skip to Main Content
4 de abril de 2020 | 07:04 pm

ITABUNA X CONQUISTA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Está bombando no Facebook uma montagem comparativa feita pelo jornalista Pierrot Sampaio. No confronto, as atrações do Natal de Vitória da Conquista versus Itabuna. Nada contra as atrações. É só para apontar a organização de cada uma das cidades.

Esta publicação possui 42 comentários
  1. QUEM FOI RESPONSÁVEL PELAS CONTRATAÇÕES DAS ATRAÇÕES DE ITABUNA??? APOSTO QUE FOI CARLOS LEAHY, AQUELE QUE CONTRATOU O SHOW DE DANIELA MERCURY, QUE CUSTAVA 90 MIL, POR 400 MIL!!! NARACUTAIA DAS BRABAS!

  2. Só uma contratação de um desses cantores que vão estar em Conquista, dá para pagar todas as atrações de Itabuna. Queria saber se o valor das contratações, entre as duas cidades, vai ser igual… Abra o olho Azevedo!!!

  3. Diferença enorme de gosto e qualidade hein. Conquista é outro mundo. Além de ter o maior festival do interior do norte-nordeste o “festival de inverno” que atrai quase 100 mil pessoas. é foda!!!

  4. Nada contra Itabuna, muito pelo contrario, gosto da cidade, mas hoje é covardia compara-la com Vitoria da Conquista, não só nas atrações de natal mas em tudo falando. Conquista hoje é muito melhor!! Mas isso se deve a ótima administração que a cidade vem tendo ao longo desses últimos anos, um governo comprometido com o desenvolvimento da cidade. Acho que Itabuna pela importância que ela tem deveria, também, ter um governo assim, preocupado com o desenvolvimento da cidade e não em atender o interesses de políticos corruptos. Isso mostra a importância que tem o voto e que eleição é coisa séria. Acorda Itabuna!

  5. O Bigode é o grande trunfo do casting da direita: sendo dublador, pode encarnar de Louis Armstrong a Renato Russo. O Jhon Kelson, devidamente caracterizado, daria um bom Fernando Anitelli, do Teatro Imaginário de FG.

    O chato do Ivan Lins diz que “nada cai do céu”… E se ele pegasse uma carona no Top Gan, com o reverso aberto? Prenderia os patrão Beta e Isa no quarto de empregada e apoiaria uma revolução leninista contra os Reis da Palomba.

    Duas bolsas de mestrado em Sertanejo Universitário para Jerry Adriano e Moreno no Caprixo, para cursar em Nashville (passagem só de ida).

    Aqui no meu Gulag não tem praça nem Natal, ainda bem, não?!

  6. Boa montagem garoto!! Nada contra as bandas e tal, mas isso reflete claramente a organização das duas cidades. Há cerca de 20 anos atrás políticos sérios organizaram e planejaram uma Vitória da Conquista para um virtuoso futuro.

    Enquanto isso aconteceu em Conquista, a nossa Itabuna ficou alternando de mão em mão de políticos, cada um pior do que o outro e hoje se encontra na situação em que está.
    Não temos mais Carnaval, Festas Populares e nem condição de organizar um Natal decente temos.

    Enquanto Conquista desponta hoje com quatro festivais grandes de Música, um de literatura, dois de cinema e um de teatro, em Itabuna não têm nenhum. O festival Multiarte, organizado pela brava Eva Lima e Cia, não tem apoio quase nenhum do poder público. A FICC está falida por inoperância administrativa dos seus gestores.

    Chegamos a um estágio lamentável, onde temos que rir das nossas desgraças para não chorar. Sinceramente, eu sinto falta da efervescência cultural de outrora em Itabuna. Más administrações acabaram com a cultura de Itabuna. Hoje não temos mais nada! O centro de Cultura acabado, a Zélia Lessa em péssimas condições e o nosso cenário musical que já foi o mais importante da Bahia, depois de Salvador, está jogado as moscas. Os músicos que não foram embora de Itabuna, tocam por “merrecas” em bares e em bandas de arrocha. A música de Itabuna acabou. É sempre bom lembrar, que Itabuna foi a cidade que gestou o Axé Music na década de 80. Foi aqui que Luis Caldas em contato com músicos grapiúnas começou a conceber o Fricote, que mais tarde se tornaria o Axé Music. E toda essa produção musical, aconteceu aqui é em Itabuna, lá na Mangabinha.

