skip to Main Content
22 de setembro de 2020 | 11:24 am

WAGNER E DILMA COMENTAM RENÚNCIA DE BENTO XVI

Tempo de leitura: < 1 minuto
Fátima Mendonça e Wagner em visita a Bento XVI, no Vaticano, em maio de 2012.

Primeira dama e Wagner em visita a Bento XVI, no Vaticano, em maio de 2012. Padre recebeu livro sobre Irmã Dulce (Foto Arquivo).

O governador Jaques Wagner solidarizou-se, hoje, com o agora papa emérito Bento XVI em sua decisão de renunciar ao pontificado. O sumo pontífice deixou o cargo máximo da Igreja Católica apostólica romana às 16h desta quinta, 28.
Wagner considerou o gesto do papa uma demonstração de “coragem e firmeza”. Wagner visitou o papa, no Vaticano, em maio do ano passado, quando presenteou a autoridade religiosa com livro sobre Irmã Dulce (foto acima). A íntegra da mensagem do governador baiano ao papa emérito foi divulgada pela sua assessoria.
– Expresso, hoje, em meu nome e de todos os baianos, profunda admiração e respeito pela decisão de Vossa Santidade de renunciar ao papado, gesto imbuído de muita coragem e firmeza, ao mesmo tempo em que manifesto sincero desejo de que em sua nova residência, em Castel Gandolfo, possa continuar sendo um instrumento de luz, sabedoria e amor em prol da humanidade.
A presidente da República, Dilma Rousseff, também se pronunciou quanto à renúncia de Bento XVI.  “Manifesto o meu respeito pela decisão de Vossa Santidade de renunciar à Cátedra de São Pedro. Desejo que essa nova fase de recolhimento o encontre com saúde e paz”, disse em mensagem tornada pública pela sua assessoria.

Esta publicação possui 0 comentários

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top