intenções de voto contra 13% de Pelegrino. Mário Kertész (PMDB) soma 8% das intenções de voto, seguido de Márcio Marinho (PRB), com 6%. Da Luz (PRTB) tem 1% e Hamilton Assis (PSOL) não pontuou.

Brancos e nulos somam 20%, e 11% dos 602 entrevistados não sabem em quem vão votar ou preferiram não responder. A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-BA), sob o número 00047/2012, e tem margem de erro de 4 pontos percentuais.

Quando o item é rejeição, Da Luz lidera com 39%, seguido de Pelegrino, com 33%, ACM Neto, 27%. Hamilton Assis e Kertész têm 26% de rejeição cada um. Márcio Marinho é o menos rejeitado, 24%.

JABES E A GUERRA DOS INDICADORES

Tempo de leitura: < 1 minuto

Jabes ao lado de Oded Grajew: esqueceu o passado.

Técnicos e estudiosos que integram os quadros da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) e que participam da elaboração do Plano de Governo da candidata a prefeita de Ilhéus, Professora Carmelita (PT), encontraram novo “escorregão” do adversário Jabes Ribeiro (PP).

Ontem, na solenidade de apresentação dos indicadores sociais de Ilhéus, no Teatro Municipal, o ex-prefeito Jabes Ribeiro se disse consternado ao ver que os índices de mortalidade infantil aumentaram em relação à época em que era prefeito. Atualmente, o índice está em 24,24 mortes para cada mil nascidos vivos – e é um dos piores da Bahia.

Jabes, a julgar pelos números, esqueceu do passado.

Ao olhar os índices de mortalidade infantil da época em que ele era prefeito, os técnicos descobriram que estes eram, em 98, ainda piores do que hoje, considerando os dados do Ministério da Saúde. Segundo o levantamento, o índice de mortalidade infantil no governo jabista estava em 30,73 para cada mil nascidos vivos e permaneceu praticamente inalterado durante todos os dois mandatos em que Jabes foi prefeito (1997-2004).

De acordo com o levantamento, foi apresentanda apenas uma pequena queda em 2002 (23,1), mas manteve-se elevado nos anos seguintes: 26,8 em 2003 e 31,2 em 2004. Os dados podem ser acessados no site do Datasus/Ministério da Saúde.

Seja no passado ou no presente, a situação em Ilhéus não é das melhores.

“AMAR AMADO”: SHOW DE CAETANO CONTINUA AMEAÇADO. EMPRESA GARANTE MORAES MOREIRA

Tempo de leitura: 2 minutos

Corso preferiu tratar verdade como se boato fosse.

O presidente da Fundação Cultura de Ilhéus (Fundaci), Maurício Corso, tratou como boato a informação de que grandes shows do Festival Amar Amado correm risco de cancelamento por que o Estado somente pagará os cachês após as apresentações. Disse isso em emissoras de rádio de Ilhéus, como a Conquista FM, de Vila Nova.

Não é boato. E ele sabe muito bem disso.

O que ocorre: Corso e a Maná Produções, como está claro em comunicado oficial da Secretaria de Cultura da Bahia (Secult), assinaram contrato com o governo baiano. Só que Corso parece não ter lido todas as cláusulas, especialmente aquela que previa o pagamento dos cachês somente após os shows.

Agora, o jurídico da Prefeitura de Ilhéus e a Maná Produções tentam fazer com que o governo estadual reveja a posição, tratando a liberação da verba para o Festival Amar Amado como patrocínio ao evento em vez de prestação de serviço. A medida permitiria ao estado liberar o pagamento antes da realização dos shows. A negociação pode ser facilitada, já que a Maná conseguiu captações via Lei Rouanet.

Por enquanto, confirmado mesmo está o show de Moraes Moreira, pois a Maná Produções conseguiu, na iniciativa privada, o pagamento do cachê do artista, igual situação para Família Caymmi e Margareth Menezes.

Já quanto ao show de Caetano Veloso, este continua ameaçado de não acontecer. O cachê de R$ 300 mil do artista, conforme fonte do Palácio Paranaguá, dificilmente será pago sem a participação do estado até o show, programado para o dia 10.

TRE BAIANO PRORROGA VALIDADE DE CONCURSO DE 2009

Tempo de leitura: < 1 minuto

O Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) prorrogou por mais dois anos o prazo de validade do concurso público realizado em 2009 para os cargos de analista e técnico judiciários em diversas especialidades, informa A Tarde. A prorrogação aconteceu baseada no no artigo 37, inciso III da Constituição Federal que determina que o prazo de validade do Concurso Público é de dois anos, podendo se estender uma única vez, por mais dois anos.

O prazo começou a ser contado na última quinta-feira, 2 de agosto, para todos os cargos, exceto para o de Analista Judiciário – Área Judiciária, que correrá a partir de 14 de setembro de 2012.

FESTIVAL AMAR AMADO: SECULT DIZ QUE PAGAMENTO APÓS SHOW EVITA FRAUDE

Tempo de leitura: 3 minutos

Secretário Albino Rubim, da Secult.

A Secretaria de Cultura do Estado (Secult) se posicionou quanto à ameaça de cancelamento de grandes shows musicais programados para o Festival Amar Amado, em Ilhéus, a partir deste final de semana. A possibilidade de cancelamento foi publicada, em primeira mão, aqui no PIMENTA. A Secult informou que o contrato de pagamento dos cachês dos artistas foi publicado ontem, 2, no Diário Oficial do Estado, e a quitação após os shows evita fraude (confira abaixo).

O contrato destina R$ 300 mil para complementação de cachês dos músicos Margareth Menezes e Banda, Caetano Veloso e Banda e da Família Caymmi, além do artista plástico Osmundinho Teixeira. Ainda em nota, a Secult esclarece que o contrato assinado entre o titular da pasta, Albino Rubim, e representantes da Fundação Cultural de Ilhéus (Fundaci) e a Maná Produções.

