skip to Main Content
29 de setembro de 2020 | 02:32 pm

A FESTA DO BEIJO EM BANCO DO PEDRO

Tempo de leitura: < 1 minuto
Marta Almeida entrevista Gilvan Rodrigues na Festa do Beijo

Marta Almeida entrevista Gilvan Rodrigues na Festa do Beijo

Quem conhece o publicitário Gilvan Rodrigues sabe que ele é um cara inquieto, chegado a produzir novidades. Foi com esse espírito que em 1994, há 18 anos, ele movimentou o pacato distrito ilheense de Banco do Pedro com a Festa do Beijo.
Natural daquela “ilha” cercada de cacau e mata atlântica por todos os lados, Gilvan queria ver como a tranquila comunidade reagiria à ideia, inspirada em evento realizado naquela época em Santos, litoral de São Paulo. E como beijo é um negócio que faz sucesso em qualquer lugar, a festa, como se diz hoje, “bombou”. O casal  Pinheiro e Adriana ficou nada menos que duas horas de lábios colados, até que foi reconhecido como imbatível nessa estimulante modalidade esportiva.
Na foto, o então barbudo Gilvan é entrevistado pela repórter Marta Almeida, da TV Santa Cruz, à época de cabelos bem curtinhos. Uma relíquia que apareceu no baú do Pimenta.

Esta publicação possui 0 comentários
  1. Ainda bem que ele estava apenas na organização, pois com essa barba e esse “figurino”, a Festa do Beijo poderia ter se transformado em “Rodeio do Beijo”! Teria que conseguir alguma candidata corajosa a passar mais de oito segundos de beiços colados com ele! Graças aos céus ele abandonou o guarda-roupa de Agostinho Carrara e a barba de Che. Fez muito bem!
    Mas, deixando a maldade de lado, esse cara aí é uma figura única, que sempre busca se inspirar no que acha de melhor em suas andanças pelo mundo afora…

  2. Karolzinha. Tu não sabes quanto custou essa camisa. Era moda em 1994 quando ocorreu a festa. A barba era característica cos comuna e petistas naquele tempo.Depois do poder eles( e eu) limparam a cara.Coisa do Duda Mendonça & Cia. Essa festa do beijo foi bom pra caramba para o povo de Banco do Pedro. A rede Bahia fechou dois telejornais com a novidade. Brigadão pela referências . Vc e Cabeção(Felipe) o Curitiba/Baiano, uma das maiores cabeças que já conhecí são gente da melhor qualidade.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top