skip to Main Content
16 de julho de 2020 | 10:22 am

ESQUEÇA A “SALIÊNCIA” SE COMPROU OLLA…

Tempo de leitura: < 1 minuto

A fabricante de preservativos Olla anunciou recall de 624 mil camisinhas de cinco lotes que apresentaram “desvio de qualidade que pode tornar o produto impróprio para o uso”. Os lotes identificados são os de numeração J12A0534, J12A0535, J12A0599, J12B0083 e J12B0087.

A empresa diz que já adotou medidas para retirar estes lotes do mercado, mas se o consumidor comprou camisinha desta marca é importante que confira o lote do produto.

A recomendação é para que não use o preservativo e entre em contato pelo 0800 012 6888 ou email atendimento@olla.com.br para fazer a troca ou ser reembolsado.

PENSE NUM ABSURDO… PENSOU?

Tempo de leitura: < 1 minuto

Fiscais da Adab e agentes da Polícia Rodoviária Federal apreenderam no município de Encruzilhada, no sudoeste baiano, uma carga clandestina de alimentos de origem animal carregados em carros de passeio, caminhão e… carro funerário.

O veículo que transporta outro tipo de presunto estava carregado de manteiga, frango abatido, salsichas, hambúrguer, peito de frango e calabresa.

PIADA PRONTA NA CÂMARA DOS DEPUTADOS

Tempo de leitura: < 1 minuto

Do Poder Online

Pelo menos um ladrão esteve na Câmara dos Deputados na madrugada desta quinta-feira.

Ele invadiu um dos restaurantes da Casa e levou o dinheiro que estava no caixa.

A polícia legislativa interditou parcialmente o local para investigar o crime.

Já é a segunda vez, este ano, que o local é assaltado.

FESTIVAL AMAR AMADO ATÉ 2017

Tempo de leitura: < 1 minuto

Família Caymmi foi uma das atrações do festival deste ano.

André Guimarães, dirigente da Maná Produções, disse que o Festival Amar Amado reúne condições para ocorrer anualmente, pelo menos, até 2017. Agora em 2012, o evento de homenagem ao escritor grapiúna Jorge Amado atraiu milhares de pessoas e atrações nas áreas gastronômica, literária e musical, a exemplo de Caetano Veloso, Margareth Menezes e Família Caymmi.

A Maná obteve do município uma carta de cessão de espaço para os próximos cinco anos, segundo Guimarães. “Um evento desse porte, realizado anualmente na cidade de Ilhéus, vai consolidar a imagem da cidade como Capital Baiana da Cultura”, acredita.

O diretor da Maná Produções afirmou que a ideia é agregar outros símbolos e personagens ao festival. Em 2013, revela, o Amar Amado renderá homenagens ao centenário de Vinícius de Moraes. E em 2014, o alvo seria o cantor baiano Dorival Caymmi.

ZÉ ROBERTO CRITICA CANDIDATOS “SALVADORES DA PÁTRIA”

Tempo de leitura: 2 minutos

Zé Roberto fez críticas à tríade Azevedo-Juçara-Vane.

Zé Roberto, do PSTU, foi o quinto candidato a participar da sabatina do programa Alerta Total, da TV Cabrália/Record News. Ele criticou candidatos “salvadores da pátria” e propôs gestão municipal controlada por trabalhadores. “Defendo os interesses dos trabalhadores e da periferia”, justificou.

Ao falar de saneamento básico, o candidato apontou que 33% das ruas de Itabuna têm esgoto correndo a “céu aberto” e o governo precisa definir melhor suas prioridades. Ele fez críticas aos governos municipal e federal por empregar R$ 12,8 milhões na obra da Avenida Amélia Amado.

Os recursos públicos, disse, deveriam ser aplicados para melhorar a vida de quem mora na periferia. Zé Roberto citou os bairros Santa Clara, Novo horizonte e Maria Pinheiro como exemplos de caos na área de saneamento básico.

O prefeiturável criticou a gestão municipal na área de transporte e trânsito e defendeu que o município assuma o transporte coletivo urbano, acabando com a concessão do serviço hoje sob domínio das empresas São Miguel e Expresso Cachoeira. “O município tem que tomar o controle do transporte público”, disse, alfinetando os adversários que vão gastar R$ 5 milhões em campanha. Segundo ele, Itabuna é “governada pelos ricos e para os ricos”.

O retorno da Gestão Plena na área de saúde, para Zé Roberto, é um falso debate. Para ele, o que está faltando em Itabuna é o controle social na área de saúde. “Postos não funcionam e o atendimento no Hospital de Base é péssimo”.

O candidato ainda citou dados que apontariam para universo de 32 mil pessoas desempregadas no município. “A juventude, que não tem perspectiva de trabalho e educação de qualidade, está jogada na marginalidade”. Alternativas de geração de emprego, segundo Zé Roberto, seriam a criação de frentes de trabalho de obras públicas e cursos de formação e qualificação de mão de obra, principalmente para a juventude. “A violência na nossa cidade está ligada a essa falta de oportunidade”.

