skip to Main Content
28 de outubro de 2020 | 01:46 am

COMPLICOU-SE

Tempo de leitura: < 1 minuto

Sentença da lavra do juiz da 1ª Vara da Fazenda Pública em Itabuna, Eros Cavalcanti, complica a vida do deputado federal Geraldo Simões.

O magistrado condenou Geraldo a ressarcir os cofres públicos em R$ 4 mil e ainda aplicou multa de igual valor. Pior: suspendeu os direitos políticos do parlamentar por cinco anos.

O caso se refere a ação civil de improbidade administrativa movida pelo Ministério Público Estadual.

Esta publicação possui 12 comentários
  1. Seu pimenta:

    Apesar do insigne deputado merecer,ficou meio pesado chamá-lo de meliante,não acham?

    Devidamente modificado, Mota, embora o tremo cabia para quem é condenado.

  2. Tudo bem que não gostem do G.S., mas o termo aplicado no post não e meio forte?

    Quando a Revista Veja citou Itabuna a respeito da violência, os blogs exploraram bastante. Esta semana a mesma revista Egeu o pau em Vitoria da Conquista, mas em educação. Eu quero ver a repercussão!

  3. Quem mandou ficar aflito pra ser o paraninfo de maior prestigio das formaturas da região?

    A Justiça entendeu que paraninfo é o cidadão, e não o Prefeito pra que a viuva pague as contas e ele fique com o prestígio.

    Quem quer prestígio, pague a conta!

    É por essas e outras que ele mesmo pediu pra sair da propaganda da sua candidata.

    A coisa já esteve melhor pra o Deputado…..

  4. EU FICO A PENSAR. SE COBRARAM ISSO DE MINHA PEDINHA FICHA SUJA, QUANTO NÃO COBRARÃO DE AZEVEDO QUE METEU A MÃO EM 23 MILHÕES?
    PENTE FINO NESSES LADRÕES.
    VALORIZE SEU VOTO E SUA CIDADE. NÃO VOTE EM FICHA SUJA.

  5. Meninos, eu vi! Antes estava escrito “meliante” nesta nota. Mas o blog está certo em aliviar o texto. Eu também não chamaria esse pilantra de meliante, uma vez que tal palavra remete a bandidos de pequena monta, meros ladrões de galinha, batedores de carteira, trombadinhas e assemelhados. Um tubarão como GS está em um grau muito superior. Ele tem mestrado em subtração e doutorado em rapinagem.

    Da redação: Pois é, sr. Juca, se até os leitores de oposição consideraram o termo forte, nos cabe agir racionalmente…

  6. Já n era sem tempo… esse homem já deveria ter sido punido pela justiça inclusive, divina por cta de sua nefasta, maldosa e adulterada prática política. O mal só se instala até o bem prevalecer.Geraldo está por fora assim com sua mulher. Nós população n somos massa de manobra.Q os dois venham viver a vida da população para aprender a serem dignos.

  7. A nossa Justiça Eleitoral é mesmo uma Justiça céga. Não cassa os Diireitos Politicos de quem rouba como neste caso o Vereador Wencesla-lau e puni, quem deu aos mais pobres, como neste caso do Deputado, Geraldo Simões, que segundo informações deste mesmo Site, o Deputado, douo CR$ (4 milhões em 2004) como as coisas brasileiras invertem os valores, é de indgnar, não é mesmo?

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top