skip to Main Content
15 de julho de 2020 | 08:50 am

ITABUNA: SERVIDORES RECLAMAM DE “MORDIDA” NO CONTRACHEQUE

Tempo de leitura: < 1 minuto

Os servidores municipais de Itabuna estranharam mais uma mordida no contracheque de julho. Os descontos de contribuição do INSS foram a maior para quase todos os funcionários da área de saúde em junho e se repetiram também em julho, segundo Wilmaci Oliveira, dirigente do Sindicato Municipal dos Servidores de Itabuna (Sindserv).

O sindicato já havia acionado a Secretaria Municipal de Saúde no mês passado. “Eles prometeram nos ressarcir neste mês, mas o desconto indevido se repetiu e foi maior do que em julho”, lembra. “A gente sinalizou o problema. Era só a saúde, mas agora o desconto atingiu outros setores”, disse.

A prefeitura emitiu nota e confirma o desconto a maior no recolhimento de INSS, mas reconhece problema na folha de julho e não junho. A promessa é de que o valor será compensado na folha de agosto. “Em razão disso, foi determinado o estorno do valor na folha de agosto, que já está fechada com a prevista compensação”, diz a nota. Atualizado às 18h35min.

Esta publicação possui 9 comentários
  1. Agora resta ver se a prefeitura repassou a união ou se vai ser preciso pagar 20% de honorários advogaticio por esquecimento !!!
    Eles sabem o que estou me referindo.

  2. Falar das mazelas de Itabuna também já se tornou uma novela sem graça e pelo andar da carruagem, interminável. Ninguém toma providências, todas as falcatruas são rotineiras e “normais”. Além disso, a fogueira das vaidades, o desejo de vantagens pessoais e o orgulho, impregnaram os candidatos e alguns corregilionários – que poderiam mudar essa história suja, maldita, terrível- fazendo fissuras e distanciamentos profundos.
    Enquanto um candidato da oposição (e simpatizantes)ao que está posto, denigrem a imagem do outro, o Azevedo se fortalece. Essa deveria ser a hora da união em torno do candidato mais forte, daquele com chances reais de ganhar as eleições e acabar com esse desgoverno de Azevedo que trouxe tantos males para todos nós que moramos nessa cidade. Uma vez que não teremos segundo turno, em que resultará essa desunião e falta de respeito aos candidatos Juçara e Vane? Todos sabemos a resposta. Será que essa cidade suportará mais quatro anos de desmandos, sujeira, doenças, violência, ruas esburacadas, falta de saneamento escolas sucatedas, desvio de verbas escancaradamente (segundo os noticiários)etc, com Azevedo? Quanto desserviço se presta a essa cidade, quando procura-se denegrir a imagem de Juçara ou de Vane! Gente, os inimigos da cidade de Itabuna, hoje, são Azevedo e essa turma que o acompanha! Isso vale para “Seu Pimenta”- por quem nutro sentimentos de respeito – e outros e outros. Reflitam bem e que acima dos interesses pessoais, das mágoas, prevaleçam os interesses da coletividade, da comunidade itabunense. Entre os dois candidatos, já escolhi em quem votarei e tenho convicção do que faço. Porém, se na reta final perceber que a outra candidatura da oposição está mais forte e tem mais chances de anular essa maldição que aí está, com certeza, mudarei o meu voto sem nenhum constrangimento.

  3. Ta uma palhaçada essa demora do “contra-choque” se assim podemos dizer, a demora é muito grande que chegamos a receber no final do mês. alem do mais fica assim difícil de reclamar qualquer irregularidade na folha de pagamento.

  4. Muito estranho esse desconto repentino. Mas corre o boato por ai de que ocorreriam descontos de 5% nos contra-cheques dos contratados e 3% nos contra-cheques dos concursados para financiar a campanha do ilustre candidato a reeleição, capitão! Coincidência ou não, nos contra-cheques dos concursados, segundo informações, é exatamente 3% a mais que veio descontado. Segue a dica!Se é verídica ou não, só aguardando o contra-cheque do mês que vem pra saber. Se ficar comprovada o roubo, é caso de pleitear uma ação no MP para, inclusive, impedir que pessoas capazes de usurpar seus próprios funcionários governe a vida de 200 mil pessoas. Mas aqui é Brasil, onde tudo pode e a impunidade corre solta.

  5. Até quando os pensamentos retrogrados terão a população de itabuna? tantos os que estao de um lado ou do outro? Entendam que a prefeitura em si, nao existe apenas para politica mais existem compromissos profissionais de cada funcionario para com a cidade e a população indiretamente, tem servidores publicos ‘concursados’ sérios, independentes de qualquer politica que exista, e que estes nao podem ser denegridos sem ao menos procurar explicação técnica, antes de soltar boatos falsos. Pois bem, o que ocorreu foi um erro técnico ocasionado por um servidor efetivo(Que nesse caso sou eu), idoneo, que passou desapercebido mesmo após analise, mais que assim que corrigido foi sanado e foi feito as devidas correções sem onus para o servidores, questões que pode acontecer em qualquer area profissional, principalmente no tocante a area de tecnologia/informática e se alguem trabalha nesta area sabe dos percalsos que podem ocorrer para que fique mais na frente tudo 100% em atividade. Enfim, encerro dizendo a todos colegas servidores publicos concursados que nada tem haver com politica e sim falha tecnica o que aconteceu, sendo sanado o problema, que nao mais ocorrerá, e que todos os onus serao devidamente ressarcidos.

    Ass.: Servidor Publico Efetivo.

    # Peço ao Blog PIMENTA que adicione esta explicação juntamente ao post inicial desse assunto, pois toda materia necessita da verdade dos fatos, e como creio que voces desejam atraves do Blog trabalhar sempre com essa verdade acho que não terá problema em fazer. Grato.

  6. o prefeito tirou a insalubridade dos funcionários ,e depois da parada só depositou de alguns.o que é uma injustiça.funcionários que ganham 800 reais e ainda ver o seu salário menos .é triste.

  7. prefeito tira insalubriade de funcionários da saúde,o sindicato brigou por isso.mais nem todos receberam.prefeitura é assim voce nunca sabe quanto vai receber.e se vai receber.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top