Professor, Zé Roberto criticou a gestão também na área educacional. Segundo ele, o governo municipal “não cumpre piso nacional nem plano de carreira dos professores”. Além de controle social também na educação, o candidato do PSTU citou a escola Juca Leão como simbolo do “descaso” do governo de Azevedo com a Educação. A Escola desabou seis meses após submetida a reforma (relembre aqui).

MORRE MÃE DO PRESIDENTE DA ACI

Tempo de leitura: < 1 minuto

Faleceu nesta quinta-feira, 23, a aposentada Iná dos Santos Fontes, mãe do presidente da Associação Comercial e Empresarial de Itabuna, o médico Eduardo Fontes.

Iná estava com a saúde debilitada e apresentava problemas respiratórios. O corpo está sendo velado no SAF e será sepultado nesta sexta, 24, às 10 horas, no Cemitério Campo Santo, em Itabuna.

ASSENTADOS PEDEM AGILIDADE EM INVESTIGAÇÃO DE CRIME NO FREI VANTUY

Tempo de leitura: < 1 minuto

Do Blog do Thame

Moradores do Assentamento Frei Vantuy, ligado ao MST,  na rodovia Ilhéus-Itabuna, realizaram um ato cobrando agilidade na apuração dos responsáveis pela morte da ex-assentada Genilce Pereira dos Santos, de 59 anos.

Genilce era secretária do assentamento e foi encontrada morta no dia 18 de julho, na casa onde morava (relembre aqui). Ela vinha sofrendo ameaças por denunciar irregularidades no assentamento. Mais de um mês após o crime, a polícia ainda não concluiu as investigações.

COMENTÁRIOS E LEGISLAÇÃO ELEITORAL

Tempo de leitura: < 1 minuto

O PIMENTA reuniu ao longo dos seis anos uma legião de amados leitores-comentaristas, mas que recorrem a apelidos na identificação das postagens dos respectivos comentários. Não é algo para fugir de responsabilidades por aquilo que escreveram, mas, sim, que permite leveza, graça, tempero. Assim, porém, não entende o Tribunal Superior Eleitoral. Cidadão, Leidikeiti, Amora, O Cara, por exemplo, não são permitidos (brincadeira!!!).  A legislação proíbe o “anonimato”. Desta forma, em todas as postagens relacionadas às eleições 2012, não poderemos mais – a partir deste momento – liberar comentários com assinaturas que remetam ou sejam interpretados como “anonimato”.

É a lei, dura lei… Duríssima.

AS PÉROLAS DO HORÁRIO ELEITORAL

Tempo de leitura: < 1 minuto

O segundo dia de horário eleitoral dos candidatos a vereador trouxe algumas pérolas. Um dos candidatos se propõe a cuidar da cidade. “Itabuna é uma criança e precisa de babá… Babá Cearense”. Esse ainda não é o campeão. Tula, também peemedebista, aparece na telinha com uma senhora promessa, caso eleito: “Eu vou virar um monstro para lhe defender”. Pronto, espaço garantido em programa infantil.

O radialista Ivan Morais (DEM) também não fica por baixo. Olhos fixos no teleprompter e na câmera, solta a voz: “Ferro na boneca, minha cara e nobre família itabunense”. E, para finalizar o recado, Morais lasca o bordão que o caracteriza no rádio: “Jacaré que vacila vira bolsa de madame”. E o eleitor, vira o quê?

Na “sessão da tarde” ainda teve o nobre Corujito (PT), que evoca o apelido: “Eu não sou barriga verde. Vote Corujito”. Esse, pelo menos, não recorreu aos apoios dos companheiros de história em quadrinhos She-Ra e He-Man (Lula e Dilma?).

Para encerrar a coleção de pérolas de hoje, lá vai o colega de profissão do deputado federal Tiririca, o Palhaço Cocada (PT). “Humildade, alegria e amor, vote no Cocada para vereador. Se todo mundo votar neu, eu mim alejo. Ô meu Deeeeuso…”.

CALOTE MANSO

Tempo de leitura: < 1 minuto

PREFEITO NEWTON LIMA COPIA AZEVEDO

A banda de forró Falamansa ainda não recebeu o cachê pela apresentação nos festejos juninos em Ilhéus. O calote de R$ 130 mil é atribuído à gestão de Sir Newton Lima – aí incluídos os cachês de Dorgival Dantas e Caviar com Rapadura.

O valor do calote (nada) manso da Prefeitura de Ilhéus foi repassado ao blog Políticos do Sul da Bahia por um empresário responsável pelas contratações. O grupo ligado ao Falamansa está disposto a acionar judicialmente o Palácio Paranaguá.

Gestores municipais sul-baianos têm se tornado pródigos em dar calote em bandas de forró. Em 2010, a banda Mastruz com Leite se apresentou no parque de exposições Antonio Setenta, na Expofenita, e denunciou o “devo não nego, pago quando” puder da Prefeitura de Itabuna (relembre a história aqui).

À época, o prefeito Capitão Azevedo ficou famoso pelo ineditismo em matéria de calote. O empresário Jósimo Costa, da Mastruz com Leite, disse ao PIMENTA que estava acostumado a se apresentar em todos os cantos da Bahia e nunca havia recebido calote. Até que se apresentou em Itabuna e…

Back To Top