skip to Main Content
24 de fevereiro de 2021 | 02:45 pm

CODEBA FAZ LICITAÇÃO PARA NOVA DRAGAGEM DO PORTO DO MALHADO

Tempo de leitura: 2 minutos
Ao lado de Castro, Rebouças diz que obras devem começar em 90 dias (Foto Fabrício Carvalho).

Rebouças diz que obras devem começar em 90 dias (Foto Fabrício Carvalho).

Ao participar da reunião da Comissão Especial do Porto Sul hoje, o presidente da Companhia das Docas do Estado da Bahia (Codeba), José Rebouças, anunciou a dragagem do Porto Internacional do Malhado, em Ilhéus. Segundo ele, a dragagem custará R$ 4,9 milhões e deverá ser concluída em até 25 dias. A previsão é de que as obras sejam iniciadas em 90 dias, após a conclusão do processo licitatório. O edital foi publicado na edição de hoje do Diário Oficial da União, segundo o dirigente da companhia.
Ainda na reunião, Rebouças falou das negociações com a Veracel para que a empresa passe a exportar, pelo porto ilheense, a celulose produzida no extremo-sul. A nova licitação para a dragagem do Porto do Malhado foi necessária porque a que foi feita há dois anos encontrou entraves ambientais.
O Ibama não teria liberado a licença para dragagem do terminal, aumentando o calado e possibilitando a movimentação de navios de cargas e passageiros. Presidente da comissão na Assembleia, o deputado Augusto Castro ressaltou a importância da ampliação do movimento do terminal ilheense. Para ele, as obras do Porto Sul não vão atrapalhar o movimento no terminal já existente.
Em abril, o presidente da Bahia Mineração, José Francisco Viveiros, já havia ressaltado a possibilidade do Porto do Malhado ser utilizado como base para a construção do novo terminal, na zona norte de Ilhéus. Atualizado às 20h.

Esta publicação possui 4 comentários
  1. Isso é um absurdo! Para que gastar essa fortuna dragando, dragando e não se resolve o problema. Simples e funcional é fazer pontes vazadas no curso do espigão, assim as correntes marítimas e areia seguem fluindo, normalizando seu curso anterior, jogando a areia na praia do norte e São Miguel, parando a invasão do mar,consequentemente diminuindo também o acúmulo de areia nas praias da Av. Soares Lopes, a natureza agradece.
    Será que não enxergam isso?Ou será motivos outros, perpetuando a contínua dragagem ?

  2. Alguém aí já tentou comer farinha com garfo, …?!?!?!
    Carregar água em cesto, …?!?!?!
    Enxugar gelo, …?!?!?!
    A sensação éa mesma, ao tentar dragar um porto cujo substrato é arenoso, …!!!

  3. Nem com a publicação do Edital de Licitação, dá para acreditar que a dragagem será feita.
    O esquema montado para sucatear o Porto do Malhado é muito poderoso.

  4. Cruz credo! e ainda tem gente que acredita, desde a campnha eleitoral de 2006 que o Wagner prometeu uma tal ponte e uma tal duplicação, tipo:
    http://157.230.186.12/2012/11/30/ponte-e-rodovia-podem-sair-do-papel-em-2013/
    —————————————————————-
    Agora nos aparece com a tal dragágem do Porto do Malhado. Ora, se o governo federal com toda sua força e grana não consegue ou não quer aprovar a MP dos portos, como é que um simples satélite (Wagner) será capaz de resolver alguma coisa, por menor que seja?

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top