skip to Main Content
19 de fevereiro de 2020 | 12:57 pm

BABESP APONTA VITÓRIA DE PELEGRINO; IBOPE TRAZ ACM NETO À FRENTE

Tempo de leitura: < 1 minuto

ACM Neto e Pelegrino disputam Prefeitura de Salvador.

A menos de 24 horas do eleitor definir quem vai ser o próximo prefeito de Salvador, os institutos de pesquisa Babesp e Ibope divulgam as intenções de voto com resultados diferentes.

O Babesp aponta vitória apertada de Nelson Pelegrino (PT) diante de ACM Neto (DEM): 43% a 41,6%. Brancos e nulos representam 9,8% dos pesquisados, enquanto 5,6% se disseram indecisos. A margem de erro, porém, é de 3,1 pontos percentuais, configurando empate técnico.

O instituto conhecido como “DataNilo” ouviu 1.000 eleitores neste sábado. A pesquisa está registrada com o protocolo 00546/2012 no Tribunal Superior Eleitoral. O Babesp foi o único instituto que acertou o resultado final do primeiro turno.

Já a pesquisa do Ibope, encomendada pela Rede Bahia, aponta vitória do candidato do Democratas. ACM Neto aparece com 48% ante os 40% de Nelson Pelegrino (ou 55% a 45% nos votos válidos). Votos brancos e nulos atingiram 9% e o percentual de indecisos chegou a 3%.

A pesquisa do Ibope ouviu 1.001 eleitores no período de 25 a 27 de outubro e está registrada no Tribunal Regional Eleitoral baiano sob o protocolo 00547/2012.

Esta publicação possui 3 comentários
  1. Acredito no Ibope. Pelegrino passou toda a campanha se auto-proclamando um INCAPAZ, que só funciona com as muletas de Lula e Dilma. O diabo é que as muletas apontadas não funcionam, e transformaram o carioca Jacques Wagner no PIOR governador do Brasil! “Mudar” Salvador como Wagner “mudou” a Bahia??? Cruz Credo!!!

  2. Como pesquisa é momento, O Babesp (Data Nilo)apresenta dados mais atualizado, já que fez a pesquisa só hoje e o Ibope fez de quinta até hoje.

  3. Uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa.
    Assim sendo, as pesquisas dão ao eleitor uma informação quase precisa da radiografia eleitoral do momento, com os índices obtidos e analisados.
    Eu, particularmente, acho chato a gente saber um dia antes da eleição que o candidato A está na frente do candidato B. Acredito que a disputa perde muito a graça, e o eleitor menos ideológico corre para votar no candidato que nas pesquisas está na frente para “não perder o voto”, aumentando assim, a vantagem do mais forte. Portanto, seria interessante que uma semana antes da eleição fosse proibido divulgar pesquisa eleitoral.
    Quanto a Salvador, não adiantou Lula e Dilma fazerem campanha para Pelegrino, pois o soteropolitano está retado com Wagner, com razão.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Back To Top