skip to Main Content
20 de abril de 2021 | 10:01 am

A FIFA TOPARIA PAGAR PRA VER A “GUERRA DO ACARAJÉ”?

Tempo de leitura: < 1 minuto

O Ministério Público estadual recomendou que a venda de acarajé seja feita dentro da Arena Fonte Nova, em Salvador, seguindo modelo tradicional de comercialização, durante os eventos da Copa das Confederações e da Copa do Mundo 2014. A recomendação do MP deverá ser repassada pelo governo baiano à Fifa.

E é bom que a entidade máxima do futebol, como se diz por aqui, “não se meta a besta”. Ativistas planejam grandes protestos se a venda do quitute for barrada no estádio onde o acarajé virou patrimônio imaterial. E pode sobrar para gigantes multinacionais, a exemplo da McDonald´s.

Quem quer pagar para ver?

Esta publicação possui 4 comentários
  1. Nação que se respeita não negocia seus costumes e tradições, nossa soberania não pode ser negociada com a FIFA, cada qual manda em sua CASA

  2. Era só o que faltava.Não basta retirar filhos de maneira arbitrária de pais,agora chega quem não pertence a nossa pátria achando que a Bahia é a casa da mãe joana. ACM NETO meu filho,nós confiamos na força do teu avô,quando nos defendíamos,porque ele sempre foi o povo baiano.Agora é a sua vez.O ACARAJÉ É BAHIA BRASIL E A FONTE NOVA É NOSSA.
    VIVA O MC DONALD´S ABAIANADO-NOSSO DELICIOSO ACARAJÉ.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top