skip to Main Content
16 de abril de 2021 | 02:22 pm

PORTO SUL: ESTADO SOFRE MAIS CRÍTICAS

Tempo de leitura: < 1 minuto

A lentidão do governo baiano no processo de cessão da área do Porto Sul para instalar o terminal privativo da Bamin causou estranheza ao presidente da Comissão Especial do Porto Sul, deputado Augusto Castro. O parlamentar conversou, ontem, com o diretor de Relações Institucionais da empresa, Frederico Souza.
“É estranho que até o momento essa cessão não tenha sido oficializada, uma vez que a área já foi desapropriada e a área antiga, em Ponta da Tulha, já havia sido cedida”, lamentou. A empresa informou ter investido R$ 51 milhões no processo de licenciamento ambiental.
O deputado estadual disse que, da forma como anda o projeto do porto, é possível que a Ferrovia Oeste-Leste seja concluída em 2014 e a Bamin não tenha porto para escoar a produção de minério de Caetité. A licença prévia foi emitida pelo Ibama, mas o governo estadual ainda não fez a cessão da área em Aritaguá.
A Comissão Especial do Porto Sul na Assembleia Legislativa deverá convidar o presidente da Bamin, José Francisco Viveiros, e o secretário estadual da Casa Civil, Rui Costa, para esclarecer pontos de “entrave” e construir soluções para o imbróglio.

Esta publicação possui 6 comentários
  1. Rui Costa é o Governador de fato. É quem manda!
    Talvez com ele a coisa funcione.
    7 anos de governo e não se consegue autorizar uma empresa particular a construir o novo Porto de Ilhéus.
    E, a obra já foi anunciada váaaaarias vezes, como se fosse obra do governo.
    É como a “ordem desserviço” pra nova ponte Ilhéus/Pontal.

  2. Quanta falta de compromisso com o Sul da Bahia!quanta falta de responssabilidade com o nosso povo!Quanta falta de competência! eu disse: FALTA DE COMPETÊNCIA!Com a palavra o Sr Ruy Costa!Afina der contas quem é que manda ? Imbroma,os bostas dos verdes ongs,e outras coisas que nao estao nem ahi para a nossa regiao! ( Espero que o sr Pimenta nao diga que esse comentario ja foi postado e repetido)!!!!

  3. Somos a favor do Porto mas colocar o estado à frente das desapropriações para uma empresa do Cazaquistão pagar muito pouco pelas áreas que nós Brasileiros passamos anos para adquirir e manter é um absurdo. Espero que as autoridades pessem nisto também.

  4. Se fosse no tempo do finado ACM Avô (que Luiz-sem-fé o mantenha ardendo em seu fogo infernal e eterno por séculos sem-fim-amém) esse Porto Sul já estava funcionando, bem como a Ferrovia Oeste-Leste. É que essa curriola do Jaques “Aprendiz-de-babalorixá” Wagner é devagar quase parando, pra não dizer que todos os seus correligionários são comprometidos até a medula com ongs e demais organismos do atraso. Parece que o nosso Estado é só Camaçari…
    Desenvolvimento para toda a Bahia já – ou secessão imediata!

  5. Para o bem de Ilheus e de seus habitantes , o porto sul está morto e enterrado. Graças ao nosso bom Deus ! Ilheus se livrou da total aniquilação.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top