skip to Main Content
1 de abril de 2020 | 05:14 am

ROUBO, TIROS E CORRERIA NO CENTRO DE ITABUNA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Policiais na porta do escritório assalto por volta do meio-dia (Foto Leandro Barreto/Pimenta).

Um bandido armado com pistola provocou pânico e correria no centro de Itabuna, por volta do meio-dia, após invadir escritório de advocacia localizado na Rua Lafaiete Borborema. A recepção do escritório ficou praticamente destruída na ação do criminoso que roubou um notebook e um tablet.

O bandido conseguiu escapar com os equipamentos mesmo após um policial a paisana acertá-lo com, pelo menos, dois tiros. Ele saiu em disparada pela Rua Paulino Vieira e fez de refém um mototáxi, na Praça Adami. Sob a mira de uma pistola, o mototaxista foi obrigado a ajudar o bandido na fuga.

O criminoso perdeu grande quantidade de sangue e até o início desta tarde ainda não havia sido localizado pela polícia. Também não há notícia do mototaxista tomado como refém na fuga.

Esta publicação possui 19 comentários
  1. O mototaxista é o Fernando e já está de volta a praça. O cara ficou no Bairro Lomanto. Ele deve ir no posto de saúde do bairro, pois está perdendo sangue, daí fica mais fácil para a polícia pegar esse vagabundo.

  2. Acompanhei toda ação e parabenizo o policial que teve total controle e sangue frio na hora do disparo, parecia cena de filme mais é a realidade da nossa cidade abandonada. Não sei o nome mais demostrou ser um bom policial.

  3. parabéns a este bravo policial sozinho em uma cidade como esta,não tinha uma viatura nem policiais em dupla no centro da cidade,um absurdo o centro de itabuna não tem policial nas ruas ja nao tem nos bvairros imajinem nas ruas???????

  4. A violência agora começa a bater nas ruas da classe media, agora pode ser que o governador JW comece a ser pressionado pela classe politica, enquanto morrem somente pobres envolvidos no trafico de drogas nada foi capaz de mobilizar a PM.

  5. QUANDO É QUE VOÇÊS VÃO VER UM POLICIAL EM CADA RUA DE UMA CIDADE?O BANDIDO APRONTA NO LUGAR ONDE ESTÁ DESPROVIDO DE SEGURANÇA!MÉRITOS PARA O POLICIAL,MÉRITOS PARA O MOTO TAXISTA QUE SOUBE MANTER A CALMA E CONTORNAR TODO O PROBLEMA.

  6. NÃO É ITABUNA QUE TA PERDIDA GENTE!! É A BAHIA MESMO! O CARIOCA VAGUINHO NÃO FEZ NADA POR AQUI!!! FIQUEM DE OLHO ABERTO ! 07 DE OUTUBRO ESTÁ CHEGANDO! É A NOSSA VEZ DE DESCER O PAU NESSA GALERA QUE SÓ QUE ENCHER OS BOLSOS!

  7. Boa noite amigos do Pimenta na Muqueca. Venho, publicamente agradecer e parabenizar, inicialmente ao Policial Militar que encontrava-se apaizana e que ainda assim, sozinho tentou coarajosammente impedir o criminoso de realizar o assalto. Da mesma forma, todos os policiais envolvidos na operação e de forma eficaz recuperaram o objeto roubado e mantiveram o assaltante sob custódia no hospital de base. Muito obrigado a todos. É essa a nossa polícia. Uma corporação imbuída na luta pela pacificação social a todo o custo, mesmo não tendo o apoio de nossas autoridades, já que trabalham sem a devida estrutura e sem a remuneração que merecem. Parabéns a todos. Roberto Brasil, Advogado.

  8. Não sei se parabenizo o policial por ter atirado no ladrão…este passou correndo por mim na praça Olinto Leone e, numa distância de uns 3 metros de mim o policial atirou nele….na hora corri na direção oposta, com medo do tiro me atingir… Como o bandido não estava muito longe dele, poderia ter corrido atrás e com a ajuda do pessoal da rua segurá-lo…o bandido não estava com a arma na mão.

    Enfim, me senti muito desprotegida e senti a ausência dos policiais militares que costumavam ficar nas proximidades da praça e paulino vieira…depois do ocorrido, vi pelo menos uns 5 policiais…lamentável!

  9. Bom dia!

    Gostaria de lembrar aos conterraneos que as eleiçoes estão ai que tal no dia das eleiçoes dar um basta na corrupção?

