skip to Main Content
8 de abril de 2020 | 07:12 pm

TCM REJEITA CONTAS DE 2011 DE AZEVEDO

Tempo de leitura: 2 minutos

Azevedo tem contas rejeitadas pela terceira vez.

O Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) rejeitou a prestação de contas do prefeito de Itabuna, Capitão Azevedo (DEM), pela terceira vez consecutiva. O julgamento relativo ao exercício de 2011 ocorreu nesta tarde. Antes, a corte de contas já havia rejeitado as prestações de contas de 2009 e 2010 e apontado irregularidades insanáveis superiores a R$ 22 milhões.

O relatório do conselheiro José Alfredo Dias apontou “prática de diversas irregularidades, especialmente, a reincidência na extrapolação dos gastos com pessoal e não recolhimento de multas impostas contra ele e demais agentes municipais”. Azevedo foi multado em R$ 76.874,04.

No ano passado, anotou o conselheiro do TCM, o gastou com pessoal atingiu 78,91% da receita líquida, quando a legislação permite, no máximo, 54%. Apesar da prefeitura dispor de 15 advogados na Procuradoria-Geral do Município, Azevedo gastou altas quantias dos cofres públicos com consultoria e assessoria jurídica.

“A relatoria solicitou a lavratura de termo de ocorrência com o objetivo de aprofundar a análise da matéria, diante da expressividade dos valores”, revelou o conselheiro José Alfredo Dias, que também recomendou formulação de denúncia ao Ministério Público estadual contra Capitão Azevedo.

No resumo do relatório, são apontadas irregularidades como “contratação de servidores sem a realização de prévio concurso público, não apresentação de diversas notas fiscais eletrônicas, inobservância a regras da Lei de Licitações e diversos casos de divergência entre o valor informado no sistema SIGA e o apresentado em documento encaminhado pela Entidade”.

Esta publicação possui 14 comentários
  1. Zelão, diz: – Para que serve mesmo o TCM?

    “Orgão técnico de análise das contas dos municípios é formado na sua maioria por ex-políticos, que em fim de carreira, recebem uma “boquinha.”

    As análise feitas pelo TCM, são sonoramnete ignoradas pelos políticos e suas punições, quando aplicadas, não possuem o imperativo legal que puna regiamnente os infratores. Basta uma “boa acomodação” do gestor público com a maioria dos vereadores do seu município e as contas, em geral, são aprovadas, ficando o dito pelo não dito.

    Quem duvida que as contas do quase ex-prefeito Azevedo “reprovadas por irregularidades insanáveis,” não serão “condignamente” aprovadas pela atual ou pela futura Câmara de Vereadores de Itabuna?

  2. É muito mais difícil pegar uma raposa quando ela já está bem alimentada! E mais: ver a raposa comer todas as galinhas e só espantá-la quando a última das penosas já foi para o papo.

  3. Eh prefeitin, sua casa caiu. O crime nao compensa, eu acho que vai dar cadeia… EH esperar pra ver. E em pensar que este cara teve a petulancia de tentar reeleição, infelizmente, ainda teve gente que votou.

  4. Imagina aí se esse homem tivesse ganho a eleição!!! E aí, a JUSTIÇA ELETORAL, iria diplomá-lo? Ele poderia governar o município, mais 4 anos?
    A Justiça, empossaria o 2o. colocado, (o possível) VANE?

    Pense aí!

  5. Que cara Trapalhão! Ou é Atrapalhado? Nunca vi uma pessoa tão burra na minha vida. Ou então é um doido, louco. Acho que ele não deveria sair da Prefeitura algemado não. Ele deveria sair de Camisa de Força, diretámente para internamento em um Hospital Pisiquiatrico.
    Não consigo entender como é que esse individuo consegiu entrar numa instituição como a PM e mais agravante ainda ter conseguido chegar a Capitão.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Back To Top