skip to Main Content
10 de agosto de 2020 | 07:25 pm

EX-SECRETÁRIO DE FINANÇAS REBATE TCM

Tempo de leitura: < 1 minuto

O ex-secretário de Finanças de Ilhéus, Gilvan Tavares, rebateu decisão do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) que multou o prefeito de Ilhéus, Newton Lima, por ter pago a mais a três ex-secretários.

Gilvan Tavares é funcionário concursado do município e diz que recebeu devidamente. “Sou funcionário concursado há 33 anos e, portanto tenho direito a férias e décimo terceiro, o que não é permitido ao secretário que não seja funcionário”, disse ao PIMENTA. Esta seria, afirma, a razão da diferença de salário apontada pelo TCM.

Segundo Tavares, a defesa no processo julgado pelo TCM será feita pelo setor de Recursos Humanos do governo. Tanto o ex-secretário de Finanças como os colegas Paulo Goulart e Elza Maria Carvalho são servidores concursados que comandaram secretarias na gestão de Newton em 2008 (entenda clicando aqui).

Este post tem um comentário
  1. Vejamos que coisa impressionante:
    Os Secretários teem também salários diferenciados, igualzinho aos Servidores da Prefeitura.
    Servidores do mesmo concurso,mesmo dia de admissão, recebem diferenciado pela chamada “Promoção Horizontal” NO PLANO DE CARGOS E SALÁRIOS, que beneficiam só os que possuem coligados políticos na casa.
    O mais impressionante é ver, recem concursados receberem quase o triplo dos efetivos de anos e anos de serviços prestados.
    Infelismente essa situação é prática natural na Prefeitura, porém ilegal e injusto mas, agora trata-se de Secretários.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top