    Vamos votar em branco! Caso haja 51% dos votos em branco estes “BONS POLITICOS” não podem se candidar novamente.

    VAMOS DAR UM BASTA NOS CORRUPTOS.

    VAMOS ADERIR A CAMPANHA DO BRANCO!!!!!!

  10. Resposata a cidadã: “Eu também estava no local e vi toda a ação desde o principio em q o assaltante tocava o terror dentro do escritório grintando com a funcionária de arma em punho, e ao sair do escritório com os produtos do roubo, a funcionária saiu correndo e gritando “socorro! pega ladrão!”, momento ao qual o bandido apontou a arma para ela e atirou por sorte a arma não disparou momento em que o bravo policial chegou dando voz de prisão, porem o marginal corria e atirava em direção ao pocial e graças Deus a arma dele não funcionava, algumas pessoas tentaram ir para cima do marginal mas o bravo policial os alertava para se afastarem pois o mesmo estava armado, e quando teve a oportunidade o bravo policial atirou na perna do bandido porem o mesmo continuou correndo até apraça adami quando tomou um moto taxi de refém, apontando-lhe a arma para sua cabeça, neste momento a população pedia para o bravo policial atirar no desgraçado, porem em momento algum ele o fez temendo pela vida do moto taxi e das pessoas q ali estavam”. E só para q a senhora “cidadã” fique sabendo, o marginal foi preso graças ao serviço da policia e aquele bravo policial ao qual eu parabenizo pois em meio a tanta gente no centro da cidade ter ferido tão somente o marginal que por misericódia de Deus não tirou a vida da quela jovem.

  11. Eu fico indiguinado quando vejo comentários como o desta “cidadã” q sempre q tem a oportunidade tenta colocar a sociedade contra os nossos bravos policiais, vc disse q se sentiu desprotegida pq um policial no cumprimento do seu dever, pois por lei nós temos o direito de proteger a sociedade em quanto o policial tem o dever, pois se assim não o fizer ele pode responder por crime de omissão, e por lei o policial estar sempre de serviço estando ele fardado ou não, pois bem se a senhora se sentiu desprotegida imagine a moça do escritório tendo um meliante com uma arma apontada para sua cabeça, pois o bandido estava sim armado só a senhora q não viu, pois perrgunte para os funcionários da loja que ele entrou correndo e aos policiais q o prenderam com esta mesma arma e os produtos do roubo, é por causa de pessoas como a senhora q nossa cidade está desta forma pois esta sempre defendendo bandidos e sabe-se lá pq não consegue reconhecer o serviço de um bom proficional. Que isso nunca lhe aconteça mais a senhora “cidadã” só vai saber valorizar os serviços destes bravos policiais , também são pais de família cidadãos como nós também q undo passar pela mesma cituação q passou aquela jovem, não quero com este comentário dizer q não existam maus policias em nosso país, porem qual o seguimento de nossa sociedade q não exista os maus profissionais?

  12. Querido Zeus e quem mais se interessar!!!

    Infelizmente, não é a falta de preparo dos nossos homens da PM, são as Leis que endurecem e engessar os atos desses bravos profissionais que, apesar de quererem fazer alguma coisa, não podem fazer nada!

    Inclusive, os mesmos têm prestar contas das balas usadas após devolver o revólver no quartel, podendo responder processos administrativos e, até criminal, mesmo usando-as para o benefício da população (como foi o caso).

    E, pior ainda se ele baleasse como você falou (na cabeça ou no coração)!!! Provavelmente os direitos humanos (geralmente “dos errados”) íam pedir a exoneração do mesmo.

    Parabéns ao Policial que, pelo menos tentou fazer alguma coisa contra o bandido e que não o prejudicasse muito, perante às normas da PM e às Leis “horríveis” do Brasil!!!

  13. Tenho o direito de expressar o que senti na hora do ocorrido, e com isso em nenhum momento quis manchar a imagem da policia! Vamos parar de politizar as coisas por aqui…ridículo!

    E quanto a essa cena que o Rc. Caçador de A e B narrou, digo que quando o ladrão passou por mim o policial não o estava perseguindo, ele estava caminhando tranquilamente pela praça, em direção oposta ao do ladrão…após o primeiro disparo (que foi perto de mim) é que ele correu atrás do bandido e, provavelmente, ocorreu essa cena que você descreveu.

    Os policiais são trabalhadores honestos e tem uma profissão de alta periculosidade, mas esse discurso de bravos policiais, guardiães da segurança…soa mais como discurso político do que qualquer outra coisa!

