skip to Main Content
24 de junho de 2021 | 03:29 pm

NENHUMA UNIVERSIDADE BAIANA OBTÉM CONCEITO MÁXIMO NO IGC DO MEC

Tempo de leitura: < 1 minuto

A sul-baiana Uesc teve bom desempenho no IGC do MEC ao obter conceito 4.

O Ministério da Educação divulgou o índice que mede a qualidade do ensino superior no País, o IGC (Índice Geral de Cursos). Nenhuma universidade baiana conseguiu atingir o conceito máximo, 5, mas quatro delas estão obtiveram conceito 4, considerado bom.

São elas as universidades federais da Bahia (Ufba) e do Recôncavo Baiano (UFRB) e a Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), além da Unime, que é privada. A FTC de Itabuna obteve conceito 3, considerado satisfatório pelo MEC. A escala vai de 1 a 5.

Foram avaliados  8.665 cursos em todo o País. Os índices são obtidos por meio de avaliações de estrutura e formação do corpo docente e a média dos alunos dos semestres iniciais e dos finais.

De acordo com análise do ministro da Pasta, Aloizio Mercadante, “houve evolução na qualidade da educação superior brasileira nos últimos anos”.

Esta publicação possui 4 comentários
  1. Com o “tratamento” e o descaso com que o atual governo do estado tem dispensado à educação, principalmente às Instituições de Ensino Superior Pùblicas Estaduais baianas, pode-se dizer que 4 equivale a muito mais que 5, …!!!

    Só para começar, os nossos salários são os piores entre as Universidades Estaduais do Nordeste. Imagina, então, se compararmos com o restante do Brasil, …?!?!?!

    Parabéns a todos os colegas Docentes de todas as Instituições Estaduais Públicas de Ensino da Bahia, pois manter a qualidade com tudo jogando contra nós, chega às raias do heroísmo, …!!!

    Imagina, então, se tudo estivesse conspirando a nosso favor, …?!?!?!

    Espero – sinceramente – que este comentário seja publicado, …!!!

  2. Mas a pesquisa é pela nota dos alunos e não uma prova aplicada em comum.Porque é fácil na particular ter nota 10 no histórico, difícil é ter esse 10 em uma estadual.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top