skip to Main Content
29 de setembro de 2020 | 02:01 pm

PATRIMÔNIO IMATERIAL DA BAHIA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Imagem da baiana de acarajé se identifica com a cultura do Estado

O ofício da baiana de acarajé passa a ser reconhecido como Patrimônio Imaterial da Bahia, por meio de decreto assinado pelo governador Jaques Wagner. A atividade foi também registrada no Livro Especial de Saberes e Modos de Fazer, do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural (Ipac).

Segundo o governador, a homenagem é um reconhecimento a “uma marca baiana, uma tradição da nossa culinária e da nossa hospitalidade”.

Uma hora dessa é covardia…

Esta publicação possui 4 comentários
  1. No periodo ca Copa do Mundo as bahianas não poderão vender acarajá proximos dos locais onde ocorreram o jogo em Salvador pois será vendido Mcdonalds que é o patrocinador oficial! o que vocês acham disso?

  2. Será que as pessoas sabem que a Baiana de Acarajé tem data cívica própria? Pois é, dia 25 de novembro, se não me engano. Está próxima a comemoração desse verdadeiro patrimônio (de exportação!) da Bahia, com certeza.

  3. Tudo isso é apenas balela pois, pelo que se sabe, na Copa do Mundo de 2014 só terá Mc Donalds, …, acarajé estará fora do cardápio, …!!!

    Haja demagogia, …!!!

  4. Imaginem só, as patacoadas que os petistas iriam aprontar se o governador e presidente fossem de outro partido, temos uma tal de lei seca, que tem evitado muitas mortes no trânsito, mas no periodo da copa não terá validade nas “ARENAS” e seus entornos, não discuto se isso ou aquilo tá correto ou não, estou apenas me referindo ao comportamento de pessoas que usam dois pesos e duas medidas completamente opostas para o mesmo produto.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top