skip to Main Content
31 de maio de 2020 | 04:04 am

EMASA COMPARECE NA JOÃO TIMÓTEO

Tempo de leitura: < 1 minuto
Serviço foi realizado na tarde desta segunda (foto Pimenta)

Serviço foi realizado na tarde desta segunda (foto Pimenta)

A Emasa atendeu aos reclamos dos moradores da Rua João Timóteo, no bairro Castália, e finalmente resolveu o problema na rede de esgoto daquele logradouro. O serviço foi realizado na tarde desta segunda-feira, 1º, acabando com um riacho de dejetos que fazia parte da paisagem do local há dois meses.
A situação da João Timóteo foi denunciada pelo PIMENTA na quinta-feira, 28.

Esta publicação possui 11 comentários
  1. Hoje 01/04/2013, para minha surpresa, realmente a EMASA mandou seus funcionários para realizarem o serviço do qual trata a matéria, porém é preciso deixar claro, que o problema não se encerra ai, pois eles deixaram uma cratera aberta, quase que, impossibilitando de carros trafegarem, os paralelos foram jogados em cima do passeio da casa de um dos moradores desta rua, espero que agora a SEDUR, ou outro orgão qualquer (pois não sabemos que faz este tipo de serviço)vá até o local e termine o serviço, para conhecimento de todos, esta rua não foi calçada pela prefeitura, houve apenas uma ajuda, os moradores é que se juntaram comprando paralelos e custeando mão de obra, e fizeram este calcamento, para agora a prefeitura que não ja não fez a sua parte de urbanizar, abrir buraco para consertar esgoto e não consertar a rua. ISTO E UMA VERGONHA. Este problema ja existe há 06 meses,vem da outra gestão, porém e inclusive eu, ja havia falado também o Sr. Ricardo Castro, levei ele no local e mostrei o problema, isto, quando ele foi nomeado, antes de assumir..

  2. Parabéns para Emasa,que toda vez que é questionada a solicitação da mesma ela atende no outro dia e resolve a situação,muito diferente da gestão passada.

  3. Zelão, diz: – “Por livre e espontânea, pressão!”
    Sou do tempo no qual a imprensa era apontada como sendo o “quarto poder da república.” Juro que nunca acreditei nisso. Agora estou reformulando os meus conceitos: – Em Itabuna, no governo atual, as ações de governo só acontecem, quando a imprensa – notadamente o blog Pimentanamuqueca – denúncia, exercendo o poder da “livre e espontânea pressão”.

  4. GOSTARIA QUE VCS DO PIMENTA INVESTIGASSEM, QUEM CONCEDEU ALVARÁ DE FUNCIONAMENTO À UM DETERMINADA FUNERÁRIA, PARA FUNCIONAR PERTO DO GRAPIÚNA. PROVOCANDO ENORMES ENGARRAFAMENTOS NA CIDADE, SERIA PRUDENTE QUE ESTE ALVARÁ NÃO FOSSE RENOVADO……(PELA ATUAL GESTÃO).

  5. Sou morador da rua e faz quase um ano que esse esgoto corre a céu aberto. Essa de dois meses fica por conta de voces do pimenta. Parabéns a prefeitura que consertou. Isso é o que desejamos para nossa cidade.

  6. É preciso a intervenção da imprensa para realizar o que é de obrigação do poder público. Até quando iremos precisar da imprensa, sendo que já havia sido avisado dos problemas que estava ali causando transtorno para a comunidade.

  7. o importante é que foi realizado o serviço. Vamos valorizar e elogiar. Deixemos de picuinhs políticas, torcendo para que saia errado, etc. Volto a enfatizar que passarei a exigir a partir do dia 10 (cem dias).

  8. Aos nunca satisfeitos “Zelão”, “Liana” e “Promotoria”
    ZELÃO: A imprensa está fazendo o seu papel! O Pimenta tem o dever de cobrar como também de mostrar o resultado, o que foi feito. O escritor Leonar Boff diz que “cada ponto de vista é visto de um ponto”, ocorrre que o seu ponto de vista, Zelão, é o da pressão e não o da informação! Se por interesses pessoais você não é a favor, ao menos não seja contra!
    LIANA E PROMOTORIA: Enquanto uma demonstra desconhecimento da situação em que a EMASA foi encontrada, o outro aguarda quase que desesperadamente a chegada dos famosos 100 dias para, ao que parece, apontar erros.
    Será que em cem dias os credores deixarão de cobrar a Emasa e a Prefeitura?
    Há quanto tempo não se tinha uma resposta, na medida do possível, tão eficiente?
    Fazer oposição cega e política com o fígado, está mais que provado que é danoso.
    Enfatizo. Quem tem problemas, interesses pessoas ou deixou de ter uma vida areegalada por ter sido desgrudado dos cofres públicos, que se entristeça pelo seu próprio lamento, mas, por fafor, não seja contra essa tão sofrida cidade chamada Itabuna!

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top