    Continuarei postando a minha opinião e sentimento aqui no Pimenta por entender que esse blog aceita a opinião de todos, desde que não agrida a imagem de ninguém, o que eu em nenhum momento fiz!

  14. Saiba, Sr Rc. Caçador de A e B, que a aceitação das diferenças ideológicas é nada mais que o princípio base para uma convivência pacífica em comunidade!!

  15. À senhorita “cidadã”! Fico mais uma vez indiguinado com estes comentários. Primeiro gostaria de dizer a senhorita para ter mais atenção aos seus comentários no q tange o sentido das palavras uma vez q a sehorita cita trechos da obra de Platão em “A República”, e dizer q o correto seria dizer:Vamos parar de -polemizar- as coisas por aqui…ridículo! Mas como vc mesma diz é realmente rídiculo ver q talvez a senhora não saiba o siguinificado da palavra “política” uma vez q acabara de fazer uso da mesma de forma inadequada. Porém se vc quiser fazer um estudo melhor sobre a palavra, a internet esta aí a seu dispor. Voltando a Platão, gostaria de dizer q aceito sim as diferenças e ideologias de outren e em momento algum tive a intenção de ofendê-la porém como vc mesma disse temos diferenças, não ideológicas mas à cerca da verdade dos fatos.Pois bem veja o q a senhorita diz em seu primeiro comentário:”Não sei se parabenizo o policial por ter atirado no ladrão…este passou correndo por mim na praça Olinto Leone e, numa distância de uns 3 metros de mim o policial atirou nele….na hora corri na direção oposta, com medo do tiro me atingir… Como o bandido não estava muito longe dele, poderia ter corrido atrás e com a ajuda do pessoal da rua segurá-lo…o bandido não estava com a arma na mão.” Agora veja o q vc diz em seu segundo comentário:”E quanto a essa cena que o Rc. Caçador de A e B narrou, digo que quando o ladrão passou por mim o policial não o estava perseguindo, ele estava caminhando tranquilamente pela praça, em direção oposta ao do ladrão…após o primeiro disparo (que foi perto de mim) é que ele correu atrás do bandido e, provavelmente, ocorreu essa cena que você descreveu.” Gostaria de dizer q em ambos os comentários a senhorita esta equivocada, e isso não sou eu quem estou dizendo mais sim vc mesma, primeiro vc diz q o policial atirou no bandido à três metros da senhorita, depois a senhorita diz q ele caminhava no sentido contrário ao do bandido e ao ouvir o disparo retorna e o persegue. Pois bem como já disse em meu primeiro comentário,eu estava presente desde o começo do ocorrido e não, o policial não estava transitando na praça, pois ele perseguiu o bandido desde o momento em q a garota gritava por socorro. Outro ponto é quando vc diz q ele atirou no bandido e depois vc diz q ele ouviu o disparo. Pergunto: “Se ocorreu apenas um disparo, como é possível ele ouvir o disparo e retornar, se segundo vc mesma foi ele quem atirou?”. Me perdoe, mais novamente acho q vc não esteve presente no fato ocorrido. Mesmo assim respeito o seu ponto de vista, porém nunca me calarei frente a não verdade pois como a senhorita gosta de frases filosóficas, mais uma vez parabenizo o bravo policial pois estou certo de q: “Para o triunfo do mal, basta q os bons não façam nada!”.( Edmund Burke,filósofo inglês).

  16. Depois de analisar a expressão de cada amigo leitor, constato que foi um momento de tensão, A CIDADÃ, descreveu e falou pela emoção, expressou sua emoção. Já RC, caçador de A e B, falaou pela razão.
    Parabéns ao policial que agiu com cautela, prudência e ainda manteve a calma no lugar sem criar situação de pânico, ou seja só disparou quando precisou e de maneira correta. Honra ao mérito PM. Agiu de maneira correta tentando deter o delinquente. Se não fosse esse policial saibam os senhores que jamais este meliante teria sido recluso.

  17. Vocês são ótimos, continuem assim….não fossem os erros gramaticais seriam aprovados com louvor em qualquer redação e interpretação de texto….me diverti muito com os comentários do tal Caçador…por ele achar que citei Platão e mais ainda, por até dizer que não estava no local! rs

  18. Você é ótima,continue assim…não fosse a imprecisão nos comentários, seria aprovada com louvor em qualquer faculdade de jornalismo…me divertir muito com seus comentários com relação aos fatos… pois nem você sabe que sua frase tem origem platônica… e não afirmei que não estivesse no local, apenas achei que lá não estivesse, devido as suas imprecisões! rs

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Back To Top