skip to Main Content
4 de agosto de 2020 | 05:22 pm

PASSAGEIRO SOFRE CONSTRANGIMENTO EM ÔNIBUS DA ROTA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Um jornalista passou por um grande vexame esta tarde em um ônibus da Rota, que fazia a linha Ilhéus – Itabuna. O passageiro, acompanhado da filha, embarcou às 14h30 no Banco da Vitória. Ele seguia para Itabuna e ela ficaria poucos quilômetros adiante, na Uesc. Ainda assim, o cobrador informou-lhes que o preço da passagem era o mesmo para os dois, R$ 5,00.

O jornalista questionou e foi tratado com grosseria pelo cobrador, o que acabou gerando uma confusão que fez o motorista parar o ônibus no posto da Polícia Rodoviária Estadual. Neste momento, entraram dois policiais, que não procuraram saber exatamente o que estava acontecendo e se mostraram fiéis defensores da empresa de transporte coletivo.

Os policiais diziam que o jornalista estava atrapalhando a viagem, numa clara tentativa de jogar os outros passageiros contra ele. Quando reclamou de que estava sendo constrangido, a vítima do mau serviço e da fidelidade policial à Rota ouviu o seguinte: “se não quiser passar constrangimento, compre um veículo próprio”.

Em tempo: o número do ônibus onde se deu esse papelão é 5245. O policial, autor da frase infeliz, chama-se Adenilson.

PRECISA-SE DE SANGUE

Tempo de leitura: < 1 minuto

Paciente com leucemia precisa urgentemente de doadores de sangue em Itabuna. Pessoas com qualquer tipo sanguíneo podem prestar esse ato de solidariedade, indicando a doação para Arenildo Neres dos Santos.

Segundo a família do paciente, ele precisa receber sete bolsas de sangue por dia e está com o nível de plaquetas muito abaixo do normal.

O atendimento no Banco de Sangue de Itabuna vai das 7 às 17 horas.

INFERNO ASTRAL

Tempo de leitura: < 1 minuto

Da coluna Tempo Presente (A Tarde):

Depois de ter festejado a vitória da esposa, a deputada Cláudia Oliveira (PSD), na eleição de Porto Seguro, o prefeito de Eunápolis, Robério Oliveira, entrou em inferno astral. Semana passada foi condenado pelo TJ a três anos e três meses de cadeia, acusado de propaganda autopromocional. Anteontem, a 2ª Câmara Criminal do TJ o afastou do mandato sob acusação de ter manipulado uma licitação.

CÂMARA APROVA TREM DA ALEGRIA EM ITACARÉ

Tempo de leitura: < 1 minuto

A pequena Itacaré, de 24 mil habitantes, terá a partir de janeiro um grupo de privilegiados, que gozarão das benesses do dinheiro público como nunca se viu naquela cidade. De uma canetada só, os vereadores aprovaram dois projetos de lei, que chegam a elevar salários em mais de 100%.

Logicamente, esse presentão de Natal não é para o pobre servidor público, mas para os próprios políticos. O prefeito, por exemplo, passará a ganhar R$ 17 mil, quase igual à atual remuneração do prefeito de Itabuna, que tem praticamente dez vezes o número de habitantes de Itacaré.

O mesmo projeto de lei elevou o salário do vice-prefeito para R$ 8.500,00, enquanto os secretários receberão R$ 4.500,00. Também na mesma levada, os subsídios dos vereadores foram fixados em R$ 5.500,00.

O município está quebrado, não tem recursos sequer para obras essenciais, mas pelo menos essa casta laboriosa  não tem do que reclamar.

OS DONOS DA RUA

Tempo de leitura: < 1 minuto

A falta de um sistema de estacionamento rotativo em Itabuna é responsável pela transformação do espaço público em lotes particulares. De um lado, são os comerciantes que estacionam seus carros pela manhã e os deixam na porta de suas lojas até a noite. Do outro, flanelinhas que se apropriaram de trechos do centro da cidade, chegando a afirmar que o fazem com a autorização de gente da Secretaria Municipal de Trânsito.

A foto, tirada em frente ao edifício União Comercial, mostra cones colocados por um flanelinha para reservar a vaga para um “cliente”. Isto em plena Rua São Vicente de Paulo, uma das mais movimentadas de Itabuna. E a situação não é diferente em outras ruas próximas, como a Osvaldo Cruz.