    Só peço que esta “brincadeira” feita por este jovem jornalista sirva de reflexão sobre a nossa atual situação cultural. Precisamos mudar. E a mudança parte do agora. Ainda podemos voltar a ser a Itabuna tão respeitada pela nossa produção cultural de outrora. Devemos resgatar a cultura de Itabuna e assim tentar construir uma cidade mais rica culturalmente. Prefeito Vane, não votei em você, mas lhe peço que olhe com carinho e atenção para a cultura de Itabuna. Passa, irrestritamente, pelas mãos do poder público resgatar um cenário cultural que um dia foi forte e virtuoso, mas hoje não tem mais norte, nem sul.

    No mais só queria agradecer mais uma vez pela cutucada que este jovem jornalista e Pimenta deram na cultura de Itabuna. Às vezes é na brincadeira que as coisas sérias são reveladas.
    Parabéns Moçada!!

    Robério Cezar

  7. É comparativamente estrondosa a distância qualitativa das atrações de V.Conquista para Itabuna. Enquanto uma procura prestigiar a falta de criatividade musical a outra se esmera em proporcionar ao seu público um toque refinado, criativo, esteticamente bem postado na mídia nacional e romântico sem ser brega.
    Isso demonstra os gosto apurado pela equipe, que escolheu as atrações de Itabuna,para assim oferecer ao povão PANIS ET CIRCENSES.

  8. Vergonha, reflete as atuais gestões dos dois municipios ,Itabuna uma verdadeira merda ( Violência, saúde e tudo mais)…kkkkkkkkkkkkkkk…..já Conquista cidade bem administrada e em pleno crescimento, povo cheio de cultura, vou me mandar e passar o ano bem longe disso aqui….

  9. kkkkkkk
    Conquista é Conquista … Todo mundo que conhece sabe que é uma das poucas cidades mais influentes economicamente ,socialmente.
    Lá o progresso “FLUI” ….

  10. vejam só essa! se não me engano, a 30 ou 40 anos atrás todo o foco era voltado pra Itabuna e Ilhéus que inclusive eram maiores que Conquista em população e principalmente em desenvolvimento. Vitória da Conquista evoluiu principalmente pelo fato de a BR116 Passar por lá e a região q é altamente propícia a cultura do café
    sendo a 2° maior produtora do produto no Brasil. o comércio pujante, empresários ousados e persistentes e Conquista virou o jogo tornando-se a 3° maior cidade do estado e do interior do nordeste. como disse o André 10×0 tanto em itabuna como em ilhéus

  11. Itabuna consagra com a Cidade mais Fedorenta da Bahia, a 8 em violencia no brasil, a cidade mais esburacada, tem os piores casos de dengue, não tem politicas publicas, lixo por todos os lugares, um trasito a dar inveja a India, não temos hospitais, praças publicas, local de caminhada, aqui não tem nada nem mulher bonita tem neste lugar. Quem quer morar num lugar desses. Vamos todo mundo morar em Vitoria da Conquista.

  12. -AZEVEDO ME DISSE: JÁ GARANTIR MEU LUGARZINHO NO NATAL DE CONQUISTA.
    -E EU LHE PERGUNTEI: QUANDO Q VOCÊ VOLTA EX-PREFEITO.
    -ELE RESPONDEU: DEPOIS QUE O NATAL PASSAR, POIS QUERO APROVEITAR UMAS PROMOÇÕES NO SHOPPING CONQUISTA SUL.
    -PENSEI: TEM QUE APROVEITAR MESMO POIS A MAMATA TÁ ACABANDO… KKKKKKKKK

  13. Que choque de cultura. Infelizmente, a cidade de Itabuna está cercada pessoas aculturadas, isso explica, o grande índice de violência, ou seja, somos aquilo que vivemos.
    Espero o o novo prefeito desta cidade – Vane, possa mudar este contexto cultural e seguir o exemplo de Vitória da Conquista.

  14. não é atôa que um ex prefeito de Itabuna se mudou pra conquista,pode ter certeza que ai vai ter é muito malandro e desocupadas,e a sociedade como é que fica? bem o jeito é irmos pra conquista,eta ferro.