“O contrato foi firmado com a empresa Maná Produções, com interveniência da Fundação Cultural de Ilhéus, que assinou contrato com a Secretaria e, portanto, está ciente da cláusula quinta, referente à fiscalização do contrato e recebimento do objeto, que informa que o pagamento dos cachês será efetuado após a realização e prestação de contas do evento”, cita a nota.

De acordo com a Secult, a cláusula visa prevenir “o uso indevido do dinheiro público e para garantir que o evento seja realizado da forma previamente acordada”. O impeditivo estaria na Lei 9.433/05, “que veda a antecipação do pagamento sem a correspondente contraprestação de fornecimento de bens ou execução da obra ou serviço”.  Confira a íntegra do comunicado oficial clicando no “leia mais”.

Leia Mais

ELEIÇÕES 2014: DILMA OU LULA VENCERIA NO PRIMEIRO TURNO, REVELA PESQUISA CNT

Tempo de leitura: < 1 minuto

Lula ou Dilma: vitória em 1º turno.

Pesquisa da Confederação Nacional do Transporte (CNT) divulgada hoje revela que tanto Lula como a presidente Dilma Rousseff, ambos do PT, venceriam a disputa à presidência da República em primeiro turno.

A pesquisa da CNT foi realizada de 18 a 22 de julho e ouviu 2 mil pessoas nas cinco regiões do País e tem margem de erro de 2,2 pontos percentuais.

Dilma venceria no primeiro turno com 59% das intenções de voto, segundo a pesquisa. Aécio Neves (PSDB) teria 14,8%. Eduardo Campos (PSB), governador de Pernambuco, aparece com 6,5%. Outros 15,3% votariam em branco ou em nenhum dos nomes apresentados e 4,4% não responderam.

Se Dilma aparece bem na pesquisa, o seu criador, o ex-presidente Lula (PT), é quase “imbatível”: 69,8% das intenções de voto, ante 11,9% de Aécio Neves e 3,2% de Eduardo Campos.

A pesquisa testou, ainda, cenário de segundo turno. Dilma iria a 63,8% contra 21,5% de Aécio. A presidente alcançaria 69,1% ante os 12,4% de Eduardo Campos.

No embate Lula contra Aécio Neves, o petista leva por 73,4% a 15,2%.  Sendo Lula x Eduardo Campos, dá 76,1% a 8,7% para o petista em um hipotético segundo turno.

A mesma pesquisa também aferiu a popularidade da presidente Dilma Rousseff. Ela é aprovada por 75,7% dos brasileiros, conforme a pesquisa. 17,3% desaprovam a gestão da petista. Já a aprovação ao governo, atinge 56,6%.

DANIEL THAME LANÇA “JORGE 100 ANOS AMADO”

Tempo de leitura: 2 minutos

O jornalista Daniel Thame tomou gostou pela literatura. Após Vassouras e A mulher do lobisomem, Thame lançará no próximo domingo, 5, Jorge100anosAmado – Tributo a um terno menino grapiúna. Será durante a abertura da Feira Literária Amar Amado, às 18h, no Centro de Convenções de Ilhéus.

O jornalista e escritor diz que o livro é, como expressa o título, uma homenagem a Jorge Amado, lançado exatamente nas comemorações dos 100 anos de nascimento de um dos maiores nomes da literatura brasileira. Jorge100anosAmado traz série de contos que têm como fonte inspiradora a obra do escritor itabunense.

A obra de Thame aborda o universo onde nasceu Jorge Amado, sua gente e, claro, traz uma crônica sobre a (eterna) disputa de Itabuna e Ilhéus pelo escritor.

Thame: nova obra.

O escritor  Aurélio Schommer, que já presidiu a Câmara Baiana do Livro e prefacia a obra, diz que Thame “trilha seus próprios caminhos”. Schommer também destaca a “clareza e concisão nas crônicas e contos” de Thame, que tempera “com lirismo e emoção a pena correta, crítica, do jornalista”.

– Jorge Amado está bem representado no livro, pela qualidade do texto, pela temática, pelas paisagens, pelos personagens. Daniel Thame não é uma sombra do grande escritor. É um novo e emergente talento, incomparável a seu modo, uma grata revelação a um número cada vez maior de encantados leitores.

Jorge100anosAmado, lançado pela Editora Via Literarum, tem o apoio cultural da Amazon Bahia, Liba Logística, Uniube/Polo Itabuna e Viação São Miguel. Thame não revela quais, mas apresentará algumas surpresas no lançamento da sua terceira obra.

APÓS 115 DIAS, GREVE DOS PROFESSORES ESTADUAIS CHEGA AO FIM

Tempo de leitura: < 1 minuto

A greve mais longa dos professores da rede estadual na Bahia chegou ao fim, hoje, apos 115 dias. O retorno dos educadores à sala de aula foi aprovado ao final da manhã desta sexta, 3, no Colégio Central, em Salvador.

O movimento foi enfraquecido pelo retorno de mais de 70% dos professores à sala de aula nos últimos 30 dias, parte deles sem salários. A categoria quer a garantia de que os 57 profissionais demitidos pelo governo baiano sejam readmitidos e os salários cortados, devolvidos.

A direção da APLB-Sindicato diz que o movimento de pressão continuará. Rui Oliveira, do comando do sindicato, cobra, ainda, a devolução das contribuições sindicais retidas pelo governador Jaques Wagner. Oficialmente, o fim da greve não sinaliza que passará a valer a proposta do governo, de reajustes de 7% em novembro e outros 7% em março de 2013, além dos 6,5% já concedidos em abril.

Back To Top