skip to Main Content
16 de abril de 2021 | 10:46 am

TOMBAMENTO DO ABC DA NOITE ABRE LAVAGEM DO BECO DO FUXICO

Tempo de leitura: < 1 minuto
Alencar e sua esposa Neuza, em frente ao ABC, que será tombado neste sábado.

Alencar e esposa, Neuza, em frente ao ABC.

A Lavagem do Beco do Fuxico, que acontece neste sábado, 9, terá uma atração especial: o tombamento, pela Prefeitura de Itabuna, do boteco ABC da Noite.
A solenidade, organizada pela Secretaria de Indústria e Comércio,  acontece às 12 horas, abrindo oficialmente a programação da Lavagem.
Fundado  há 50 anos por Alencar Pereira da Silva, celebrizado como Caboco Alencar, o ABC da Noite se tornou um símbolo de Itabuna.
O tombamento garante a preservação de uma parte importante da história e da memória de Itabuna, um local que é reduto da boemia e ponto de encontro de amigos, que se confraternizam em torno das lendárias batidas feitas pelo Caboco Alencar.
A Lavagem deste ano terá como uma das principais atrações a guitarra de Armandinho, que vai se apresentar na Praça Adami, a partir das 22h deste sábado. Com informações do Blog do Thame.

Esta publicação possui 6 comentários
  1. Só Itabuna mesmo pra tombar um buteco.Meu Deus, que saudade da minha cidade….aff. Ninguém merece!Também o que esperar se os prédios históricos foram todos derrubados, ou literalmente tombados…kk

  2. Sim! um boteco pode ser patrimônio histórico. Aliás esse tombamento do ABC da noite até demorou pra acontecer.
    De fato, muitos prédios históricos o outros patrimônios de valor inestimável foram esquecidos, derrubados, abandonados nos últimos anos. Mas isso não significa que não se pode tentar preservar o que ainda existe.
    Se Itabuna aprender a cuidar do seu patrimônio imaterial, cultural, histórico, começando pelo ABC da Noite de Caboco Alencar, é um belo começo. VIVA!

  3. Tenho um profundo respeito pelo Caboclo Alencar e pelo o que ele representa para uma Itabuna abandonada e massacrada na sua identidade cultural. A notícia dessa violência me aborrece muito, Cabocô sempre foi muito gentil comigo e apesar do meu fígado ter entrado com liminar judicial proibindo a deliciosa batida, ainda dou um pulinho no ABC prá tomar aula.
    Acho que o Luciano não entendeu a ironia do Sábio Chinês: quando foi noticiado aqui no Pimenta o tombamento do ABC da noite, muita gente protestou qualificando a escolinha de filosofia de mero “buteco”. http://157.230.186.12/2013/03/08/tombamento-do-abc-da-noite-abre-lavagem-do-beco-do-fuxico/
    O China apresentou uma teoria de conspiração dos despeitados. Não creio em bruxas, mas…
    Itabuna precisa acordar para o seu patrimônio histórico. No entanto percebo que há uma grande confusão e incompreensão do conceito de cultura, patrimônio histórico material e imaterial. Precisamos fortalecer nossa identidade cultural. Se não sabemos quem somos como apontar um norte para avançarmos como sociedade?
    Outra coisa me cutucou, a maneira como o Daniel Thame escreveu esse artigo. Pensei no Sérgio Buarque de Holanda, maconheiro confesso, arrebentando o telhado do ABC. Depois pensei no Raul Seixas, Paulo Leminski e no Sérgio Sampaio, ambos bebedores de cachaça vagabunda organizando uma ação para arrombar o telhado do ABC. Dei risada do meu pensamento absurdo. Também não seria absurdo esse pensamento simplista e preconceituoso do Sr. Thame?
    O Tião colocou muito bem o que é parte do meu posicionamento em relação a essa politica equivocada de combate às drogas, o Sr. Jacques Wagner que o diga.
    Valeu Tião!!! Com cachaça vagabunda o pobre diabo apronta a sapequeira (briga, bate, rouba) e com Cachaça Havana o burguês(que rouba sóbrio) pega a caranga atropela e mata um pobre coitado, dá uns tiros com “pistola da boa” na mulher e ainda passa carteirada de dotô

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top