skip to Main Content
30 de setembro de 2020 | 04:46 pm

OS JETONS NO GOVERNO WAGNER

Tempo de leitura: < 1 minuto

dinheiroMatéria publicada hoje n´A Tarde revela que o secretariado de Jaques Wagner consumiu aproximadamente R$ 1 milhão em jetons no ano passado ante R$ 878 mil em 2011. Jetons são “extras” pagos a quem participa de reuniões dos conselhos administrativos de empresas e autarquias públicas.
Nesse item, os campeões, pelo levantamento do jornal no site Transparência Bahia são o secretário de Desenvolvimento Urbano, Cícero Monteiro, e da Agricultura, Eduardo Salles. Cícero recebeu, em 2012, R$ 146,3 mil para participar de conselhos da Ebal e Embasa. Salles teve extra de R$ 143,5 mil por integrar conselhos da Bahia Pesca e Bahiagás.

Esta publicação possui 0 comentários
  1. Falar o que?
    Esses conselhos não são invenção do PT, vem de longe, mas o PT nunca pensou em concertar essa excrecencia, muito pelo contrário, adotou e melhorou.

  2. Dinheiro para garantir a (in)justiça ao lado tem; para garantir jeton que não beneficia a população também tem, arrancado dos bolsos dos servidores. Aliás, as extras devem ser para botar leis que façam sobrar dinheiro pra eles. Que Assembleia progressista, hein?!

  3. Os conselhos são usados como uma forma de melhorar os baixos salários pagos aos secretários. É fácil criticar, mas em todos os governos esta prática sempre foi mantida. Cabe a sociedade cobrar que todos os servidores públicos trabalhem e dê retorno ao público com serviços que os beneficie. Nesse ponto, o secretário Cícero Monteiro é uma verdadeira máquina para trabalhar em benefício do povo da Bahia.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top