skip to Main Content
8 de julho de 2020 | 07:49 pm

ALDENES VERSUS DAVIDSON

Tempo de leitura: 2 minutos

marco wense1Marco Wense

Um Aldenes Meira independente, com personalidade, conduzindo a digna instituição com respeito, enfraquece a corrente do PCdoB contrária a sua legítima pretensão de se candidatar ao Parlamento estadual.

Já começou o burburinho em torno da votação das contas de 2011 e 2012 do ex-prefeito José Azevedo, ainda filiado ao Partido do Democratas, o DEM de Maria Alice.
O “ainda” é porque Azevedo quer trocar o DEM pelo PMDB do médico Renato Costa, que vai terminar vivendo o dilema do “se correr o bicho pega, se ficar o bicho come.”
O bicho pega porque Renato não pode ser ingrato com o ex-prefeito, seu aliado na sucessão de 2012. A dobradinha DEM-PMDB colocou Renato como candidato a vice na chapa da reeleição.
O bicho come porque o discurso da ética, que sempre norteou a carreira de Renato, com a filiação de um político que vai ser alvo de inúmeros e variados processos, fica comprometido. Desacreditado.
Alguns membros do diretório do PMDB querem que a filiação de José Azevedo fique condicionada à aprovação das suas contas pela Câmara de Vereadores.
O “condicio sine qua non” não agrada o comando estadual da legenda, já que o ex-prefeito pode ser um importante aliado de Geddel Vieira Lima na sucessão do governador Jaques Wagner (PT).
A grande expectativa fica por conta de Aldenes Meira, presidente do Legislativo municipal e pré-candidato a deputado estadual pelo PCdoB, partido sob a batuta do vice-prefeito Wenceslau Júnior.
Aldenes sabe que sua ascensão política depende do seu desempenho na Casa. E nada melhor do que a rejeição das contas do ex-alcaide para colocá-lo na mídia. Na vitrine eleitoral.

Um Aldenes Meira independente, com personalidade, conduzindo a digna instituição com respeito, enfraquece a corrente do PCdoB contrária a sua legítima pretensão de se candidatar ao Parlamento estadual.
Aldenes sabe que as pressões serão cada vez mais intensas. Querem abortar sua pré-candidatura de qualquer jeito. Se não for por baixo, via diretório municipal, será por cima.
E mais: o articulador-mor do movimento, o homem da linha de frente, é Davidson Magalhães, diretor-presidente da Bahiagás e secretário geral do PCdoB.
Aldenes Meira versus Davidson Magalhães. Uma acirrada disputa de muitos rounds. A sabedoria popular costuma dizer que a briga é de “cachorro grande”.
Marco Wense é articulista do Diário Bahia.

Esta publicação possui 6 comentários
  1. Sei que é dificil “nadar em lago enfestado de piranhas”, mas você Aldenes é uma promessa viva e não se deixe enganar pelos que querem deixar você fora desse pareo. Faça a coisa certa e voê colherá os frutos, isso tenha certeza. MORALIZI A CAMARA QUE O POVO RECONHECERÁ,PAU NELES!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  2. Na realidade eu quero chamar a atenção do Mister Pimenta ou mesmo do Marco Wense para uma pequena leitura na página 52 da VEJA desta semana na qual fala sobre a GUERRA NO RIO 2, ou seja: LINDBERGH administrou a cidade de Nova Iguaçu durante o periodo de 2004/2010, ocorre que as contas do mesmo foram aprovadas pela Câmara de Vereadores, e agora com uma nova Câmara eleita para o exercício de 2013/2016 as mesmas contas tiveram suas aprovações REVOGADAS, fato inédito no País, e que em Itabuna a nossa Casa Legislativa deveria seguir pelo mesmo caminho REVOGANDO as aprovações das contas de 2009 e 2010 do ex-prefeito Capitão Azevedo, já que todos sabem foi uma aberração, fato que o próprio Ministério Público entende como um ato desleal perante a sociedade e suspeito de irregularidades financeiras para suas aprovações.
    Gostaria que o Mister Pimenta entrevistasse alguma autoridade ligada a área para saber se de fao isto poderá acontecer em Itabuna.
    Ficarei no aguardo de uma posição para o mais breve possível, o povo de Itabuna merece esse presente em dia do seu padroeiro São José.

  3. A uma semana ouvi uma entrevista de Davidson ao ex-vereador Roberto de Souza e o mesmo perguntou a Davidson sobre pessoas q ficaram de fora do governo Vane, sobre a rasteira q ele passou no Dr Edson Dantas e ele respondeu q nao é dessas coisas nao q isso era coisa de Geraldo Simoes q o projeto de Geraldo era familiar e q do PC do B todo mundo tinha vez. Mas que todo mundo é esse? So se for todo mundo uns 3 0u 4 no maximo.
    O que dizer de a Dr Edson Dantas, Rosivaldo Pinheiro, o proprio Luiz Senna, Frankisvaldo Lima agora Aldenes e muitos outros, sem fala no povo q sempre sobra.

  4. Não entendi o porque o colunista trocou o nome politico de capitão Azevedo ou José Nilton Azevedo por José Azevedo, que soa estranho do comumente falado, divulgado e muito ouvido nos últimos wuatro anos, nem sempre bem. Será que é pra não chamar tanta atenção dos mais desapercebidos ou tentar passar para o povo que é outra pessoa?

  5. Aldenes virá para mostrar que o glorioso partido comunista do brasil é um partido de luta e não uma agremiação de interesses pessoais. eu apoio Aldenes, ele tem história e é comunista, via Aldenes Meira. vamos fazer uma grande campanha aqui em Ilhéus.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top