skip to Main Content
23 de junho de 2021 | 01:32 am

O TRISTE FIM DA CAXIROLA

Tempo de leitura: 2 minutos

ricardo artigosRicardo Ribeiro | desculpemostranstornos.blogspot.com
Imitando o Professor Raimundo, eu pergunto: você já colocou a mão em uma caxirola???? Pois é, no domingo, 26, fui apresentado pessoalmente ao exótico chocalho inventado por Carlinhos Brown e que seria vendido a R$ 29,90 a unidade (50 milhões seriam colocadas no mercado!). É feito com um plástico duro, tipo aqueles brinquedinhos da Fisher Price, e tem o peso ideal para ser arremessado a longa distância.
Criada por um baiano e adotada pelo governo para embalar as arquibancadas da Copa, a caxirola foi adaptada por outros conterrâneos como arma de guerra. Simplesmente porque é adequada para as duas funções. Por esse motivo, tem sido proibida em todos os jogos após a chuva de gols seguida de tempestade de chocalho no histórico BaVi do dia 7 de abril de 2013, quando da inauguração da Fonte Nova.
Na primeira rodada do Brasileirão, pensaram em usar a caxirola na inauguração do Mané Garrincha, em Brasília, num Santos x Flamengo, despedida de Neymar. Mas o adeus ao craque, que parte para a terra das castanholas, foi sem direito a chocalho, vetado pela PM. A caxirola também está proibida na Copa das Confederações, segundo se noticia.
Lamentavelmente, a invenção baiana está fadada a ser um dosgrandes micos Fifa, mas não está só. Acompanham-na os estádios caríssimos, de orçamentos aditivados, mas já apresentando defeitos – como assentos que se soltam, vazamentos e coberturas que despencam -, o transporte público capenga, o trânsito caótico e por aí vai. A lista deverá ser grande.
Na verdade, diante do que vem por aí, a caxirola é fichinha.
Leia mais no blog Página em Construção

Esta publicação possui 11 comentários
  1. A “invenção” (meu ponto de vista, foi uma adaptação), do Carlinhos Brown é nada mais e nada menos que a velha “Caxixi”.
    Faltou sabedoria no músico em produzir algo mais sustentável e excluir o termo “invenção”.
    Para os curiosos, segue o link do Caxixi. https://www.google.com.br/search?sugexp=cqrwrth&gs_rn=12&gs_ri=psy-ab&cp=6&gs_id=3&xhr=t&q=caxixi&bav=on.2,or.r_qf.&bvm=bv.47008514,d.dmQ&biw=1077&bih=899&um=1&ie=UTF-8&hl=pt-BR&tbm=isch&source=og&sa=N&tab=wi&ei=ZmmmUcmbG-PX0gG8-IHgBA

  2. A abacaxirola é o amuleto perfeito da Copa Moacir Barbosa Nascimento.
    Os Ghiggias (Fifa e Governos) vão deitar e rolar no caos e nós, os Barbosinhas da vez vamos pagar o pato e a conta.

  3. Devemos agradecer à torcida do Bahia pôr, por fim a essa grotesca caxirola. Desde quando as torcidas brasileiras usaram ela. Ao invés de ouvir os torcedores gritando, cantando, vaiando… estávamos fadados a ouvir um zumbido. Micos? Mico foi o governo pagar milhões por essa “invenção”. Mais mico ainda é pagar 29,90 por ela.

  4. Educaão é de berço ou o homem aprende na convivência social?
    Na década de 80,foi realizado um jogo de Brasil-X-Espanha,na velha fonte nova. Uma turma de amigos decidimos ir assisti este
    jogo,o campo superlotado,quando de repente recebemos na cabeça um saco plastico de mijo.
    Eu não duvido que,no jogo do Brasil,tais cenas poderá repetir.
    Uma demostração de educação os baianos deram ao mundo,arremessado as caxirolas no gramado.
    Há muito tempo que deixei de frequentar um campo de futebol,por não suportar fumaça da peste do cigarro.
    No dia que for proibido fumar no interior do campo,eu voltarei assistir jogo de futebol.
    Os baianos nasceram distantes de um berço ou é um ser ante-social? Outrossim,com raríssimas exceções temos baianos civilizados.

  5. A torcida do Bahia é fantástica. Vendo que isso era uma boa porcaria, tratou de jogar fora (no gramado). Prá ficar ainda mais fantástica só falta ela jogar o presidente do Bahia do último andar da Fonte Nova abaixo!!! kkk

  6. Zelão, diz: – “Imagine na Copa!”
    “Esse bordão nascido do imaginário do povo começa a se materializar e a fazer vítimas, muitas delas inocentes, como a própria Caxirola.”
    O receio dos brasileiros quanto ao insucesso da nossa seleção de futebol na Copa do Mundo, já começa a se materializar e a fazer vítimas. As preocupações começaram com o atraso na construção dos estádios (agora arenas), aumentaram com as obras de mobilidade e de infraestrutura das cidades sedes (aeroportos, hotéis, transportes e segurança) e descambaram na “pobre” caxirola, que mesmo aprovada pela popularíssima presidenta Dilma, caiu em desgraça.
    Ninguém acredita; nem como povo, nem mesmo como torcedores, que sejamos capazes de ganhar com a Copa do Mundo de Futebol aqui no “Brazil,” a não ser aqueles que lucram com a corrupção existente nas obras públicas que se arrastam propositadamente, para justificar os famosos “aditivos contratuais” que elevam em vezes mais os orçamentos das referidas obras. Poucos estão preocupados no momento com os sucessivos “pibizinhos;” com o aumento da inflação; com o déficit crescente na balança comercial; do aumento progressivo e perdulário dos gastos público; com a perda de competitividade da indústria nacional; com o endividamento crescente das famílias ; com o aumento do tráfico de drogas e de pessoas e o consequente aumento da violência nas cidades e no campo; com as consequências desastrosas da seca no nordeste ou com a catástrofe no atendimento à saúde pública.
    Imagine depois da copa se a nossa seleção não ganhar? Se não ganharmos, Lula o PT e Dilma que se cuidem: – A frustração do povo “vai pegar vocês” na eleição pós-copa.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top