skip to Main Content
30 de novembro de 2020 | 05:44 pm

REUNIÃO DEFINE MUNICÍPIOS QUE TERÃO COLÉGIOS UNIVERSITÁRIOS DA UFSBA

Tempo de leitura: < 1 minuto

A reunião de trabalho da Comissão de Implantação da Universidade Federal do Sul da Bahia (Ufsba) terminou há pouco. O encontro definiu os municípios da área de abrangência do campus itabunense da Ufsba que serão contemplados com Colégios Universitários (CUNIs).
Os colégios serão instalados em municípios-polo que agrupem mais de 20 mil habitantes e serão portas de entrada na Ufsba. O modelo é elogiado por assegurar a incluisão de alunos dos municípios regionais na universidade federal, conforme o presidente da Associação dos Municípios do Sul, Extremo-Sul e Sudoeste da Bahia (Amurc), Lenildo Santana. A entidade e a prefeitura de Itabuna foram as organizadoras da reunião de hoje.
MUNICÍPIOS CONTEMPLADOS
Na área do campus da Ufsba em Itabuna, os municípios contemplados serão Itabuna, Ilhéus, Ibicaraí, Canavieiras, Una, Itacaré, Ubaitaba, Itajuípe, Coaraci, Ibicaraí, Buerarema e Camacan. Cada colégio oferecerá 200 vagas para alunos.
A reunião de hoje, em Itabuna, foi considerada proveitosa pelo dirigente da comissão de implantação da Ufsba, Naomar Oliveira, ex-reitor da Universidade Federal da Bahia (Ufba). Sul-baiano de nascimento, ele deverá ser recomendado como reitor pro tempore da Ufsba.
A reunião serviu, também, para tratar de questões como localização do campus itabunense. A comissão criada pelo município ainda encontra dificuldades para definir o terreno ideal para construir a Ufsba, como deixou claro em artigo especial no PIMENTA o vice-prefeito Wenceslau Júnior (confira aqui). Tanto o vice-prefeito como o prefeito Claudevane Leite participaram da reunião desta manhã em Itabuna.
A reunião desta segunda foi promovida pela comissão, prefeitura de Itabuna e Associação dos Municípios do Sul, Extremo-Sul e Sudoeste da Bahia (Amurc).

Esta publicação possui 0 comentários
  1. olha ai..Ilheus foi beneficiada mais uma vez com um colegio universitario..e ainda querem levar o campus pra lá..
    Ja basta o IFET que esta longe de todos, a UESC e a CEPLAC.

  2. Todos os políticos e pessoas da área da educação se pronunciam sobre este tema,só não vejo a Diretora da DIREC 7 Srª Rita Dantas se pronunciar. Gostariamos de saber a opinião dela sobre a UFSBA.
    A gestora não tem opinião?
    Essa região está carente com relação aos avanços na educação.
    Na minha opinião Geraldo fez uma péssima escoolha para a DIREC 7.

  3. Mais uma vez Itapé ficou de fora de algo que, de fato, tem importância. Não entendo… Cadê os articuladores, os críticos de plantão lá do Face que a todo tempo postam coisas sobre educação? Mais atitude, menos conversa solta.

  4. Na verdade as cidades que receberão os colégios universitários já foram definidas em função de sucessivas visitas da comissão de implantação da UFSBA por diversas cidades da região. Os parâmetros para escolhas das cidades, além da estrutura dos colégios, foi o tamanho da população, a distância até o campus sede e o número de concluintes do ensino médio na rede pública.
    http://pt.scribd.com/doc/117283898/PLANO-ORIENTADOR-DA-UNIVERSIDADE-FEDERAL-DO-SUL-DA-BAHIA

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top