  15. Itabuna tornou-se a vergonha do cenário bahiano, cosiderada por muitos como a latrina do Estado da Bahia. A propósito , já não era essas coisas e piorou muito com a catastrofe Azevedo.

  16. Nossa gente fico triste que Itabuna nao promove uns momentos destes para nós…e O Teatro Mágico é uma apresentação espetacular com poesia e arte….estou quase indo lá.

  17. kkkk Para vcs d Itabuna é triste poxa cada um pior q o outro Moreno do caprixo nooosa prefiro ficar em casa V.conquista está mt superior a Itab é triste

  18. Sou conquistense com muito orgulho a 16 anos atras passavamos pelos mesmos problemas que os irmaos de itabuna estão passando,itabuna era a nossa referencia depois da eleição de Guilherme menezes em 2007 a cidade vem passando por um desenvolvimento enorme a cidade se tornou um polo educacional,de saude e comercio,mas tudo isso depende de vontade politica colocar a pessoa certa para administrar os rumos da cidade e vai ai o convite para vir passar o natal com agente.

  19. Não nos esqueçamos, grapiúnas ou não:
    Vitória da Conquista é terra natal de Glauber Rocha, Xangai, Rosemberg Oliveira, Elomar, Paulo César de Araújo, Ricardo Castro, Anecy Rocha… Ih! a lista de valores é enorme!
    Já Itabuna, excetuando-se o brilhante Jorge Amado e, talvez o Adonias Filho (seria itabunense?), é maternidade de Fernando Cuma, flamenguistas, Geraldo “fraco” Simões, vascainos e demais apaixonados pelas “coisas” do eixo rio-são paulo…
    Assim, não tem rugôso que aguenta!!!

  20. Vamos montar uma barreira policial para averiguar todos os carros com placa de Itabuna, pois não queremos em nossa cidade Vit da Conquista, gente mal educada, exemplares de dengue ou gente que queira bangunçar nossa bela cidade. Itabuneses fiquem por ai… KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

  21. Poderia dizer o mesmo que os meus conterrâneos aí de cima. más não! não venham pra Conquista. Ao invés disso, fiquem em itabuna e lutem por dias melhores assim como fizemos aqui e, mesmo assim, ainda não está bom. sejam exirgentes, cobrem, faça sua parte. não é porque o chão tá sujo q eu tb vou sujar. não é pq ninguém liga q eu tb não vou ligar. o q é errado, é errado aqui ou do outro lado do mundo. é por isso q há diferenças tão grande em cidades tão perto. pensem assim e abraçoss aos irmãos Itabunenses

  22. Sou conquistense e trabalho em Itabuna onde passo seis dias por aqui e os quatro dias de folga com a família em V. Conquista. Fico triste com a situação da terra grapiúna. Penso que tudo que acontece não é por acaso. Somos responsáveis direta e indiretamente pelos acontecimentos. São as nossas escolhas, comportamentos e atitudes que nos revelam. Uma pena mesmo…

  23. Programação definitiva:

    15/12 – Lenine e o pianista Arthur Moreira Lima
    16/12 – Gal Costa
    17/12 – Marina Elali
    18/12 – Jerry Adriani
    19/12 – Quinteto Violado
    20/12 – 14 Bis
    21/12 – O Teatro Mágico
    22/12 – Ivan Lins e Guinga
    23/12 – Zélia Duncan
    24/12 – Tributo ao violeiro, compositor e cantor mineiro Dércio Marques, com partcipações da cantora Dani Lasalvia, do Maestro João Omar, do cantor e compositor Cau Alves
    25/12 – Edson Cordeiro

    Para Itabuna, como este evento é patrocinado pela prefeitura, esperamos que neste novo mandato seja diferente.

    Boa Sorte a todos itabunenses.

  24. Humm que fedor!!! Estou em ITabuna. Xii que buraqueira cheguei em Itabuna.Nossa que tiroteio… estou em Itabuna. So escuto pagode é estou mesmo em Itabuna. Pena que esta cidade esta abandonada, largada, destruida. E pena que seus moradores não fazem nada acho ate que gostam dessa bagunça. Olha a dengue ai, cuidado com o lixo, não tem nada pra fazer nessa cidade.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Back To Top