Quem se atreve a questionar, corre o risco de ter o carro danificado pelas autoridades de trânsito, função que os flanelinhas exercem de fato, dada a ausência de quem deveria organizar essa zona.

PREFEITO BUSCA PROJETOS PARA HABITAÇÃO

Tempo de leitura: < 1 minuto

Marcos Barreto (centro), acompanhado de assessores, durante reunião na Caixa (foto Marcos de Souza)

Prefeito eleito de Itagibá, município da região do Vale do Rio de Contas, Marcos Barreto, o Marquinhos, do PCdoB, corre atrás de projetos para o setor habitacional. Segundo ele, a construção de casas populares é uma demanda das mais urgentes na cidade que governará a partir de 1º de janeiro.

Marquinhos tratou do assunto nesta quarta-feira, 5, durante visita ao Escritório de Negócios da Caixa Econômica Federal em Itabuna. Aproveitou a viagem para pleitear a instalação de uma agência da CEF em Itagibá, onde só existe uma unidade do Banco do Brasil.

“Somos um município com uma economia forte, que comporta mais uma agência bancária”, defende o prefeito eleito.

ENCONTRO DO PROLER NA UESC

Tempo de leitura: < 1 minuto

Acontece nos dias 11 e 12, na Uesc, o X Encontro Local do Proler (Programa Nacional de Incentivo à Leitura). O evento será realizado no auditório Paulo Souto, sempre das 8 às 20 horas, e tem como público-alvo professores e alunos da Educação Básica, graduandos e outros interessados no tema.

As inscrições, gratuitas, podem ser feitas até esta segunda-feira, 10, no Protocolo-Geral da Uesc ou nas Direcs de Ilhéus e Itabuna.

AQUI TEM DICAS

Tempo de leitura: < 1 minuto

De vez em quando, surge algo realmente legal para quebrar a mesmice da blogosfera. Em Itabuna, o site Aqui Tem Dicas cumpre esse papel de inovar, trazendo informação útil e explorando um nicho do qual ninguém ainda tinha se lembrado. O feito é das jornalistas Auriana Bacelar e Lorena Pio, ambas da TV Cabrália e com uma década de trabalho na área.

O site tem como único objetivo apresentar boas oportunidades para quem gosta de comprar, mas não de jogar dinheiro fora. As próprias editoras avisam que o trabalho delas é “bater perna” em busca das melhores ofertas e ensinar o caminho das pedras aos internautas.

Além desse serviço da maior utilidade, a página tem textos leves e bem feitos, e o visual é descolado e criativo. Clique aqui e confira a dica.

WAGNER APONTA INTERESSE MESQUINHO NA RESISTÊNCIA AO PORTO SUL

Tempo de leitura: < 1 minuto

O governador Jaques Wagner acredita que, por trás da defesa do meio ambiente, a ação de grupos que combatem o projeto Porto Sul esconda “interesses mesquinhos”. Ele falou sobre o assunto nesta quarta-feira, 5, durante evento na Secretaria do Meio Ambiente da Bahia.

Wagner disse que a oposição ao projeto, que obteve licença ambiental do Ibama há duas semanas, tem “muitos interesses comerciais travestidos de defesa ambiental”. Na semana passada, o Ministério Público Federal e o MP Estadual ingressaram com ação civil que pede a suspensão da licença concedida e a realização de novas audiências públicas na região do Porto (confira aqui).

Explicitando a opinião de que grupos empresariais se movem contra o empreendimento, o governador declarou entender que “ninguém tem interesse que haja mais um porto e mais uma ferrovia competindo com outros portos e com outras ferrovias”.

O governador falou ainda que é ingenuidade acreditar na boa intenção dos movimentos contrários ao porto. Segundo ele, “o guarda-chuva do bem está abrigando uma coisa menor e mesquinha”.

ABSURDO EM ARATACA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Estudantes do Centro Estadual de Educação Profissional do Campo Milton Santos, em Arataca, tiveram uma ingrata surpresa na manhã desta quinta-feira, 6. Ao se dirigir ao ponto de ônibus, onde costumeiramente são apanhados pelo ônibus escolar, descobriram que o veículo havia sido destinado a outra finalidade: levar veranistas para a praia de Olivença, em Ilhéus.

Um professor do CEEP se mostra indignado com a situação. Segundo ele, o fato demonstra claramente que a administração municipal não tem compromisso com a educação pública.

Detalhe: o ônibus que utilizaram para um passeio em Ilhéus foi adquirido com recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), num convênio com o Governo Federal.

Back To Top